Bikecast Araxá: Mais de duas horas em vídeo da primeira etapa da CIMTB 2015

Seja bem-vindo ao bikecast. Uma proposta para dar voz e vez ao ciclistas e ao ciclismo. E já em seu lançamento trazemos até você mais de duas horas de vídeo da etapa de Araxá da CIMTB. São 9 vídeos deste grande evento. É a chance de você se ver.

ASSISTA

SOBRE O BIKECAST

Através do podcast e do videocast trazemos você para dentro da trilha com informação e aquela boa resenha de ciclistas. Nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro dos novos episódios de áudio e vídeo.
O bikecast surgiu a partir da ideia de trazer informação sobre ciclismo de forma descontraída e o formato permite este contato mais informal. Através do bikecast trazemos o ciclista e o ciclismo para dentro da nossa trilha. É onde ele se vê e é visto, se ouve e é ouvido.
Podcast é uma série periódica de arquivos de áudio pra ser ouvido em qualquer lugar. Pode ser gravado no pendrive, em seu celular, smartphone ou ipod para ser ouvido a qualquer hora.
Se vai pedalar sozinho, leve o BikeCast! Se vai viajar ou está no trânsito, se informe e se divirta nos ouvindo. Quer ficar informado e preparado para a resenha do fim do treino ou na pedalada do fim de semana? Ouça o bikecast.

Copa Internacional Levorin de MTB chega à cidade ’Onde os sinos falam’

Localizada na bacia do alto Rio Grande, na região do Campos das Vertentes, São João del-Rei será o palco da segunda de quatro etapas da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike em 2014, nos dias 17 e 18 de maio. Maior cidade setecentista de Minas Gerais, contrasta pelo fato de ser, ao mesmo tempo, um município cultural e pacato em sua parte histórica, porém, moderno e agitado principalmente pela presença da UFSJ (Universidade Federal de São João del-Rei).
Na época da colonização, mais precisamente entre os séculos XVII e XVIII, a Vila que se tornaria cidade em 6 de março de 1838, foi marcada não apenas pela extração do ouro, mas também por estar estrategicamente no caminho do escoamento das riquezas encontradas no Brasil, que eram levadas até Paraty ou Rio de Janeiro. Assim, faz parte do hoje chamado de circuito turístico da Estrada Real. A preservação da cidade chama atenção, principalmente em relação às igrejas barrocas.
A alcunha de cidade “Onde os sinos falam” foi dada pela comunicação existente entre os sinos das igrejas. Por meio de badaladas e repiques, diversas informações são anunciadas aos moradores e visitantes do local, como as horas, horário das missas, tipo de celebrações e quem será o palestrante. Se a missa for realizada por um vigário, o sineiro emitirá uma sequência de quatro badaladas, se apresentada por um bispo diocesano, ouve-se sete badaladas, ou por um arcebispo metropolitano, nove badaladas. Uma tradição secular cada vez mais rara em todo o Brasil.
Especial 300 anos- DAMAESão-joanenses de destaques – Nasceram em São João del-Rei importantes nomes da história do Brasil, em diversas áreas. Entre eles, o mártir da Inconfidência Mineira, Joaquim da Silva Xavier, o Tiradentes, executado no dia 21 de abril de 1792 após assumir toda a responsabilidade pela “inconfidência”.
Muitos anos depois, nasceram no município cidadãos ilustres como o presidente Tancredo de Almeida Neves, o escritor e jornalista Otto Lara Resende, o cardeal Dom Lucas Moreira Neves, o compositor sacro, Padre José Maria Xavier, e a primeira santa brasileira em vias de canonização: Nhá Chica, Francisca Paula de Jesus.
Pontos Turísticos – Inúmeros são os pontos turísticos de São João del-Rei. Entre as igrejas, destacam-se a de São Francisco de Assis, Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar e as Igrejas de Nossa Senhora do Carmo, das Mercês e do Rosário. O Museu Ferroviário e o Memorial Tancredo Neves guardam lembranças importantes da cidade e da história do Brasil, assim como o Passeio de Maria Fumaça até Trindade permite uma viagem pelo tempo.
Inscrições seguem até domingo (11/5) – Os ciclistas que quiserem garantir uma vaga na segunda etapa da CIMTB Levorin devem apressar-se. As inscrições estão disponíveis apenas até domingo (11/5), no site oficial da competição, www.cimtb.com.br. O valor para participação é de R$ 106,00 para o XCO (PNE e Over 60 custam R$ 53,00) e R$ 30,00 para o XCE. Na Copa LM Bike de Amadores o preço é de R$ 60,00, exceção à categoria mirim, R$ 20,00. A corrida noturna Pearl Izumi Night Run tem inscrições a R$ 50,00.
Drone Virtual permite visualizar a pista de São João del-Rei – Para quem tiver a curiosidade de conhecer o traçado da pista de São João, que receberá o Cross Country Olímpico (XCO), com total de 5,8 km, a organização da Copa Internacional Levorin de MTB disponibiliza o Drone Virtual.
O vídeo tem a duração aproximada de 1min30 e pode ser assistido pelo endereço: http://cimtb.com.br/etapas/xce-e-xco-sao-joao-del-rei/#passeio. Para tanto, é necessário fazer download do aplicativo Google Earth Plug-in, disponível gratuitamente no link da visualização.
Programação oficial em São João del-Rei:
Sexta – 16 de maio
13h às 14h: Treino livre XCE – Eliminator (UFSJ)
14h: Tomada de tempo do XCE
Sábado – 17 de maio
9h: Finais do XCE – Eliminator (UFSJ) e em seguida premiação da prova
10h às 17h: Treino livre XCO – trecho usado pelo XCE estará indisponível para treino durante a competição.
14h: Passeio Ciclístico Sense Bike
17h45: Congresso Técnico com atletas e equipes
19h: Largada da CIMTB Pearl Izumi Night Run
Domingo – 18 de maio
08h: 1ª Largada – Copa LM BIKE de Amadores (exceto Seg. Pública + Júnior Feminino)
10h: 2ª Largada – CIMTB Levorin (Sub-45, Sub-17, Sub-50, PNE, Sub-55, Sub-60, Over-60, Segurança Pública (Copa LM BIKE de Amadores) e Sub-15) + Mirim (pista exclusiva)
11h: Premiação das categorias da 1a Largada
12h: 3ª Largada – CIMTB Levorin (Júnior, Sub-30, Sub-35, Sub-40)
13h15: Premiação das categorias da 2ª Largada + Concurso de Redação e Desenho
14h: 4a Largada – CIMTB Levorin (Super Elite e Elite feminina)
14h45: Premiação das categorias da 3ª Largada
16h15: Premiação das categorias da 4ª Largada
Fan page – Quer acompanhar tudo sobre a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike e ainda curtir fotos diferenciadas e vídeos das provas e dos atletas? Acesse a fan page oficial do principal circuito de MTB da América Latina pelo endereçohttp://www.facebook.com/CIMTB. A CIMTB Levorin também está no Twitter (@CIMTBLevorin) e Instagram (@CIMTB).

Henrique Avancini e Isabella Lacerda vencem novamente e confirmam título da CIMTB Levorin

Ciclistas confirmam a superioridade na prova do Cross Country Olímpico, neste domingo, e conquistam título inédito em Araxá. Com a vitória, ambos somaram 120 pontos no ranking mundial, de olho nos Jogos Rio-2016

Pódio masculino. Giovanna Soares/Noispedala
Pódio masculino. Giovanna Soares/Noispedala

Araxá (MG) – A busca pela sonhada vaga nos Jogos Olímpicos do Rio-2016 segue a todo vapor para os ciclistas Henrique Avancini e Isabella Lacerda. Atuais campeões da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike, a dupla confirmou neste domingo o favoritismo na etapa de abertura da competição, após vencer o Contrarrelógio e o Short Track válidos pelo Cross Country por Estágios (XCS), levando também a vitória no Cross Country Olímpico, disputado neste domingo (23). Além dos 120 pontos somados no ranking UCI (União Ciclística Internacional), outro grande feito foi alcançado por ambos: o primeiro título na etapa de Araxá da CIMTB Levorin.

“Vencer em Araxá é realmente especial. Já havia terminado em segundo e em terceiro nos anos anteriores, mas nunca faturei o título da etapa. Ganhar é diferente porque o público é vibrante e exigente e aqui é um marco no nosso calendário nacional. Uma prova tão reconhecida internacionalmente, o que torna esse primeiro triunfo algo muito gratificante”, contou Henrique Avancini. “Para se ter uma ideia da importância de Araxá, em 2013 a minha melhor pontuação em uma prova foi 120 pontos e, nestes três dias, consegui essa soma no meu ranking”, concluiu.
A campeã Isabella Lacerda também estava muito feliz.”Araxá sempre foi meu foco e meu sonho. Após uma queda e um pneu furado nos Jogos Sul-Americanos no Chile, no fim de semana passado, coloquei como meta para me motivar conseguir o título aqui. Com muita força nas pernas e dedicação alcancei esse feito inédito na minha carreira. Só tenho que agradecer a todos que me ajudaram, desde minha equipe até meus parentes, namorado e amigos”, comemorou Isabella Lacerda.
Assim como nos dois dias anteriores, Avancini e Isabella sobraram em relação aos rivais, e venceram de ponta a ponta. O ciclista fluminense quase se prejudicou na primeira volta, ao fazer a descida mais longa da Dona Beja e a estratégia de administrar os 53 segundos em relação a Rubinho Valeriano, também precisou ser alterada.

Pódio feminino. Giovanna Soares/Noispedala
Pódio feminino. Giovanna Soares/Noispedala

“Meu objetivo era administrar a vantagem obtida com o Contrarrelógio e o Short Track. Assim, minha ideia era fazer uma prova em equipe, com o Sherman e o Fred me acompanhando para não cair meu ritmo, e assim me auxiliarem a garantir a vitória. Era mais interessante andar com meus companheiros do que sozinho, para não sofrer ataque dos rivais. Consegui uma boa diferença na descida da caixa d’água, aumentei a diferença e ganhei segundos e disparei na liderança”, analisou Henrique.

