Blog

Os 30 maiores ciclistas de todos os tempos

O espanhol Wenck criou uma lista com base em suas escolhas pessoais, dos 30 maiores ciclistas de todos os tempos. Cada um deles tem uma bela música acompanhando imagens de sua carreira.
Assista aos vídeos e diga se você concorda com a lista proposta.


#10 Roger De Vlaeminck — Quiet Riot – Cum on feel the noize
#9 Rik Van Looy — Creedence – Good Golly Miss Molly
#8 Sean Kelly — The Young Dubliners – Rocky Road to Dublin
#7 Lance Armstrong — The Doors – Queen of the highway
#6 Miguel Indurain — Pink Floyd – Comfortably Numb
#5 Gino Bartali — Paolo Conte – Bartali
#4 Jacques Anquetil — Chuck Berry – Johnny B. Goode
#3 Fausto Coppi — Mario Gualteri – Ciao Fausto
#2 Bernard Hinault — George Thorogood and the Destroyers – Bad To The Bone
#1 Eddy Merckx — The Kinks – I’m Not like everybody else

#20 Luis Ocaña — Derek and the Dominos – Layla
#19 Raymond Poulidor — Johnny Cash – Born to lose
#18 Laurent Fignon — ZZ Top – La Grange
#17 Rik Van Steenbergen — George Baker Selection – Little Green Bag
#16 Joop Zoetemelk — Motorhead – Live to win
#15 Francesco Moser — Lou Reed – Take A Walk On The Wild Side
#14 Greg LeMond — Grand Funk – We’re an american band
#13 Alfredo Binda — Benny Goodman & His Orchestra – Sing Sing Sing
#12 Louison Bobet — The Shadows – Apache
#11 Felice Gimondi — The Animals – The house of the rising sun

#21 Charly Gaul — Ray Charles – Hit the road Jack
#22 Jan Ullrich — Journey – Dont stop believing
#23 Federico Bahamontes — Big Joe Turner – Shake, Rattle and Roll
#24 Freddy Maertens —Led Zeppelin – Heartbreaker
#25 Marco Pantani — Stadio – E Mi Alzo Sui Pedali
#26 Fiorenzo Magni — Frank Sinatra – I’m Gonna Live Till I Die
#27 Lucien Van Impe — Deep Purple – Highway Star
#28 Tony Rominger — The clash – I fought the law
#29 Laurent Jalabert — Wampas – Jalabert
#30 Giuseppe Saronni — The Who – The seeker
Previous ArticleNext Article

8 Comments

  1. ALÉM DE CONCORDAR, FIQUEI “ESBABACADO” COM OS VÍDEOS, O FUNDO MUSICAL E A RAÇA QUE OS CICLISTAS TINHAM EM DETRIMENTO DA TECNOLOGIA E DA CIÊNCIA ATUAL. HOJE, TEMOS MUITA TECNOLOGIA E MENOS RAÇA. ATUALMENTE O CICLISTA COMEÇAVA SUA CARREIRA COM BICICLETAS “TOP”, ANTES TINHA QUE RALAR MUITO COM A BICICLETA DE “FERRO” E OS PNEUS TUBULARES.
    SÓ DE ASSISTIR OS VÍDEOS E LER OS NOMES ACIMA CITADOS JÁ DÁ VONTADE DE FAZER UM TREINO DE PELOS MENOS 130Km.
    Abs.

  2. Só lembrando que: o ciclista listado em 18 Laurent Fignon faleceu em agosto deste ano, aos 51 anos de idade, de câncer no pâncreas.
    Conhecido no pelotão como “O Professor”, o ciclista francês publicou em 2009 o livro “Nous étions jeunes et insouciants” (“Nós éramos jovens e inconscientes”), onde reconheceu publicamente o uso de anfetaminas e cortisona durante a sua carreira profissional, sem no entanto nunca relacionar este facto com outro revelado na mesma obra, o flagelo do câncer no pâncreas.

  3. Assisti ao vídeo recomendado por você, HEBINHO.
    Realmente foi sensacional. Mas, eu acho que cabe até um dano moral, movido pelo BRUNO.
    BRUNO, eu nunca vi “gozação” maior do que essa “cara”.
    Falaram que você chegou 4 horas além do tempo!
    Encomendaram sanduíche, SAMU e corpo de bombeiro para te resgatar!
    O SILVINHO disse que você era de uma categoria mais pesada e além disso falou que você estava no mini-hospital.
    Pode ficar tranqüilo, BRUNO, pois conheço o silvinho faz tempo, ele já foi ciclista e vou descontar o que ele te fez, no speed.
    Gostei do final: 13º (13 é GALO).

  4. Quem assiste este vídeo, nunca imagina que virei esse mega atleta maratonista que sou hoje. Kkkkkkkk. Todo começo é difícil mesmo. Não foram 4 horas, mas 45 minutos foram.
    O Silvinho faz umas trilhinhas as vezes, mas nunca passam de 20 km. Ele tem uma medalha de prata em uma corrida de Serra do Salitre, onde concorreu com “atletas” que pedalavam em bikes barra circular. Morro de rir quando ele conta a história.

  5. Interessante que os comentários do Professor foram os mesmo que o Ivo de Lima Dias fez comigo. Nota dez para estes vídeos. Mesmo quem não conhece os ciclistas e até não concorda, vale muito a pena assistir.

  6. BRUNO: A corrida de serra do salitre que o silvinho participou, eu também estava lá, tinha atletas até de Brasília. Havia uma categoria separada, para bicicletas de MTB.
    Mas isso, vocês dois resolvem depois. Sugiro um desafio como o “lagoa” e o “franguinho” fizeram (Patos à PO).
    O problema é que o silvinho não pedala desde aquela corrida de serra do salitre. Estive olhando a data da corrida em minha medalha (foi em 1990) “só 20 anos atrás!
    Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *