TV Noispedala: Treino Premiado de Cross Country em Patos de Minas

Neste domingo, 17 de março, fazendo parte da preparação dos ciclistas de Patos de Minas e região, foi realizada uma prova de cross country olímpico na Pista da Matinha.
Em duas baterias, podemos conferir que a galera está afiada para a Copa Internacional de Mountain bike.
Confira os melhores momentos da prova, com imagens do Renato Amaral.

Treino Premiado de Cross Country foi realizado na Pista de Matinha.

Júnio Alves venceu na Elite
Júnio Alves venceu na Elite

Há alguns meses a galera do MTB de Patos de Minas decidiu construir uma pista de cross country passando pelas famosas trilhas da Matinha do Confinamento. Foram semanas de muito trabalho. Foi preparada uma pista muito técnica de 4,05. Descidas técnicas e subidas desafiantes estavam presentes em todo o percurso.
E finalmente chegou o dia da festa. Diversos ciclistas de Patos de Minas e região, participaram do Treino Premiado de Cross Country.
Foram duas baterias. A primeira foi disputada entre os atletas da categoria sub 15, Estreante, Master B e Feminino. Ana Paula Mendes na categoria Feminino, Augusto César na Sub 15 e Ronaldo Caetano da Silva na Master B.
Para finalizar, chegou a vez da Elite, Sub 30, Master A e Júnior. O ritmo dos atletas foi muito alto. Quem levou a melhor na Elite foi Júnio Alves. Na Sub 30 Edimar Modesto venceu. Rodrigo de Vazante venceu na Master A e Felipe Oliveira levou a melhor na júnior.
O evento foi realizado pela Liga Patense de Ciclismo e contou com a colaboração do Noispedala, Star Bike, Prefeitura Municipal de Patos de Minas, Cemil, Frutas Colorado, Spaço Propaganda e Copasa.

Confira as fotos

Treino premiado de Cross Country será realizado no próximo domingo em Patos de Minas

Neste dia 17 de março, semana véspera da Copa Internacional de Mountain bike, será realizado um treino premiado de cross country em Patos de Minas.
O local escolhido foi a nova e ténica Pista da Matinha. A pista conta com cerca de 4 km. Clique aqui e saiba como chegar à Pista da Matinha.
A competição conta com o apoio da Cemil, Prefeitura Municipal de Patos de Minas, Noispedala, Star Bike, Cemil, Frutas Colorado e Copasa.
Cross-country ou XCO é uma prova disputada em um estradas de terra,que possuem um alto nível de decidas e subidas técnicas com pedras e raízes,geralmente as provas de xco não são muito longas iguais as de maratonas,apresentam em torno de 20 a 30 km mas em percursos técnicos e pesados.

Inscrições

As inscrições serão feitas no local da prova, até às 08h50 da manhã no dia do evento. O custo da inscrição será de R$ 10,00.

Premiações

Troféus para os três primeiros em cadacategoria.

Categorias e largadas

Primeira largada

Categoria Idade Voltas
Sub 15 12 a 15 anos 2 voltas
Estreante Para estreantes no cross country. A organização poderá vetar a participação do atleta. 2 voltas
Feminino Livre 2 voltas
Master B Acima de 40 anos 3 voltas

Segunda largada

Categoria Idade Voltas
Elite Livre 6 voltas
Júnior 16 a 18 anos 5 voltas
Sub 30 19 a 30 anos 5 voltas
Master A 30 a 39 anos 5 voltas

Informações:

(34) 3814-2606 / (34) 9233-2606

Percurso

Cartaz

Cartaz oficial do evento
Cartaz oficial do evento

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha da Matinha do Confinamento

26/11/2011 – Por Bruno Fernandes
Que pedal bacana! Que festa!

 A galera chegou à matinha do confinamento
A galera chegou à matinha do confinamento

É difícil descrever o que aconteceu ontem. Na minha singela opinião, a única palavra que consigo utilizar para descrever o Pedal da Band deste sábado é “diferente”. E vou tentar descrever o que aconteceu para que eu chegasse a esta conclusão nas linhas abaixo.
Foi a segunda vez (a primeira vez que fui não conta.. rs..) que participei, mas sempre tenho visto as fotos e lido os diários de bordo, então conheço um pouco. Cheguei alguns minutos mais cedo e uma turma diferente já estava na praça. Adentrei a oficina e conversei com o Celinho. “Celinho, a turma semanal não chegou, só tem novato, será recorde”. Ele respondeu: “Será? Não brinca”. Além dos bikers estavam Val esposa do Celinho, Lourenço (filho) e dois bikers que passavam de carro e pararam impressionados com a quantidade de pessoas, Vinícius Dias e Júlio Braga.
Quando ele saiu da loja, ele ficou impressionado. Saiu cumprimentando uma a um, tirando fotos numa euforia total. Foi difícil organizar a galera para tirar a foto oficial. Éramos 62 companheiros. Isso mesmo. Sessenta bikers.
Comecei a observar. Casais, família completa, pais e filhos e até mesmo pai e filha. Inédito. Já que o Pedro filho do Euler Caixeiro Viajante não foi, ele resolveu levar a Ana.
E a quantidade de mulheres? Eram 11. E elas estão pedalando mais do que muitos marmanjos. Conversando com um amigo meu após a trilha ele me disse o seguinte: “Nem sabia que tinha essa quantidade de mulheres pedalando em Patos.
Quem foi o guia novamente foi o Luciano Pit Stop. Saímos sentido JK e fizemos o Enduro a Pé da Setta de bike. Não é mole não. Só trilhinha. A galera se perdeu um pouco, mas nada grave.
62 bikers costuma dar um enxame de problemas na bike e quedas. Nada aconteceu praticamente. Só vi um pneu furado e um problema de câmbio, mas nada que fosse determinante para perdermos o companheiro. A galera também conscientizou. Eram apenas 4 bikers sem capacete. Vamos torcer para que na próxima semana todos usem capacete.
E a satisfação da galera? Vou usar dois personagens para ilustrar. Do Tiagão que pela primeira vez fez uma trilha em turma ao Dimazim Kamikaze que é acostumado só a treinar, todos curtiram esse pedal. Veja o que o Dimazim disse em seu facebook: “Quanto tempo que eu não me divertia tanto andando de bike. Hoje eu ri demais no pedalzinho da band e quebrei aquela rotina estressante de só treinar,treinar e treinar.. Valeu: Luciana Borges, Marco Túlio FerreiraAdao MendesAlysson SilvaBruno Fernandes e outros que estavão participando desta pedalada…Valeu turma…” E em 2012 teremos mais um competidor. O nosso mascote Marcos fechou patrocínio com a Band Bike e ele irá disputar a Copa Internacional de MTB. Tá pedalando muito o garoto. Ele já deixa o pai (Marquinho da Shock boutique para trás) que só quer tirar foto.
É isso aí galera. Espero que gostem do meu diário de bordo e claro, comentei aqui em baixo. Vamos interagir mais e fazer com que esse pedal cresça a cada edição. Força e liderança ao Celinho e ao Luciano Pit Stop.

Confira o vídeo editado pelo Luciano Pit Stop

Confira as fotos

[nggallery id=293]
[nggallery id=292]

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha da Macumba

Tradicional Pedal da Band
Tradicional Pedal da Band

Pela primeira vez, o Celinho reuniu a galera que está iniciando para um pedal bem bacana no sábado a tarde. Tinha muita gente experiente lá também. Não eram só iniciantes.
E a cobertura ficou show.
Passamos pela Ponte do Rio Paranaíba até a matinha da macumba. Teríamos que entrar na pista de motocross country Santo Antonio mas não foi possível.