Mesmo vencendo todos os estágios na etapa, Isabella elogiou o nível das adversárias. “A meninas estão muito fortes. Cada prova é uma que ganha e as disputas estão cada vez mais difíceis. Acredito que meu diferencial foi a concentração nesses dias. O nível está crescendo e isso é muito bom para o Mountain Bike feminino. Competições como a Copa Internacional Levorin de MTB só fortalecem mais o nosso esporte e a nossa categoria”, avaliou Isabella.
Superação após quedas – A tarde deste domingo foi feliz para dois atletas. Mesmo não sendo os campeões, Marcelo Cândido e Alexandra Serrano (Equador) se recuperaram após quedas e conseguiram a evolução nos resultados. Após acumular dois terceiros lugares e sofrer uma queda logo na primeira volta do XCO, Alexandra conseguiu se recuperar e terminou na segunda colocação.
“Esse segundo lugar representa muito. Estava esperando melhorar meus resultados e consegui isso. Mesmo em segundo lugar, fico muito feliz com meu feito, porque me ajuda com minha próxima prova, o Pan-Americano em Barbacena na próxima semana”, vibrou Alexandra. “Minha disputa foi com a Raiza Goulão. Ela é muito forte, comecei no ritmo dela e da Isabella, mas uma queda me tirou segundos preciosos. Tive que tirar a vantagem. Estou muito feliz”, completou.
O sorriso no rosto não escondeu a felicidade de Marcelo Cândido. Confiante em obter um bom resultado no XCS, Marcelo começou mal a competição. Após uma queda no Contrarrelógio, na sexta-feira, em que seu capacete rachou, o ciclista mineiro, 29º nessa prova, não desistiu e foi melhorando a cada dia. No Short Track foi oitavo e no Cross Country Olímpico terceiro.
“Venho fazendo um trabalho bem focado na resistência muscular, para obter bons resultados. Essa prova era chave na minha preparação para o Pan de Barbacena. Tudo isso é resultado de trabalho. Se tivesse mais um dia não acho que seria o primeiro, mas iria pra cima deles e daria meu máximo. Estou satisfeito e motivado. Vou entusiasmado para minha próxima prova”, disse Marcelo.
Sub-23 e Junior – Atual campeão do Sub-23, Guilherme Muller começou bem a temporada e mostrou evolução durante os três dias. Campeão no Sub-23, esteve sempre entre os melhores da Super Elite. Após um 14º no Contrarrelógio e um sétimo no Short Track, o ciclista de 20 anos, de Monte Sião (MG) foi o quarto colocado no domingo.
“Foi muito produtivo. Consegui ser o campeão no Sub-23 e fui bem na Super Elite. Vim focado e treinei muito. Na sexta tive imprevistos e fui o terceiro melhor dia. Fiz uma excelente prova no Short Track, o que me deu a liderança da minha categoria. Neste domingo, consegui rodar entre os cinco melhores, em um ritmo alucinante. Confesso que andar próximo de ciclistas como Pscheidt e Rubinho, por exemplo, me deixaram muito apreensivo”, pontuou Guilherme.
Na categoria Junior, Gilberto Cézar Melo, de apenas 16 anos, conquistou o título e já sonha em chegar à Super Elite. “Ando de bike desde os 13 anos. Na última temporada ganhei o título da Juvenil da CIMTB Levorin e agora comecei bem na Junior. Meu sonho é chegar na Super Elite. Quem sabe não represento um dia o Brasil em grandes competições”, afirmou o atleta de Santo Antônio do Monte (MG). Questionado se prefere os estudos ou a bike, Gilberto deu a resposta certa. “Estou no primeiro ano do Colegial, mas tanto estudo quando a bike são importantes para mim”.
Classificação final do XCS de Araxá – Na Super Elite, além do campeão Avancini, Ricardo Pscheidt superou Rubinho, com duas segundas colocações seguidas, e ficou com o vice-campeonato no geral. Guilherme Muller e Marcelo Cândido, que haviam iniciado mal a competição, se recuperaram e encerraram na quarta e quinta colocações, respectivamente. Na Elite Feminina, as cinco primeiras no geral foram as mesmas ciclistas que subiram no pódio no domingo: Isabella Lacerda, Alexandra Serrano, Raiza Goulão, Erika Gramiscelli e Roberta Stopa.
Copa LM de Amadores – O agito do último dia da CIMTB Levorin começou logo cedo, às 8h, com a realização da primeira largada. Os atletas da Copa LM de Amadores, em sete das oito categorias, entraram na pista para um domingo de festa. Apenas a Segurança Pública participou da segunda largada. Cerca de 600 ciclistas se inscreveram para a prova, que é a categoria de base da Copa Internacional Levorin de MTB, em que os iniciantes tem um primeiro contato com o universo do mountain bike.
Resultados do Cross Country Olímpico
Masculino : 
1.- Henrique Avancini (Caloi) – 1h29min41s
2.- Ricardo Pscheidt (Trek/Shimano) – 1h30min30s
3.- Marcelo Cândido (LM/Shimano) – 1h30min59s
4.- Guilherme Muller (LM/Shimano) – 1h31min23s
5.- Rubens Valeriano (Merida) – 1h32min29s
6.- Lukas Kaufmann (Focus/OCE) – 1h32min31s
7.- Mario Antonio Oliveira (Ice) – 1h32min44s
8.- Edivando de Souza Cruz (Astro) – 1h34min27s
9.- Guilherme Saad Alves (Lelin Bike) – 1h34min49s
10.- Valmor Hausmamm (Free Force) – 1h35min12
Feminino : 
1.- Isabella Lacerda (LM/Shimano) – 1h33min55s
2.- Alexandra Serrano (Equador) – 1h34min31s
3.- Raiza Goulão (Soul Cycles) – 1h35min25s
4.- Erika Gramiscelli (InterTrilhas) – 1h35min58s
5.- Roberta Stopa (DaMatta ) – 1h39min47s
6.- Sofia Subtil (BMC) – 1h41min02s
7.- Liege Walter (Alto Rendimento) – 1h41min53
8.- Mariana Carcute (BMC) – 1h44min18s
9.- Letícia Cândido (Focus/OCE) – 1h45min49s
10.- Aline Lombello (Durão Bikes) – 1h48min24s
Vídeo do Short Track – Já está disponível o vídeo do segundo dia, prova de Short Track, da Copa Internacional Levorin de MTB, produzido e edita por Keka Bike. Acesse no endereço:https://www.youtube.com/watch?v=ukN5i7-A8_8
Fan page – Quer acompanhar tudo sobre a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike e ainda curtir fotos diferenciadas e vídeos das provas e dos atletas? Acesse a fan page oficial do principal circuito de MTB da América Latina pelo endereçohttp://www.facebook.com/CIMTB. A CIMTB Levorin também está no Twitter (@CIMTBLevorin) e Instagram (@CIMTB).
A Copa Internacional de Mountain Bike tem patrocínio da Levorin, o pneu oficial da competição. LM Bike, Shimano e Specialized são os co-patrocinadores do evento que comemora a 19ª temporada em 2014. Apoios: Scott, Isapa, ASW, Calypso, Carbo Energy Gel, Vizan e Proshock. Parceiros estratégicos: Prefeitura de Araxá, Copasa e Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo e Esporte.

CIMTB Levorin apresenta as pistas da abertura do circuito em Araxá

Etapa reunirá 1.300 ciclistas este ano
Etapa reunirá 1.300 ciclistas este ano

Primeira etapa da competição terá o formato de XCS (Cross Country por Estágios), com três dias de prova incluindo Contra Relógio, Short Track (pista curta) e Cross Country Olímpico
São Paulo (SP) – Pelo 11º ano consecutivo Araxá (MG) receberá uma etapa da Copa Internacional Levorin de Moutain Bike. Entre os dias 21 e 23 de março a cidade viverá a abertura do principal circuito de MTB da América Latina e contará com uma novidade no formato de disputa: XCS, o Cross Country por Estágios, com três dias de prova. Por ser considerada como Classe 1 pela União Ciclística Internacional (UCI), os campeões da Superelite e Elite Feminina somarão 120 pontos no ranking UCI, o que reforça a importância da prova integrada ao ciclo Olímpico para os Jogos Rio-2016. No primeiro dia os ciclistas terão o Contra Relógio (XCT), seguido nos outros dois dias por Short Track (XCC) e Cross Country Olímpico (XCO), que terá em seu traçado outra novidade.
“Vamos alterar alguns detalhes da pista, que recebe o XCT e o XCO, em relação ao ano passado. Uma dessas novidades estará no famoso trecho da ‘Dona Beja’, local da pista que atrai grande público devido às dificuldades impostas pelo traçado. Nesse ponto, acrescentaremos mais uma descida, o que aumentará a emoção. Mudaremos também o formato da largada. São alterações para deixar a trilha mais técnica, valorizando assim, a atuação dos atletas e facilitando o atendimento ao público presente”, destaca Rogério Bernardes, organizador da prova.
Como acontece nas provas Contra Relógio, cada ciclista larga individualmente (a cada um minuto) dando uma volta no circuito com 5,8 km de extensão. A ordem de largada respeitará o ranking atual da União Ciclística Internacional, ou seja, o atleta com maior pontuação no ranking será o primeiro a largar. Já a pista de Short Track será montada com 1,5 km e passará pelo Descidão Dona Beja, o que dará um grande emoção nas disputas. Para a Superelite Masculina serão realizadas baterias eliminatórias, nas quais os ciclistas completarão 15 minutos e darão mais duas voltas. Ambas as finais serão disputadas em 25 minutos mais duas voltas, com no máximo 21 ciclistas.
Por fim, a decisão no domingo será realizada no formato Cross Country Olímpico. A pista será a mesma do XCT, com destaque para o acréscimo de uma descida no famoso trecho “Dona Beja”. Entre os profissionais, os homens darão seis voltas e as mulheres quatro. O critério de alinhamento nesta etapa levará em conta o tempo somado nas duas fases anteriores. Será campeão geral em Araxá quem tiver o menor tempo acumulado nos três dias de provas.
Confira vídeo da CIMTB Levorin – Clique aqui e confira o vídeo de 1min44 da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike com belas imagens da temporada passada.
A Copa Internacional de Mountain Bike tem patrocínio da Levorin, o pneu oficial da competição. LM Bike, Shimano e Specialized são os co-patrocinadores do evento que comemora a 19ª edição em 2014.

Copa Internacional Levorin de MTB define as etapas para 2014

Principal circuito de MTB da América Latina será disputado nas cidades mineiras de Araxá, São João del-Rei, Congonhas, além de São Roque no interior paulista, entre os meses de março e outubro
São Paulo (SP) – A 19ª temporada da Copa Internacional Levorin de MTB, principal circuito de mountain bike cross country da América Latina, já tem os locais das quatro etapas de 2014 definidos. A cidades mineiras de Araxá, São João del-Rei e Congonhas, receberão as três primeiras provas da competição nos meses de março, maio e agosto, respectivamente. São Paulo terá o privilégio de encerrar a temporada na cidade de São Roque, em outubro.

Araxá recebe abertura da CIMTB Levorin
Araxá recebe abertura da CIMTB Levorin

Com a evolução da CIMTB Levorin ao longo de 19 anos, o organizador da prova, Rogério Bernardes revela uma expectativa positiva para este ano. “Planejamos várias mudanças e estamos ansiosos para que as etapas cheguem logo e as novidades sejam apresentadas. Queremos ver o circo levantar logo, para acompanharmos as disputas e oferecermos ao público a emoção de cada trecho de pista, dividir a adrenalina dos atletas e equipes nos momentos que antecedem a largada, além de compartilhar a alegria dos torcedores nas quatro cidades”, festeja Rogério. “Vale conferir também os pilotos enfrentando as trilhas no Night Run, a animação da galera nos passeios ciclísticos e o envolvimento dos alunos da rede pública de ensino com as bicicletas nos concursos culturais de redação e desenho”, completa.
Entre 21 e 23 de março, são esperados mais de 1.000 ciclistas do Brasil e de outros países em Araxá (MG) para a abertura da competição, na prova que terá o formato XCS, o cross country por estágios, com prova de contra relógio, short track (pista curta) e cross country para Super Elite e Elite Feminina. As demais categorias competirão somente no tradicional XCO (cross country olímpico) domingo. A prova será encarada pelo atletas como último estágio de preparação para o Campeonato Pan-Americano, logo na semana seguinte, em Barbacena, também em Minas Gerais.
Dois meses depois, de 16 a 18 de maio, São João del-Rei (MG) receberá os formatos XCO e XCE (Eliminator) na segunda etapa, onde são esperadas mais de 800 inscritos. Entre 15 a 17 de agosto, Congonhas (MG), com a limitação de 1.500 vagas, será sede do XCM (maratona). E, finalizando o circuito de 2014, a cidade paulista de São Roque recebe a final do principal circuito da América Latina, com a expectativa da participação de mais de 700 ciclistas, de 10 a 12 de outubro, com formato XCO e XCE.
A Copa Internacional de Mountain Bike tem patrocínio da Levorin, o pneu oficial da competição. Shimano e Specialized são os co-patrocinadores do evento que comemora a 19ª temporada em 2014.
Por Assessoria CIMTB

CIMTB: Com disputas emocionantes, chega ao fim mais uma temporada. Confira os campeões

O campeão Henrique Avancini
O campeão Henrique Avancini

Depois de percorrer 5 cidades diferentes e mais de 4.000km, a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB) encerra mais uma temporada com chave de ouro na Bahia. Pela primeira vez no nordeste, o maior evento de MTB da América Latina reuniu mais de 300 atletas que pedalaram em três dias de prova na Costa do Sauípe. A cada dia uma nova competição. O primeiro nossas feras encaram  um contra-relógio (XCT), no sábado o short track (XCC) e no terceiro dia uma maratona (XCM).
O lugar paradisíaco recebeu a equipe da CIMTB de braços abertos. Os bikers tiveram a oportunidade de pedalar por um circuito inédito, além de experimentar vários tipos de terreno em um só lugar. A galera da elite disputou acirradamente cada centímetro do percurso.
Pela primeira vez uma prova de XCS (prova de fases com vários dias de competição) acontece no Brasil contando pontos para o ranking da UCI. ”Para nós foi muito importante realizar esta prova no Brasil pela primeira vez. Ela foi um laboratório para a etapa de Araxá que terá mesmo formato e dá um grande número de pontos aos atletas. Por isso atrai atletas da Europa e da América do Sul” ressalta o organizador da CIMTB Rogério Bernades.
Raíza Goulão, atleta da elite feminina, foi a grande vencedora da etapa no Sauípe, mas o título de campeã da Copa 2013 ficou com a mineira Isabella Lacerda. “Desde que eu comecei a pedalar eu sonhava com esse título da CIMTB”, afirma a atleta.
A campeã Isabella Lacerda. Foto: Bruno Fernandes
A campeã Isabella Lacerda. Foto: Bruno Fernandes

Henrique Avancini foi o nome da copa deste ano. O atleta levou para casa o título de campeão da temporada, mas quem levou a vitória no Sauípe foi o belga Frans Claes que teve que lidar o tempo todo com o forte calor, além da pista que era totalmente novidade para ele. “A temperatura estava muito alta, sempre acima dos 30ºC. Eu não estou acostumado a competir nessas condições e a pista é totalmente diferente do que tem na Europa, talvez porque seja próxima do mar. Eu fiz o que tinha que fazer. Trabalhei pesado e consegui fazer uma corrida maravilhosa e fiquei muito satisfeito com a vitória”, conclui.
O atleta belga Frans Claes. Foto: Bruno Fernandes
O atleta belga Frans Claes. Foto: Bruno Fernandes

Essa foi a primeira vez na história que um atleta de outro país ganha uma etapa da CIMTB.  A vitória foi conquistas nos pequenos detalhes: apenas 32 segundos de diferença no tempo acumulado nos três dias de prova.
Uma das atrações da pista foi o Coco Garden- um trecho de areia, a beira-mar, coberto com cascas de coco- onde era possível curtir o visual daquela região que é um dos mais bonitos da Costa do Sauípe.  De um lado podemos contemplar o azul do mar, e do outro uma lagoa, além dos condomínios Quintas Private e Casas de Sauípe da Odebrecht.
Super Elite
O ano de 2013 foi extremamente emocionante. Alguns nomes como Erika Gramiscelli, Raiza Goulão e Isabella Lacerda já eram favoritos para o título da temporada.
O ano começou bem para a hexacampeã, Erika Gramiscelli, que abriu a temporada 2013 conquistando o pódio em Araxá, Minas Gerais. Raíza Goulão, de apenas 23 anos, deu muito trabalho na temporada e mostrou todo seu potencial vencendo a terceira etapa em Divinópolis, Minas Gerais. Mas esse ano era da Isabella Lacerda que disparou na liderança na terceira etapa e de lá pra cá, foi difícil para as meninas da elite tirarem a diferença de pontos.
Na elite masculina, quem começou bem o ano foi Rubinho Valeriano, campeão de 2012. Rubinho conquistou o pódio em Araxá, mas viu Ricardo Pscheid conquista a etapa de São João e Avancini levar o primeiro lugar em Divinópolis e Congonhas. Apesar de ganhar apenas uma etapa, Rubinho só perdeu a liderança na quarta etapa. Durante a grande final, Rubinho deu muito trabalho ao líder Avancini, mas ao chegar em 6º na última prova viu o adversário conquistar o título da temporada.
CIMTB classificação geral
As disputas foram super acirradas em todas as  categorias da CIMTB. Na categoria Junior, José Gabriel Marques foi quem pedalou mais e levou o campeonato para casa. O dono do primeiro lugar na sub-15 foi o pequeno Lucas Sirio que fez uma ótima campanha este ano e promete ser uma das revelações do MTB.
Já na categoria Sub-17 quem mandou bem foi Gilberto Cézar Filho que chegou ao Sauípe na segunda colocação e garantiu o primeiro lugar da Copa. Frederico Nascimento Mariano chegou à final com uma diferença de 2 pontos de vantagem e garantiu na raça o campeonato na sub-23.
Na sub-30, Juliano Mariano chegou com 60 pontos de vantagem e confirmou o favoritismo ao conquistar o título. Marcelo Manoel da sub-35 foi mais um atleta que manteve a liderança e pegou o primeiro lugar geral. O atleta Silvio Amorim da Su-40 correu atrás da diferença de pontos e tirou a medalha de campeão das mãos do Marconi Ribeiro.
Abraão Azevedo, da Sub-45, manteve a liderança e papou o título 2013. Luiz Neto, da Sub-50, foi mais uma atleta que chegou ao Sauípe líder e manteve a colocação levando pra casa o campeonato da temporada. O mesmo aconteceu com o biker Dorivaldo Abreu que conquistou a Copa na categoria Sub-55.
O ciclista Dilermando Neto confirmou seu favoritismo ficando com o primeiro lugar na Sub-60. Hélio Vilela foi o grande nome da over-60 e comemorou muito quando subiu ao pódio.  Na turma da categoria para-desportistas, quem mandou bem foi o biker Jefferson Spimpolo. Parabéns, campeão.
Copa Amadores
A galera da Copa Amadores também fez bonito na grande final e deu um show de competitividade. Wesley Alves, da categoria Cadete, chegou à Bahia na frente e fez uma boa prova, garantindo assim o campeonato deste ano. Na categoria dupla mista, Gustavo Moraes e Soraya Moraes que pegaram pódio em Congonhas, repetiram o bom desempenho e levaram a melhor também no Sauípe. Fernando Aguiar e Ruben conquistaram o primeiro lugar da dupla over 81.
Enquanto isso,  na dupla sub-60, o favoritismo não foi confirmado e Fabio Lima e Antonio levaram o campeonato para casa. Na categoria dupla sub-70, Hudson Santos e Vitor Aguiar se destacaram dos demais nas duas últimas etapas e garantiram o primeiríssimo lugar. Os bikers André Silva e Márcio Gouveia foram os melhores na categoria sub-80.
A etapa na Bahia foi super tranquila para Gabriel Henrique Tonhão que já chegou em terras baianas como campeão da Expert. Na mesma situação que Gabriel estava Raquel Gontijo que foi ao Sauípe apenas para cumprir calendário. A atleta já chegou como campeã da categoria feminina over 40.
Outra atleta que já chegou à quinta etapa como campeã foi a Jaqueline Leal. A ciclista competiu com uma vantagem de 140 pontos em relação às outras belas da categoria feminina sub-23. Daniela Vieira foi o nome da feminina sub-40, pois fez uma excelente campanha neste ano. O biker Kairo Gratão também chegou tranquilo para a competição e faturou a medalha de campeão da temporada 2013 na Segurança Pública. O atleta Deilton Fernandes, da categoria Veterano, também chegou ao Sauípe com uma vantagem de pontos, mas precisou pedalar para conseguir se manter em primeiro e levar o campeonato.
Agora é começar os trabalhos para preparar mais uma temporada para nossos campeões. Em 2014 voltamos com tudo.
Por Assessoria CIMTB

CIMTB Sauípe: Henrique Avancini e Isabella Lacerda conquistam título inédito

IMG_0175
O domingo (6) começou agitado na Arena Sauípe. Mais de 300 bikers largaram para mais uma etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB). Atletas brasileiros, do Chile, Equador e da Bélgica fizeram da quinta etapa da CIMTB umas das mais emocionantes da temporada.
A largada foi dada às 8h da manhã, e a partir de então estava em jogo o título da etapa que seria disputado em três dias de provas, além da decisão de quem seria os grandes campeões da temporada 2013. Na superelite masculina, Henrique Avancini chegou ao Sauípe como líder, mas a diferença de pontos em relação ao Rubinho era pequena, e a situação podia mudar a qualquer momento.
Avancini venceu a prova Contra Relógio e respirou aliviado, mas no sábado de manhã (5), quem dominou o Short Track foi Rubinho Valeriano. E foi assim que os atletas foram para a pista: sem nada definido.
Na primeira volta no circuito de 21 km, Henrique Avancini liderou o pelotão e abriu vantagem, mas na última volta foi surpreendido pela ultrapassagem do belga Frans Claes que pedalou todo tempo no mesmo ritmo e conseguiu ultrapassá-lo nos minutos finais levando para a Bélgica o título de campeão da CIMTB Sauípe 2013.
Mas a chegada mais aguardada era de Avancini ou Rubinho Valeriano que estavam brigando diretamente pelo título. E assim que apontou, Avancini começou a comemorar a conquista da temporada 2013 da CIMTB. Segundo o campeão, a prova foi muito difícil. “Hoje eu tive que me defender muito do Rubinho e do Pscheidt, mas no final da terceira volta o Frans me alcançou. Eu tive que levar no limite porque eu realmente queria fechar este ano com a vitória na copa. Eu estou muito feliz” descreve.
IMG_0090
De acordo com Avancini, o campeonato deste ano foi muito difícil, pois explorou todas as modalidades domountain bike. “Foi complicado manter essa regularidade e principalmente se preparar para esta etapa. No campeonato mundial eu sofri uma queda e tive que ficar dez dias sem treinar e isso atrapalhou muito esse final de temporada, mas no fim deu certo” explica.
A situação na elite feminina era completamente diferente. Isabella Lacerda chegou a grande final com uma vantagem de 51 pontos. Só tinha dois fatores que tirariam o título dela: terminar a prova na 10ª posição ou quebrar a bike.
Raiza Goulão chegou à Bahia na terceira colocação, mas mostrou toda sua força ao conquistar o primeiro lugar da prova de sexta. Durante a maratona (XCM) de domingo, Raiza liderou toda prova, mas na cola estava a equatoriana, Alexandra Serrano, que deu trabalho na prova de short track e ganhou com tranquilidade no sábado (6). 

Após 2 horas e 2 minutos de prova, Raiza Goulão passou pela linha de chegada em primeiro lugar e escreveu seu nome na Copa como a primeira campeã da etapa do Sauípe. Em seguida, Alexandra Serrano chegou à arena com 2 horas e 3 minutos. Enquanto o público aguardava para ver quem era a terceira colocada, Isabella Lacerda apontava na entrada do evento comemorando o título inédito em sua carreira.
Após passar pela chegada, Isabella não se conteve e deixou as lágrimas caírem. Um choro de alegria e sensação de missão cumprida. Ao descer da bike, a atleta se ajoelhou olhando para o céu. “Vim muito focada para esta prova, e sabia que a gente teria muito calor e muito areia. Eu só tinha em mente que tinha que dar o meu melhor e pedalar forte para chegar, mas graças a Deus deu tudo certo” comemora.
Segundo Isabella ser campeã da CIMTB era seu objetivo para este ano. “Eu estabeleci essa meta. Queria ser campeã da CIMTB, e com as duas vitórias na copa eu consegui ganhar uma boa vantagem para chegar hoje aqui” explica. Mesmo com a vantagem, Isabella não deixou de treinar muito e nem perdeu o foco ao longo dos meses.
IMG_0108
Confira aqui o resultado oficial da CIMTB Sauípe 2013
Por Assessoria CIMTB

CIMTB: Atletas internacionais confirmam presença na quinta etapa

O ciclista belga Frans Claes. Foto: Regina Stanger
O ciclista belga Frans Claes. Foto: Regina Stanger

Faltando pouco menos que 10 dias para o início da quinta etapa da CIMTB, atletas da Bélgica, Equador e Chile acabam de confirmar presença na grande final durante os dias 4,5 e 6 de outubro, no Sauípe.
Além de outras feras do MTB nacional, nossos bikers terão que enfrentar esse trio gringo nos pedais. A ciclista Alexandra Serrano, campeã equatoriana de MTB de 2012, conquistou pódio na etapa de Araxá, e agora chega para tentar subir três posições e terminar a prova em primeiro lugar.
Representando o Chile, a ciclista Florencia Espineira, acostumada a pedalar pela região dos Andes vai encarar o desafio de pedalar sob o sol forte do Sauípe e promete dar trabalho as meninas da elite, em especial à Isabella Lacerda, Erika Gramiscelli e Raíza Goulão que estão no topo da competição.
Deixando o verão europeu, o atleta Frans Claes desembarca no Brasil para levantar a bandeira da Bélgica no pódio da CIMTB, o que irá esquentar ainda mais o clima da competição que está super acirrada. Disputas pelo título vão pegar fogo na Bahia. Além de participar da Copa, o atleta belgo pretende ficar mais uns dias no país. “É quase o final da temporada de MTB, então após a corrida terei alguns dias para conhecer a beleza do Brasil e da Bahia”, anima-se.
As competições terão início na próxima sexta, 4 de outubro, com a prova Contra Relógio, mas somente no domingo à tarde conheceremos os grandes campeões da temporada 2013 da CIMTB, o maior evento esportivo da América Latina.

CIMTB: Conheça o sistema “Day Use” da Costa do Sauípe

Costa do Sauípe
Costa do Sauípe

Entre os dias 4 e 6 de outubro, a Costa do Sauípe irá sediar a quinta etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB).  Pensando na comodidade e conforto dos nossos atletas, a  CIMTB conseguiu pacotes promocionais para os atletas. As reservas são para hospedagem no complexo da Costa do Sauípe no Resort Club ou nas Pousadas.
Para quem não se hospedar na Costa do Sauípe uma entrada normal custa em média R$ 150,00 por dia, mas a organização conseguiu reduzir este preço para R$ 65,00 por dia para o atleta e o mesmo preço para um acompanhante. Do segundo acompanhante em diante, a entrada no complexo passa de R$ 65,00 para R$ 100,00. No Day Use estão incluídos café da manhã, almoço, lanche a tarde (veja abaixo horários e a descrição) e acesso à Vila da Praia e à praia.
A outra opção é o Day Use All Inclusive no valor de R$ 170,00 por pessoa. O diferencial deste pacote é que dá direito a alimentação e bebidas.Este acesso é pelo sistema Day Use dá o direito a praia, café da manhã, almoço e lanche da tarde.
O organizador do evento, Rogério Bernardes, ressalta as vantagens de ficar dentro do complexo. “Nós fechamos preços especiais pensando no conforto e na comodidade dos atletas e público presente. Quem quiser ficar fora do complexo, terá que colocar os valores na ponta do lápis para saber o que é mais em conta”, sugere.

As Refeições servidas na Arena Sauipe pelo Day use:

– 7h15 às 8h05 – Welcome Lunch (Café, leite, chá, chocolate, 02 tipos de suco de frutas, 01 bolo ou muffin, 02 tipos de sanduíches, frutas da estação)
– 12h30 às 14h – Almoço Buffet do Chef (cardápio à definir – inclusos bebidas não alcoólicas)
– 16h30 às 17h20 – coffee break 01 (Café, leite, chá, chocolate, 02 tipos de suco de frutas, 01 bolo ou muffin, 02 tipos de sanduíches, frutas da estação)
 

INSCRICOES PARA SAUÍPE

5a etapa no Sauipe, BA:

  • até 22 DE SETEMBRO (domingo, 15 dias antes da prova – DEPOIS DESTA DATA,S E HOUVER VAGA AS INSCRICOES TERÃO VALORES DOBRADOS):
    Copa Internacional de MTB – Elite Masculina, Sub23 e Elite Feminina (3 dias de prova): para quem estiver hospedado na Costa do Sauípe R$ 180,00. Para o atleta que não ficar hospedado na Costa do Sauipe R$ 475,00 incluindo a inscrição e Day Use com café da manha, almoço e café a tarde nos três dias de competição.
    Copa Internacional de MTB – Todas as outras categorias: para quem estiver hospedado na Costa do Sauípe R$ 100,00. Para o atleta que não ficar hospedado na Costa do Sauipe R$ 165,00 incluindo a inscrição e Day Use com café da manha, almoço e café a tarde domingo
    Copa de Amadores: para quem estiver hospedado na Costa do Sauípe R$ 65,00. Para o atleta que não ficar hospedado na Costa do Sauipe R$ 130,00 incluindo a inscrição e Day Use com café da manha, almoço e café a tarde domingo.
  • IMPORTANTE SAUÍPE: a) o atleta que quiser treinar sexta e sábado pagará um Day Use especial de R$ 65,00 incluindo café da manhã, almoço e lanche a tarde. b) cada atleta pode levar um acompanhante pagando R$ 65,00 o Day Use e isso deverá ser adquirido no momento da inscrição. c) as demais pessoas pagarão R$ 100,00 o Day Use com café da manha, almoço e café a tarde incluído ou R$ 170,00 o Day Use All Inclusive (alimentação e bebidas).

Por Assessoria CIMTB

CIMTB: Últimos dias de inscrições promocionais Sauípe 2013

Percurso da prova
Percurso da prova

Entramos na última semana para a galera do pedal garantir o passaporte para o três dias dedicados ao MTB na Costa do Sauípe em outubro. A grande final de 2013 será realizada entre os dias 04 e 06 de outubro na Bahia. É a primeira vez que a Copa desembarca no nordeste. Diferente das etapas anteriores, o circuito da grande final irá proporcionar todos os tipos de terreno para os atletas: terra, matas selvagens, praias, lagos, campo de golfe, rios estão no caminho do bikers que terão que percorrer cerca de 6 km da pista de MTB.
As inscrições promocionais vão até o dia 22 de setembro. Quem não participou em nenhuma etapa deste ano também pode se inscrever e sentir a emoção de pedalar no maior evento esportivo da América Latina. Para fazer a inscrição é fácil: clique aqui  e siga o passo a passo até o final. A inscrição só será confirmada após o pagamento do boleto bancário. Não fique de fora!
Fique por dentro dos valores das inscrições
Copa Internacional de MTB – Elite Masculina, Sub23 e Elite Feminina (3 dias de prova)
Para quem estiver hospedado na Costa do Sauípe R$ 180,00. Para o atleta que não ficar
hospedado na Costa do Sauipe R$ 475,00 incluindo a inscrição e Day Use com café da
manhã, almoço e café da tarde nos três dias de competição.
Copa Internacional de MTB – Todas as outras categorias
Para quem estiver hospedado na Costa do Sauípe R$ 100,00. Para o atleta que não ficar hospedado na Costa do Sauipe R$ 165,00 incluindo a inscrição e Day Use com café da manha, almoço e café da tarde domingo
Copa de Amadores
Para quem estiver hospedado na Costa do Sauípe R$ 65,00. Para o atleta que não ficar hospedado na Costa do Sauipe R$ 130,00 incluindo a inscrição e Day Use com café da manha, almoço e café da tarde domingo.
TREINAMENTO NO COMPLEXO DO SAUÍPE
O atleta que quiser treinar no sábado de 11h às 16h30, curtir a praia e acompanhar as provas da Elite, deve adquirir um Day Use especial no valor de R$ 65,00 incluindo café da manhã, almoço e lanche da tarde.
Cada atleta pode levar um acompanhante pagando R$ 65,00 pelo Day Use e isso deverá ser adquirido no momento da inscrição. As demais pessoas pagarão R$ 100,00 pelo Day Use com café da manha, almoço e café da tarde incluído ou R$ 170,00 pelo Day Use All Inclusive (alimentação e bebidas) no resort.
Para mais informações, acesse o regulamento
Por assessoria CIMTB