Diários de bordo

Diário de Bordo: Noispedala em Romaria, 200 km por terra

31/07/10 e 01/08/10, por Pedro Elias

Uma das paradas para reabastecimento. Como o sol castigava
Uma das paradas para reabastecimento. Como o sol castigava

Este é um diário muito especial, pois ele vem descrever a trajetória de 12 cavaleiros montados em suas bikes, uma assistente e um mecânico, que percorreram 200 km com destino a Romaria, com o objetivo de agradecer a Deus e a Nossa Senhora de Abadia.
Começamos às 06h20 da manha, assediados pela TV Noispedala. Estávamos quase todos na porta da Power Bike, aguardando a chega do Marquinho (caixão), que aos quarenta e cinco minutos do segundo tempo aparece para completar a comitiva que iniciara a ida de Patos a Romaria.
Na saída, passando pelo Balão da Chevrolet, fomos interceptados pela rede de TV NTV, para qual tivemos que dar entrevistas, sabem como é né! O assédio da imprensa é demais!
Robinho levantando poeira
Robinho levantando poeira

Nesta  pedalada tínhamos uns personagens bem opostos, como o Robin ou Robinho como quiserem chamar. Este sempre muito alegre, puxava a tropa, nos incentivamos a subir morro a 17 km/ hora, e com ele aprendemos que “TOP” é morro para iniciante e “TOPIZINHO” é morro para subir pedalando a 3KM/H, é morro de 45° de inclinação. Por curiosidade, o tal morro antes de chegar à BR do Goiá que dá acesso ao Coró, tem inclinação média de 10% em 1,5 km.
Inversamente tínhamos o Batman, ou se preferirem o Kuririm, este por sua vez permaneceu calado durante toda a 1° etapa e não parou nenhuma vez no ponto de apoio. Chegou ao destino do primeiro dia com duas horas de antecedência do restante da turma. Vai saber a cabeça deste garoto … É como o Batman, silencioso, rápido e objetivo.
Vencemos a primeira etapa. Chegamos a Coromandel
Vencemos a primeira etapa. Chegamos a Coromandel

Fomos indo, com uma media de 16.8KM/H rasgando o cerrado mineiro, passando por fazendas até chegarmos à casa da sogra do irmão do Robin, no vilarejo de Pântano. Naquela altura foi a rendição de nossa aventura, pois lá, encontramos carinhosamente a recepção de sua família e o melhor, pão de queijo caipira, feito em atendimento especial ao pedido do Robinho para receber a comitiva do Noispedala.
Depois de abastecidos, continuamos nossa viagem, com um leve imprevisto que foi o furo do pneu do Euler Caixeiro, que logo foi socorrido pelo Hérlley da Power Bike, que gentilmente se ofereceu para consertar o pneu. Lembrem-se deste pneu… ele ainda vai aparecer.
Após este imprevisto continuamos, sempre avante, nas paradas a Elenice (esposa do Sergio) sempre muito gentil nos apoiava, com comida e bebidas para nos hidratar, enquanto isso o valoroso mecânico Giovane, prestava assistência, com lubrificação de correntes e ajustes nos câmbios das bikes.
Elenice levantando poeira
Elenice levantando poeira

Por falar neles lembro-me dos ANJOS da FAB, (aqueles mecânicos que ajustam as aeronaves da Esquadrilha da Fumaça),  de forma muito devota nos serviram com a mais alta eficiência que se pode ter num tipo de evento como este.
Um pouco antes da chegada em Coromandel, paramos em um boteco, onde tomamos uma coca e fomos abordados por um senhor, bastante simpático, que em um momento dos nossos diálogos com ele ousou dizer que havia um morro que desafiaria a audácia de nossa comitiva. Foi neste momento que ouvir o Robinho dizer – “é…. é um topzinho logo a frente.” E o senhor ainda disse que para subir este morro nem o seu caminhão conseguiria subir.
O Hérlley como não estava muito bem, quando ouviu estas conversas atravessadas, subiu-lhe um calafrio e foi logo olhando para o Robinho que com a cara de que eu não sei de nada disse – “vamos brincar de ir embora? Eu quero é tocar o terror!!!!. Olha o Fabianinho escapando, num deixa não … pegaaaaa!!!
Essa galera não afina de maneira alguma
Essa galera não afina de maneira alguma