28 BIKERS: Paulinho – Advogado – Renato Amaral – Leandro – Fabricio Babu -Gabriel – Joao Paulo – Marquinho Shok Boutique – Matheus – Welington – Luciano – Bruno Gurgel – Celinho – Alex Band Bike – Vinicius – Murilo – Breno – Daniel – Euler – Adriano – Geovane Itau – Fabio – Joao Victor – Vanelton – Marquim Orbea – Hebinho contador – Matheus 2

Confira o vídeo do Luciano:

Percurso GPS

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha das Matinhas

Diário de bordo. “ By Vanessa Prados”

Foi demais a Trilha
Foi demais a Trilha

Trilha sentido Ipanema, confinamento, matinha, entorno patão, IEF e Sebastião Amorim.
Mais um sábado e mais uma trilha saindo da Band Bike Hoje dia 30/07/11 às 14h00min, guia e fotos Celinho e o entusiasmo da galera.
A grande novidade é que integraram ao grupo  a Vanessa Prados e Luciana (Toyopatos),que deixa aqui o convite às mulheres que gostam de pedalar.
Também a primeira trilha do Paulinho e a Segunda do Marquinho (chok  boutique)
Todos prontos para pedalar ai vai à foto oficial da partida!
Que galera lindaaaaaaaa! (por conta da Vanessa)
10 Bikeres : Luciana (toyopatos) ,Vanessa , Paulinho, Marquinho (chok boutique) Ricardo, Vanelton (Sagra), Celinho (Band Bike), Waguinho, Leandro e Alex (Band Bike)
Vale lembrar que o trajeto é surpresa para os iniciantes.
Ah! Quantas surpresas! Trilha que maravilha! Tombos, pneus furados, gancheira quebrada e um passador SRAM quebrado. (faz parte)
Gente vocês não acreditam quem é o cara que gosta de fotografar as maravilhas, apertos e tombos dos colegas.  Não vou contar você leitor de terá que descobrir.
O trajeto cheio de buracos, pau, cascalho um desse e sobe de morros. Acha pouco e o tal de pular cerca, porteira, buraco e mais cada integrante achando que consegue passar sua bike(Vanessa).
É gente altura nessa hora faz falta, veja a Vanessa até que levantar a bike, mas altura da cerca cadê? Mas, tudo bem gente vale o esforço. Celinho é quem não pode rir muito né!
Luciana pela primeira vez com o pedal de encaixe na trilha passava aperto.
Pessoas na mata quantas surpresas gente quase morre enforcada por cipó, é sai de lá com o mapa riscado nos braços e pernas.
Risosssss, chegando ao patão o grande achando que é o bom de pular um pequenino morro caí, mas não basta vem logo o Ricardo que também se acha e cai em cima de quem?
Quem? Do Celinho gente aiiiiiiiiii, que dó!
É dó mesmo, mas das bikes que estragaram. Pois os dois se aconchegaram e tiveram pequenos arranhões e um passador quebrado. (Vale tudo)
Quem foi chegando ficou olhando sem saber até se ria ou não, mas logo todos caíram nas risadas né Vanessa, pode rir, seu momento vai chegar.
Não basta o tombo dos dois, e bikes estragadas, aqui mesmo mais uma bike que estraga pneu furado do Vanelton. Para  pedalar feliz e seguro (a) é pedalar com a equipe da Band Bike pois são profissionais até nas trilhas. Em poucos minutos bikes arrumadas e também troca de câmara.
Com todos os imprevistos a turma sempre junta aproveita o momento e se interagem com comentários do trajeto.
Continuação no trevo Ricardo não percebe que no tombo a gancheira do cambio ficou torta  e quando passou de marcha já era arrancou o cambio todo e após um criteriosa avaliação não tinha recurso e voltar pra casa, pediu carona logo pro primeiro carro e  foi atendido continuamos.
Trajeto bom estrada, mas tão breve nossa que terror nova trilha.
Terra arada pensa?
Tudo bem, já estamos aqui mesmo passamos.
Entra na mata, ah tem gente que sabe tudo né meio quilo (Alex). Percurso errado, voltamos.
Tudo bem aqui tem gente nova que gosta de rir, que tomou dois tombos em menos de 50 metros é você né Vanessa, pouca gente viu, mas um ficou registrado.
Sai da mata entra numa estrada com um morrinho aiaiaai.
É Lú você não subiu, tomou cerveja pergunta o Celinho?
Eu não, empurrando sua bike sem perceber que o pneu furou. Mas como sempre tem um colega de plantão a avisou, teimosa diz não furou quando viu oh pena.
Não preocupa Lú aqui é com os profissionais da Band Bike.
Aqui votação para a chegada, com opção rápida e outra mais longa, mas não houve o que pensar, pois o Vaguinho tinha hora marcada para chegar (obs: a policia da casa), assim para não perdermos o parceiro fomos pelo caminho mais rápido.
Pessoas não é que ele nem olhou para traz, foi embora num só embalo, tudo bem Vaguinho descobrimos que sua esposa é quem manda parabéns.
Enfim, foi maravilhoso o passeio.
Rimos, sofremos, perdemos calorias, hidratamos, descansamos os pensamentos e voltamos cheios de alegrias, energias positivas para a nova semana.
Valeu, obrigada a todos.
Redação: Vanessa Prados
Supervisão: Celio
[nggallery id=254]