Saímos do boteco nesta animação e mais adiante num dos TOP ouvi o Robinho dizer para o Herculano no morro que todos já estavam subindo a 5km/h-“óooo Herculano essa é uma subidinha pra subir a 17 km/h, se borá tocar o terror?…. o Herculano, que certamente decente do antigo Hercules, logo estava no vácuo do Robinho sem nenhum problema e cheio de saúde.
Atrás, mas constates íamos o Bruno, o Sérgio, Luiz Matias, Marquinho. (Nota do redator: O Pedro enganou aqui, nesse momento eu tava junto com o Robinho e o Herculano, só que já tinha desistido do desafio de manter o giro nas subidas). Na intermediária ia o Euler , Danilo … e neste ritmo fomos indo, passávamos os morros top e pensávamos – “ este o moro que o tal senhor da venda falou? , pois contrariamente os morros de certa forma eram iguais aos da maioria, normal. Quando de repente nos deparamos  com  tal  topzinho, ai sim, este foi aproximadamente 2 km de morro de muita ralação, marcha no 1por 1, sol quente na muleira e suor escorrendo de cachoeira.
Pelo visto falta pouco...
Pelo visto falta pouco...

Passado o topzinho chegamos à cidade de Coromandel, e fomos  direto ao Hotel Dona Adélia, que fica ao lado de um posto de gasolina e lá chegando quem nós encontramos por lá o tal senhor que desdenhou da nossa fé. O Fabiano que não deixa barato logo disse “nós ficamos esperando o senhor lá para nos fazermos um fretim!”
Instalamos-nos no hotel, o valoroso Giovane deu um  guaribada nas bikes, nos reunimos no hall do hotel para vermos a matéria na NTV e fomos ao restaurante “to Tontim” para jantarmos. Lá tivemos um agradável momento de distração, ouvimos o Bruno cantar, demos os parabéns para o Robinho pelo o seu aniversário e comemos muito, no total foram cinco pizzas para 15 pessoas. Estávamos todos juntos com exceção do Kuririm, que ficou no quarto. Depois de tudo isso dormimos, pois no dia seguinte tinha mais.
Chegamos!
Chegamos!

No dia seguinte o Giovane deu mais uma lubrificada na Bike, levantamos novamente fortes como um coco e animados e ficando no aguardo dos guias que viriam da cidade de Monte Carmelo para nos guiar por terra ate o nosso objetivo final.
Saímos de Coromandel rumo a Monte Carmelo guiados pelo Pedro e Wagner, fizemos algumas paradas em alguns lugarejos onde os moradores sempre ficavam só observando. Interessante foi em Altinho, quando um menino saiu de sua casa com sua bike e ficou lá conosco. O Robinho até deu um role na bike do muleque. Era um trecho de subidas e descidas constantes. E que descidas. O Hérlley não perdoava um mata-burro. Após passarmos em Monte Carmelo fomos surpreendidos pela velocidade que o Sérgio subiu um morro na rodovia. Estava a uns 60 km/hora. Tipo Zelite mesmo. Continuamos com o sol castigando e sem nuvem alguma no céu e no final, bem no final, o pneu do Euler estoura, bem na entrada de Romaria, fazendo com que o mesmo chegasse ao seu objetivo correndo.
Por fim terminamos nossa viagem na porta da igreja, firmes em nossa posição, de cabeça erguida e sobre a proteção do Grande Arquiteto do Universo. Assim que Deus ajude.

Cobertura TV Noispedala

Cobertura NTV

Percurso do primeiro dia

Percurso do segundo dia

Fotos

[nggallery id=139]

Previous ArticleNext Article

42 Comments

  1. Concordo plenamente…
    parabens aos animados (quer dizer… nao senti mt animação do bruno quando soube que seriam 125 km no primeiro dia) rs… mas ta valendo.. postem aí os detalhes de como foi.
    abraços

  2. Graaande pedal, surpreendeu. Na subida depois de Monte Carmelo eu deixei tudo mundo na poeira, confirme aí Bruno, senão ninguém vai acreditar. Ultrapassei as zelite, não foi não Robinho?

    1. Fazendo alguns cálculos aqui, cheguei à conclusão que a bike do Sérgio chegou a ter uma força de mais de 150 cavalos na subida do asfalto após Monte Carmelo. Mas como? Alguém lembra?

  3. *Aos Agradecimentos:
    Primeiramente à Deus; por ter me dado forças pra poder chegar… ao Noispedala pela iniciativa… ao apoio que foi excelente,valeu d+ Elenice e Giovane… ao Sr.Dourival e sua esposa que me recebeu em sua propriedade na hora que mais precisava,me deu agua,suco e pão;que Deus os abeençõe essa familia e a todos os companheiros de viagem.
    Grato a todos de coração!!!
    E Força no Pedal!

  4. Peguei 75 mulas emprestadas com o Fabiano e dei uns comprimidinhos pra elas. Depois botei todas na carroceria da Hylux, segurei no rabo da última e disse pra elas que no alto do morro tinha mais.

  5. Olá Galera…Que passeio heim….Fica aí, a alegria de quem foi, e a tristeza de quem ficou e perdeu um pedal desses… Eu só tenho a agradecer a todos pela companhia e em especial ao apois do Meu chegado Giovanão e da Elenice.Valeu Galera de Monte Carmelo ( vagner e Pedro ). Um abraço a todos e até a proxíma Se Deus Quiser

  6. Primeiros os agradecimentos.
    A todos os companheiros por essa jornada e em especial ao nosso apoio Elenice e Geovane e também aos nossos guias apartir de Coromandel Wagner e Pedro.
    Valeu galera!!!!!!!!!!!!!

  7. Valeu, Galera, Show de Bike, o ano que vem tem mais, já combinei um outro trajeto de Coro a Romaria, Aguardem…
    Mais aqui, tava tudo bem, até então, estava só no giro, como sempre na frente, até passar um vulto, numa velocidade media de 60 Km/h e pior na subida e ainda depois de pedalar uns 180 Km, ai perguntei ao meu carrapato (ROBIM). O que foi isso? ele respondeu: é o Sergio, e falou vamos botar o terror… Haaa, pelalei, pedalei, coroão catraquinha, e o Sergio vuou, Resultado: Cãibras e mais Cãibras.
    Agora eu entendi, eu de 01 mula e o Sergio com 75 mulas e com comprimidinhos, Oh Sergio depois vc me dá um desses.
    Mas Valeu, Parabéns a todos sem exceções a turma foi nota 1000.
    Obrigado Tb ao Vagner e Pedro do Monte, acabamos com o treino deles mas foi excelente pra nós.
    E sem falar da equipe do TOUR DE PANTANO chefiado pela Elenice, e o apoio do Geovane, se não nós tava morto.

  8. Pessoal alguem viu a cor da voz do Luiz Matias e do Danilo?? kkkkk
    Ninguém comentou os 8 kms que corri empurrando a bike depois que estourou o pneu.
    Nem as mulinhas do Fabiano me acompanhava nesses 8 kms.

  9. Pessoal, também gostaria de agradecer a todos pelo ótimo pedal e companheirismo. Foi bom d+, contem comigo de novo em outros pedais, mesmo com vários “topezinhos” iguais aquele que pegamos chegando em Coro.
    Obrigado especial a Elenice , Giovani e os amigos de Monte Carmelo ( vagner e Pedro ).
    Abraço

  10. O Hérlley falou tudo: “a alegria de quem foi, e a tristeza de quem ficou”. No próximo ano estarei de férias (confirmadas) e não perco por nada.

  11. Pessoal esqueci de agradecer também a tia do Robinho que nos recebeu com um ótimo café com pão de queijo(mineríssimo) na nossa primeira parada .
    Abraço

  12. Bem Amigos do Nóis Pedala…
    PARABÉNS A TODOS COLEGAS “POWER BIKERS”….essa galera toca o terror.
    Obrigado a todos os colegas ,em geral, pela oportunidade do passeio.
    Valeu a estrutura de apoio a organização e companhia de todos vocês.
    Pode contar comigo para o próximo TOUR.
    Abraço

  13. Olha galera, foi bom demais hem! Muito bom pedalar com essa turma, só tenho a agradecer a todos pela agradável companhia nesses dois dias, ao excelente apoio da Elenice e do Geovane, ao Vagner e o Pedro pela paciência e a Deus por todos ter chegado bem ao destino.