Diário de Bordo: Pedal Noturno na Trilha das Pedreiras

17/02/11 – Por Bruno Fernandes

Mais um pedal noturno
Mais um pedal noturno

Eram 18h52 quando cheguei ao ponto de encontro do dia, a Band Bike. Desta vez o Celinho que sempre nos prestigia, nos deixou na mão. O cara está lá em Caldas Novas curtindo e a gente aqui pedalando.
Estava tudo certo para sairmos às 19h. Quando o Doutor Kleber liga dizendo que vai atrasar um pouco. Ele não atrasou quase nada, apenas 5 minutos. Quem atrasou de verdade foi o mais caxias da turma, que inclusive ficou indignado de não termos deixado ele para trás. Foi o meu padrinho Gleidson e seu fiel afilhado novo Geomar.
Então às 19h10 saímos sentido Ponte em arco do Rio Paranaíba, passando pelo tradicional down hill da Vila Operária. Era dia ainda quando chegamos ao primeiro morro pesado. O João Young Flu Pivodrip afinou e já encomendou mais 10 dias de atestado. Que pena em Sérgio? O Doutor Kleber que o acompanhava, fez um trabalho psicológico com ele, mas não adiantou. Ele resolveu voltar. Com esta baixa, ficamos apenas com 16 companheiros.
Como o Banhão não foi (está recuperando do último tombo), minha câmera ficou na Power Bike, tivemos que improvisar com o celular do Iuri. Perdemos um belo por do sol, que por sinal deve ser o último da temporada, pois domingo finaliza o horário de verão.
E a disputa de faróis? A briga ficou entre o Weber Braz Eletrodiesel e Doutor Kleber. O Luis Farol de Carreta deixou a bike no hospital durante a semana e esqueceu-se de colocar a bateria para carregar e teve inclusive de ser socorrido pelo Sérgio Zaggo, que estava com quatro lanternas. Isso mesmo, quatro lanternas. Desta vez o Luis Farol de Lambreta Foi mais prudente nos mata-burros.
Temos que registrar também o retorno do Sargento Luis (Papai Noel Super Mario) que nos abrilhantou com sua alegria.
Depois de várias semanas com a galera torcendo o cabo da bike, este foi um pedal mais tranquilo, com muitas paradas, tendo então uma resenha de elite bem criativa. O assunto que predominava era a Cachoeira do Buracão, que resolvemos fazer a trilha novamente este sábado. Fiquei sabendo que até meu companheiro Heber Contador irá nos prestigiar. É verdade?
Depois então de muitas subidas, chegou o momento aguardado das descidas. Tudo sem alterações. Somente nas encruzilhadas, que haviam muitas macumbas. Inclusive no trevo do fim do asfalto, onde um preguiçoso fez lá mesmo.
Eram 21h50 quando chegamos à cidade, e uma parte da galera foi ainda tomar uma água de coco na Lagoa Grande.
É isso aí galera! Sábado tem Trilha da Cachoeira do Buracão, domingo primeira etapa do Campeonato Patense de Ciclismo. E claro, domingo dia 27 de fevereiro inicia a Copa Cemil de Enduro 2011 com a maior competição desta modalidade no Brasil, o enduro do 15º BPM. Está preparado?
E você? Já encomendou sua camisa do Noispedala? Já são 51 camisas vendidas.
PLANTÃO DO NOISPEDALA:
Iuri Scoton acaba de me dizer no MSN que o Doutor Kleber sofreu pra subir o “morro” da Major Gote em frente ao Banco do Brasil. Vamos treinador Doutor, e deixar o Roundup pra trás. Rs.