  14. Amigos dos 200km…. Bom dia a todos…. Acredito que quanto mais agradecermos ainda será pouco pelo tamanho do apoio que tivemos neste fim de semana. Como foi dito, realmente foi um final de semana superação, pois alguns não acreditavam conseguir terminar devido às dificuldades que não acabava mais. E tome mais poeira!!! Final de semana incrível!!!! Quanto mais se pedalava, maior ainda as gargalhadas, apesar de nosso artista principal (da mulinha) estar com a garganta meio empoeirada, dificultando um pouco sua fala. Não canso de relembrar os momentos e dar risadas sozinho. Gostei muito da turma, todos TOCARAM O TERROR e sempre estavam atentos à contagem do Fabiano para a saída: 1, 2, e antes do 3 todos já estavam com o pedal encaixado e mais poeira levantando. Já estou pensando quando será o próximo, uma vez que estarei indo pelo asfalto neste sábado próximo para terminar os agradecimentos a DEUS e não estarei no passeio do Andrequicé. 1 forte abraço a todos e até a próxima.

  15. Retransmito todos os votos de agradecimentos e de parabenizações e incluo agora o Pedro. O cara fez um diário de bordo fora de sério. Foi excelente. Muito bacana a visão dele sobre nossa romaria.
    Ele só esqueceu de dizer uma frase muito engraçada dele no retorno. Ele olhou para a janela da van e deparou com uma das montanhas que subimos e disse: “Pensar que eu rasguei isso tudo aqui hein?”.
    Valeu galera, foi show de roda! TOCAMOS O TERROR! Agora este fim de semana é Andrequicé. Vamos lá passear.

  16. Oi Pessoal do Noispedala
    Foi um prazer tê-los acompanhado, foi uma fim de semana diferente e bacana .
    Fiquei impressionada com determinação e coragem de vocês.
    Parabéns a todos pelo esforço e força.
    SÓ PARA ESCLARECER :quando o Sergio pedalou com uma mão só no guidão , é porque ele estava jogando beijinhos pra mim……..
    PS.Pedro, aqui em casa tem umas duas dúzias de banana , você aceita ?
    Euler desculpe , por ter dado carona quando o peneu furou…..
    Abraço a todos .
    Elenice Zaggo

  17. Parabéns galera dos 200 KM. Breve eu e o Romes sairemos de Uberlandia via Araguari até Romaria. Robin reforço o convite do Romes para pedalarmos juntos.Abraços !!!!

    1. Boa pedalada Romes e Gilmar. Robinho, tá afinando? Vc lembra que o Fabianinho mandou vc esquecer ele né? Aproveite e vá com o Romes e o Gilmar.

  18. Elenice obrigado por ter nos acompanhado nesta empreitada.
    Agora quanto a carona eu não poderia aceitar, até que o Sergio tentou mais depois de pedalar quase 200kms eu tinha que chegar correndo mesmo.

  19. Parabens a toda equipe(fans da bike)em especial para a equipe de apoio(ELENICE,GIOVANNE,RAINHA DO PÃO DE QUEIJO,VAGNER E PEDRO)PARABENS ao homen do caminhão que em poucas palavras desafiou todos a subir o pequeno topezinho.agradeço a DEUS E A NOSSA SENHORA DA ABADIA que me fez completar esse trajeto com essa turma que deu um show.(ROBINHO MULHERZINHA VALEU PARCEIRO)e a todo resto de herois.

  20. Dona Elenice… aprendi que banana e que faz o caboco andar de bicicleta. pode gardar ai sim… que se eu for para Andrequisé vou precisar !!! obrigado pelo o apoio.
    Eu estava vendo uma foto que eu e o Sergio estamos juntos, saibam todos que naquele momento eu estava pegando uma carona com o mestre, este homem pedala pra caramba. obrigado por tudo.

  21. E a cobertura do TV Noispedala hein? Fomos assediados pra valer. Triste foi ver os olhos do Renato de “QUERO IR”. Tanto que ele apareceu lá primeiro que o Marquinho Caxão. Parabéns parceiro, o vídeo ficou excelente.
    Teve o Gagame também que ficou só na vontade e foi lá despedir da galera!
    Esse fim de semana tem mais. Quem vai conosco pro Andrequicé?

  22. Caro Amigo Pedro!
    Com certeza esse não será o último voo do “Morcego”… da proxima vez serei menos silencioso; mas rápido e objetivo disso eu não abro mão.

  23. Ola amigos do pedal, so posso dizer que foi um grande prazer acompanhalos nesta jornada ,,,um grande abraço a todos ,e assim que puder to junto de novo e so falar …Há ,,bruno voçe esqueçeu que eu estou com um videozinho seu aqui né ,,,heheheheh……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *