Confira os dois percursos e altimetrias da etapa que fecha a temporada da CIMTB Levorin

Congonhas acontece entre os dias 18 e 20 de novembro. Altimetrias de percursos de 60 km e 38 km têm variações.
A emoção vai rolar solta na ‘Cidade dos Profetas’ entre os dias 18 e 20 de novembro. A última etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB Levorin) fecha a temporada com o Cross Country Maratona e faz parte do calendário mundial da UCI Marathon Series. Os percursos de 60 km e de 38 km irão exigir nível técnico dos atletas e proporcionar diversão.
De acordo com a altimetria do percurso de 60 km, a subida corresponde a 40%, assim como a descida. Já o trecho plano é relativo a 20%. Segundo a altimetria, o percurso tem uma ascensão acumulada de 1800 metros.
No trajeto de 38 km, há variações. A subida corresponde a 41% e a descida a 38%. Já a parte plana representa 21% do trajeto. A altimetria mostra ainda que a ascensão acumulada deste percurso é de 1390 metros.
O organizador do evento, Rogério Bernardes, ressalta que o evento continua desafiante. “O trajeto de Congonhas continua sendo desafiador como sempre. Além disso, os visuais da região faz da pista uma das mais bonitas do país”, afirmou.
MAPA-MARATONA-CONGONHAS-2016

Em busca de inserir atletas no esporte, a CIMTB Levorin lança categoria Peso Pesado em Araxá

Eduardo Boaventura Tannús
Eduardo Boaventura Tannús

Há mais de duas décadas, a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike busca incentivar e inserir pessoas no esporte. Com isso, uma categoria irá estrear a disputa no campeonato na primeira etapa do evento que acontece em Araxá entre os dias 4 e 6 de março. A Peso Pesado Cross Country (XCM) será uma prova para ciclistas acima de 95 kg.
Quem irá competir nesta categoria já está treinando. Um dos atletas é o empresário do setor hoteleiro de Araxá, Eduardo Boaventura Tannús. Com 103 kg e 52 anos, Eduardo intensificou os treinos com a finalidade de baixar o peso para 95 kg e conseguir um melhor desempenho na prova. Para Eduardo, a categoria é uma oportunidade de ter uma competição mais justa devido à estrutura corporal. “Minha categoria seria Sub-55 e tem muito atleta profissional que tem uma diferença muito grande de estrutura de peso. Eu pedalo há quase 30 anos, algumas etapas eu nem corria porque tinha dificultava devido à diferença de peso, agora está me dando mais ânimo de correr todas as etapas da CIMTB Levorin”, comentou.
Segundo Tannús, a expectativa é que a estreia dele na categoria seja positiva. “A Peso Pesado vai levar todo mundo ao mesmo nível. Esse vai ser o primeiro ano e a tendência é aumentar o número de competidores. Com uma pista técnica, rápida e tendo a oportunidade de correr com uma pessoa do mesmo peso que o meu, vai ser um sucesso total”, contou.
O organizador do evento, Rogério Bernardes, conta que o objetivo é inserir todo o público no evento. “Lançamos esta categoria em Congonhas ano passado e já foi um sucesso. Depois da prova vários atletas pediram para que a categoria fosse inserida no campeonato para correr todas as etapas. Achei justo e criamos mais uma categoria para atender o pedido dos atletas. Além da Peso Pesado temos outras que foram criadas para atender um público específico como é o caso da Segurança Pública. Nela estão correndo militares, delegados, policiais federais, guardas municipais, agente penitenciários, policial civil, bombeiros, entre outros. Isso me deixa muito contente e o melhor é ver o clima de amizade e uma competição sadia entre os atletas”, comentou.
A etapa de Araxá é a competição que tem a maior pontuação dentre as três etapas e tem classificação Stage Race Hors Class (SHC) pela União Ciclística Internacional (UCI), fazendo com que ela esteja entre as quatro maiores provas do mundo.

Rubinho Valeriano é hexacampeão e Isabella Lacerda é tri na CIMTB Levorin 2015

Rubinho Valeriano. Foto: Bruno Fernandes
Rubinho Valeriano. Foto: Bruno Fernandes

Congonhas, a cidade dos Profetas de Aleijadinho, teve um dia de fortes emoções e esforços hercúleos dos mais de 1.800 atletas presentes na última etapa da Copa Internacional Levorin de MTB. O domingo (8) consagrou Rubinho Valeriano e Isabella Lacerda como os campeões da temporada de 2015. O Santuário do Bom Jesus de Matosinhos também foi o palco de uma vitória inédita e uma dobradinha na decisão: Mário Antônio Veríssimo chegou em primeiro na super elite masculina e Isabella Lacerda venceu na feminina. Ela já tinha vencido o Desafio da Ladeira de Uphill na sexta-feira (6), fechando o fim de semana com desempenho perfeito.
Entre os homens, Rubinho Valeriano, agora hexacampeão da CIMTB Levorin, sabia da importância de administrar a boa vantagem na liderança, de 39 pontos, em relação ao seu concorrente direto, o suíço Lukas Kaufmann. Apesar da décima colocação na prova, válida pela UCI Marathon Series, Rubinho levou o troféu uma vez que Kaufmann ficou em sétimo lugar e reduziu em apenas seis pontos a diferença na pontuação geral. “Marquei bem o Lukas Kaufmann do meio para o fim da prova, porque tinha em mente que não poderia chegar muito longe dele. Assim, a mentalidade era de não chegar tão atrás do meu rival. Havia feito os cálculos e sabia, já no fim da última ladeira, que a vitória do campeonato estava assegurada. Cruzei a linha de chegada feliz pela conquista”, revelou Rubinho Valeriano.
Mário Antônio Veríssimo. Foto: Dyanna de Paula
Mário Antônio Veríssimo. Foto: Dyanna de Paula

Para o ciclista de Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais, ainda não caiu a ficha do seu feito. “É algo inédito para mim a conquista de um hexacampeonato, e também para a CIMTB Levorin na disputa da super elite masculina. Agora estou ao lado da Érika Gramiscelli como maior vencedor da história, algo muito gratificante. Mostramos aos estrangeiros como os brasileiros são fortes. A emoção é grande, mas a ficha só vai cair mesmo quando baixar a adrenalina e chegar em casa. Agora, só quero comemorar muito a conquista de mais um troféu importantíssimo na carreira”, comemorou Rubinho.
A vitória do goiano Mario Antônio Veríssimo teve um sabor mais do que especial, por ser inédita em sua carreira e por bater o belga Frans Claes, favorito ao título em sua segunda participação na CIMTB Levorin. Frans ficou com o vice-campeonato da etapa, seguido por Pedro Nicácio, Robson Ferreira e o atual campeão brasileiro de maratona, Halysson Ferreira. “Meu objetivo é sempre estar no lugar mais alto do pódio, por isso estou muito feliz com meu resultado. Em 2013 fui vice-campeão e agora conquistei o título. Me senti bem e estava concentrado, mas com objetivo de estar entre os cinco. Eu e o Frans escapamos do pelotão e um ajudou o outro a puxar o ritmo, até definir na ladeira”, vibrou Veríssimo.
Após completar a última etapa do ano da UCI Marathon Series, Frans Claes reconheceu a qualidade do campeão da tarde. “Estou muito cansado, algo normal para uma corrida tão rápida como essa. Não estou acostumado a maratonas com um ritmo tão intenso. Na Europa tem mais elevação de altitude e distâncias maiores. Tenho que admitir que o Mario Antônio é um ótimo atleta. Ele mereceu vencer porque foi mais forte do que eu hoje”, avaliou Frans. “Não esperava ser tão difícil essa subida final, mas depois dos 60 km pedalados foi complicado. Muito, muito difícil mesmo. Quero voltar de novo ao Brasil. As pistas são ótimas aqui na CIMTB Levorin e a organização excelente. Espero poder voltar mais vezes”, concluiu.
Isabella Lacerda. Foto: Dyanna de Paula
Isabella Lacerda. Foto: Dyanna de Paula

Tricampeã com direito a outra dobradinha – A mineira Isabella Lacerda segue imbatível na Terra dos Profetas. Após vencer as duas provas realizadas em Congonhas na última edição, o Desafio da Ladeira e a Maratona (XCM), mais uma vez Isabella foi soberana em ambas as disputas, e ainda garantiu o tricampeonato por uma diferença de apenas quatro pontos para a vice-campeã geral, Érika Gramiscelli, terceira na etapa. Ana Panini foi vice-campeã e Tania Clair e Roberta Stopa, quarta e quinta colocadas, respectivamente, completaram as cinco primeiras posições.
“A altimetria acumulada era muito alta. Não tinha uma subida pior, todas eram bem inclinadas. Com a chuva do dia anterior, ficou ainda mais pesado pedalar. E isso só vai desgastando o ciclista. Contava cada quilômetro e estava exausta. Caí perto do final da ladeira, porque não tinha mais força. Não conseguia girar o pedal. A motivação foi ver a linha de chegada. Se fosse um pouco mais longe, seria bem difícil chegar”, destacou Isabella, campeã com 170 pontos contra 166 de Érika.
“Meu equipamento funcionou muito bem, não tive câimbra como no ano passado e só tenho a agradecer todos da minha equipe, família e meu namorado. Durante a prova me incentivaram e torceram por mim demais. Amo o mountain bike, que é minha vida. E, conseguir mais um título da Copa internacional Levorin de MTB, que três anos atrás era meu grande sonho, é algo indescritível”, completou.
O futuro é agora – A CIMTB Levorin teve seus campeões definidos na edição de 2015. Todavia, o futuro já começou e novos ídolos surgem nas categorias de base do MTB nacional. É o caso do pequeno José Otávio Pereira Santos de 10 anos. Ele corre na Copa LM Bike de Amadores desde os três anos de idade e já traçou uma meta: chegar a elite como seu ídolo Henrique Avancini. Sua família o apoia e sempre está com o jovem piloto da mirim em viagens em todas as etapas da competição. “Ele é veterano na competição. Acho muito bacana vê-lo crescer no esporte”, disse o pai de José, Sandro Pereira que veio de Lavras, no sul de Minas Gerais, e também já participou diversas vezes do evento como atleta.
Classificação da etapa:
Super elite masculina:
1 – Mario Antônio Veríssimo (Ribeirão Preto/Tribo do Pedal)
2 – Frans Claes (Loving Hut MTB Team)
3 – Pedro Nicácio (Funvic Soul Cycle Team)
4 – Robson Ferreira (Go Treinos/Amazonas Bike)
5 – Halysson Ferreira (Focus Team Brasil)
6 – Guilherme Muller (LM/Shimano)
7 – Lukas Hofmann (Oce Cannondale)
8 – Bruno Martins (Calo Elite Team)
9 – Wolfgang Olsen (Ava Project)
10 – Rubinho Valeriano (AOO Specialized)
Super elite feminina:
1 – Isabella Lacerda (LM/Shimano)
2 – Ana Panini (Happy Bike)
3 – Érika Gramiscelli (Soul Cycles)
4 – Tania Clair (Free Force)
5 – Roberta Stopa (AABB Timbo)
6 – Letícia Candido (Focus XC Brasil Team)
7 – Giovana Corsi
8 – Liege Valter (Tripp Aventura)
9 – Maria Paula Rodarte (Clínica da Circulação)
10 – Julyana Rodrigues (Audax Bike Team)
Sub-23 masculina:
1 – Guilherme Muller (LM/Shimano)
2 – Bruno Martins (Caloi Elite Team)
3 – Naydson Cortes (Specialized Hoffmann XCO)
4 – João Pedro Firmeza (Ava Project)
5 – Jefferson Batista
Sub-23 feminina:
1 – Maria Paula Rodarte (Clínica da Circulação)
2 – Kelly Olimpio (Cadu Academia)
3 – Nathalia Peres (Cross Lapa)
4 – Priscila Olimpio
5 – Daniele Moraes (Tripp Aventura)
Classificação final do campeonato:
Super elite masculina:
1 – Rubinho Valeriano (AOO Specialized): 145 pontos
2 – Lukas Kaufmann (Oce Cannondale): 112 pontos
3 – Henrique Avancini (Cannondale): 106 pontos
4 – Guilherme Muller (LM/Shimano): 103 pontos
5 – Luiz Cocuzzi (Scott/Shimano/Lar): 102 pontos
Super elite feminina:
1 – Isabella Lacerda (LM/Shimano): 170 pontos
2 – Érika Gramiscelli (Soul Cycles): 166 pontos
3 – Agustina Apaza (Argentina): 122 pontos
4 – Raiza Goulão (AOO Specialized): 108 pontos
5 – Roberta Stopa (No Limits Team): 90 pontos
A Copa Internacional de Mountain Bike comemora a 20ª Edição em 2015. O evento tem patrocínio da Levorin, o pneu oficial da competição, e o co-patrocínio de LM Bike, Shimano, Specialized e Audax.

Mudanças na largada da etapa de Congonhas da CIMTB Levorin

Mudanças na largada da etapa de Congonhas da CIMTB Levorin
Mudanças na largada da etapa de Congonhas da CIMTB Levorin

A última etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike 2015, entre os dias 6 e 8 de novembro, na cidade de Congonhas, terá ao menos uma mudança significativa em relação às edições anteriores. Neste ano, o XCM, disputado no domingo (8), terá duas largadas, e não apenas uma, como acontecia até o ano passado.
Primeiro, serão alinhadas para a largada apenas as categorias cujo trajeto é de 60 km: Super Elites Masculina e Feminina abrirão a competição, seguidas por Júnior masculina, Sub-30, Sub-35, Sub-40, Sub-45 e Sub-50. Na sequência, haverá um intervalo para alinhamento e largada das categorias que percorrerão 38 km. Expert, cadete, sub-17, sub-55, sub-60, over 60, segurança pública e PNE largam na frente e o segundo bloco será composto por veterano, dupla sub-60, dupla sub-70, dupla sub-80, dupla over 81, dupla mista, feminina sub-40 e feminina over 40. As categorias Júnior Feminina e Sub-15 Masculina, cujo percurso é de 33 km, farão um deslocamento depois da última categoria e largarão no PC 3 para terem mais segurança. Os ciclistas mirins largam por último, para o traçado reduzido próximo à área de largada.
“Os principais motivos dessa mudança são melhorar o fluxo dos atletas durante a prova e garantir maior conforto e segurança a eles na largada, momento no qual enfrentaremos mais dificuldades neste ano por causa das obras na alameda onde os competidores são alinhados. Os atletas da segunda largada poderão acompanhar a primeira largada para, depois, alinharem em suas posições”, explica Rogério Bernardes, organizador da CIMTB Levorin.
Além do XCM, válido como etapa do UCI MTB Marathon Series e fundamental para as pretensões olímpicas dos atletas brasileiros, o evento em Congonhas terá o Desafio da Ladeira e a CIMTB Extreme Night Run na sexta-feira (6) à noite.
Conheça os percursos do XCM – A organização da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike já disponibilizou, no site oficial do evento, os vídeos dos percursos da etapa de Congonhas. As imagens podem ser acessadas por meio do link http://cimtb.com.br/etapas/uci-mtb-marathon-series-xcm-congonhas/#percursos.
Inscrições seguem abertas – As inscrições para a etapa de Congonhas estão abertas. Os interessados em participar da CIMTB Levorin, da Copa LM Bike de Amadores e da CIMTB Night Run devem se inscrever em www.cimtb.com.br.
O período de inscrições se encerra no dia 26 de outubro, ou quando todas as vagas forem preenchidas (*confira o regulamento no site). Na Copa Internacional Levorin de MTB, o valor para participar do XCM é de R$ 116,00 (PNE e Over 60 custam R$ 58,00) e, para competir no Desafio da Ladeira, de R$ 40,00. Na Copa LM Bike de Amadores, o preço é de R$ 70,00, exceto a categoria mirim – R$ 20,00. A corrida de montanha CIMTB Levorin Night Run, que aproveita a estrutura e a pista das provas de bike, tem inscrições até o dia 2 de novembro, por R$ 25,00.
Revista Digital – Já está disponível no site oficial da prova a nova edição da Revista Digital de Congonhas, com informações e novidades sobre a última etapa da CIMTB Levorin 2015 e o balanço da segunda etapa, em São João del-Rei, onde a argentina Agustina Apaza e o colombiano Fabio Castañeda se sagraram campeões.
Para ler o conteúdo da revista, basta acessar: http://cimtb.com.br/clipping/revista/congonhas-2015/.
A Copa Internacional de Mountain Bike comemora a 20ª Edição em 2015. O evento tem patrocínio da Levorin, o pneu oficial da competição, e o co-patrocínio de LM Bike, Shimano, Specialized e Audax.

Com ótima premiação, dia 20 de abril tem Maratona Cubo d’Água MTB em Vazante

No próximo dia 20 de abril de 2014, as atenções dos amantes dos mountain bikers estarão voltadas para Vazante, cidade mineira que abriga uma das maiores grutas do Brasil, conhecida como Gruta da Lapa Nova.
Mas não é a gruta que chamará a atenção nesse dia, e sim a realização da primeira Maratona Cubo d’Água MTB, com mais de 5.000 reais em prêmios. A prova será disputada na modalidade Maratona Trip Trail e será praticamente uma viagem por trilhas e estradas ao redor das grutas de Vazante.
O percurso é formado por diversas trilhas técnicas, subidas desafiadoras e um visual de tirar o fôlego, alguns dos fatores que fazem com que prova venha ficar marcada no calendário do mountain bike brasileiro.
A largada será nas dependências do Ginásio Poliesportivo de Vazante. O local conta com estacionamento amplo e toda infra-estrutura necessária. A competição é uma realização da Cubo d’Água Produções e conta com o apoio da ADCVM e da Prefeitura Municipal da Vazante.

Cartaz do evento

CARTAZ_FINAL

Inscrições

As inscrições serão feitas no novo sistema do Noispedala, onde você imprime o boleto antecipadamente.
Os custos serão os seguintes:

  • R$ 60,00 (Sessenta reais): Categoria Elite
  • 
R$ 50,00 (Cinquenta reais): Demais categorias. (exceto Infanto-juvenil e Turismo.).
  • R$ 40,00 (Quarenta Reais): Categorias, Infanto-juvenil e Turismo.

Premiação

Os organizadores preocuparam bastante com aquela parte que os ciclistas adoram. Mais de R$ 5.000,00 em premiação. Veja como ficou a divisão entre as categorias:
premiacao

Categorias

As categorias e distâncias ficaram definidas da seguinte maneira:

CATEGORIA

IDADE

PERCURSO

Elite Livre

60 km

Feminino Livre

45 km

Júnior 14 a 17 anos

45 km

Sub 23 18 a 22 anos

60 km

Sub 30 23 a 30 anos

60 km

Master A 30 a 34 anos

60 km

Master B 35 a 39 anos

60 km

Master C 40 anos acima

45 km

Infanto-Juvenil (podem ser acompanhados pelos pais) 10 a 13 anos

20 km

Turismo Masculino Livre

20 km

Percurso

Navegue pelo mapa abaixo e confira todos os detalhes do percurso:

Perfil altimétrico
Perfil altimétrico

Regulamento

Para conhecer o regulamento da prova, clique aqui.
Ficou alguma dúvida? Você pode entrar em contato com a Cubo d’Água produções através do telefone (34) 9960-4883 ou pelo facebook, http://facebook.com/cubodagua.

Júnio Alves vence a Maratona 10 anos de Liga Patense de Ciclismo

113 ciclistas participaram hoje da Maratona que comemora os 10 anos da Liga Patense de Ciclismo. A largada foi às 10h da manhã e a prova foi disputada em três tipos de percursos, de 18km, 40km e 50km.

Júnio Alves venceu na elite
Júnio Alves venceu na elite

A prova foi disputada na região dos trinta paus, antiga estrada Patos / Presidente Olegário. A largada foi nas dependências do Posto Itamarati. A Liga Patense de Ciclismo agradece ao proprietário por ceder o espaço.
A competição foi realizada pela Liga Patense de Ciclismo e contou com o apoio da Cemil, Subway,  Prefeitura Municipal de Patos de Minas, Noispedala, Star Bike, JEP Despachante, O Mundo das Peças, Auto Center José da Silva Pinturas e Copasa.
Participaram ciclistas de diversas cidades mineiras e de São Paulo.
Na categoria principal, Júnio Alves (Cemil) levou a melhor. Segundo o campeão, seu propósito era largar e fazer força desde o início. Mas logo na primeira subida, Hálisson Ferreira, que recentemente foi o 15º colocado na principal competição de ciclismo de estrada brasileira, imprimiu um ritmo muito forte.
Então foi necessário guardar um pouco mais. Como ventava bastante, Júnio foi acompanhado Halysson até o fim do morro da Escolinha. Daí em diante mesmo com Júnio imprimindo um ritmo mais forte, Halysson vinha acompanhado Júnio de perto. Antes do ponto de marcação, Silvinho Amorim alcançou os dois atletas que lideravam e abriu logo após. Daí para frente, Júnio resolveu mudar a sua estratégia. Os três chegaram juntos ao córrego. Silvinho continuava abrindo. Júnio e Halysson o perseguiam. Depois do Córrego Juninho atacou. Halysson conferiu e Silvinho ficou. Já no plano, Silvinho buscou os dois líderes.
Após a biquinha, no conhecido beco de areia, Silvinho abriu novamente. Na próxima subida acentuada, Juninho atacou e abriu de Halysson. Silvinho continuava na liderança até a subida dos bambus, onde Juninho o alcançou. Eles oram juntos até a ponte, onde a corrente do Silvinho saiu e a de Juninho também. Daí em diante, Juninho manteve o ritmo e venceu a prova com 01:48:04.
O segundo colocado foi seu companheiro de equipe Silvinho Amorim (Cemil) com 01:49:04, seguido por Halysson Ferreira (VELO/SEME Rio Claro) com 01:55:49.

Confira a classificação final

Elite

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:02:04 3 Junio Alves Vieira Elite 10:14:00 1:48:04
2 12:03:04 2 Silvio Otavio Elite 10:14:00 1:49:04
3 12:09:49 5 Halysson Ferreira Elite 10:14:00 1:55:49
4 12:18:14 1 Diogo Marques Elite 10:14:00 2:04:14
5 12:55:51 4 Giovani Carlos Elite 10:14:00 2:41:51

Feminino

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:04:59 16 Ana Paula Silva Mendes Feminino 10:02:00 2:02:59
2 12:23:48 22 Ana Cláudia Borges Feminino 10:02:00 2:21:48
3 12:30:59 18 Sandra Rabelo Feminino 10:02:00 2:28:59
4 12:48:22 23 Janaina Ribeiro Feminino 10:02:00 2:46:22
5 12:55:51 20 Natalia Pereira Feminino 10:02:00 2:53:51
6 13:02:51 19 Aparecida Francislene Feminino 10:02:00 3:00:51
7 13:18:20 17 Açucena Maria Fidelis Feminino 10:02:00 3:16:20

Júnior

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:40:04 102 Guilherme Cardoso Duarte Júnior 10:04:00 1:36:04
2 11:42:00 101 Robert Pereira Peres Júnior 10:04:00 1:38:00
3 11:49:22 109 Geraldo Magela Júnior 10:04:00 1:45:22
4 11:52:21 107 Jeferson Rodrigues Júnior 10:04:00 1:48:21
5 11:54:03 108 Alexandre Rabelo Júnior 10:04:00 1:50:03
6 11:55:51 105 Augusto Cesar Júnior 10:04:00 1:51:51
7 12:10:37 106 Luiz Fernando Júnior 10:04:00 2:06:37
8 0:00:00 103 Cairo Correa Júnior 10:04:00 13:56:00

Sub 30

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:08:53 411 Ivo Akira Sub 30 10:12:00 1:56:53
2 12:16:08 405 Silomar Gonçalves Sub 30 10:12:00 2:04:08
3 12:16:15 414 João Ricardo Sub 30 10:12:00 2:04:15
4 12:16:41 408 Mateus Lima Sub 30 10:12:00 2:04:41
5 12:18:18 404 Marco Tulio Ferreira Silva Sub 30 10:12:00 2:06:18
6 12:18:23 400 Paulo Henrique Sub 30 10:12:00 2:06:23
7 12:25:56 401 Leandro Sousa Sub 30 10:12:00 2:13:56
8 12:26:00 409 Patrick Oliveir Sub 30 10:12:00 2:14:00
9 12:30:27 407 Edmundo Vieira Sub 30 10:12:00 2:18:27
10 12:31:45 416 Ricardo Lopes Sub 30 10:12:00 2:19:45
11 12:34:05 402 Sávio Mota Sub 30 10:12:00 2:22:05
12 12:40:31 415 Alecio Correia Sub 30 10:12:00 2:28:31
13 12:42:06 406 Caique Martins Sub 30 10:12:00 2:30:06
14 12:48:06 413 Wilson Ferraz Sub 30 10:12:00 2:36:06
15 12:50:41 403 Fabiano Henrique Sub 30 10:12:00 2:38:41
16 13:18:21 410 Paulo Victor Sub 30 10:12:00 3:06:21

Master A

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:01:57 610 Geison Rabelo Master A 10:08:00 1:53:57
2 12:07:50 605 Flavio Augusto Master A 10:08:00 1:59:50
3 12:08:18 612 Rodrigo Caetano Master A 10:08:00 2:00:18
4 12:11:27 600 Rodrigo Cesar Master A 10:08:00 2:03:27
5 12:19:57 607 Adao Mendes Master A 10:08:00 2:11:57
6 12:29:05 603 Bruno Cesar Master A 10:08:00 2:21:05
7 12:34:23 609 Wanderson Marques Master A 10:08:00 2:26:23
8 12:34:24 604 Julio Cesar Master A 10:08:00 2:26:24
9 12:38:25 611 Euler Cesar Master A 10:08:00 2:30:25
10 12:39:56 602 Lucas Pimentel Master A 10:08:00 2:31:56

Master B

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:20:56 216 Flávio Moura Master B 10:10:00 2:10:56
2 12:21:25 217 Flavio Andre Master B 10:10:00 2:11:25
3 12:21:44 219 Danilo Carvalho Master B 10:10:00 2:11:44
4 12:28:40 213 Wender Jose Master B 10:10:00 2:18:40
5 12:32:02 214 Gleidson José Master B 10:10:00 2:22:02
6 12:46:18 218 Edson Rodrigues Master B 10:10:00 2:36:18

Master C

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:43:40 505 Redelvino Rodrigues Master C 10:06:00 1:37:40
2 11:44:30 504 Sandro Contins Master C 10:06:00 1:38:30
3 11:46:46 511 Carlos Antônio Master C 10:06:00 1:40:46
4 11:46:46 513 Vicente Paulo Master C 10:06:00 1:40:46
5 11:52:37 506 Ronaldo Caetano Master C 10:06:00 1:46:37
6 11:57:08 508 Ronival Caetano Master C 10:06:00 1:51:08
7 11:57:13 509 Luiz Carlos Master C 10:06:00 1:51:13
8 12:08:26 510 Antonio Cesar Pacheco Master C 10:06:00 2:02:26
9 12:09:57 512 Paulo Roberto Neto Master C 10:06:00 2:03:57
10 12:38:41 507 Dolimar Vieira Diniz Master C 10:06:00 2:32:41
11 12:46:14 501 Valeriano Jesus Master C 10:06:00 2:40:14
12 13:07:40 502 Andre Bontempo Ribeiro Master C 10:06:00 3:01:40

Estreante

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:50:12 303 Jivago Versiani Estreante 10:00:00 1:50:12
2 11:50:12 304 Luiz Francisco Estreante 10:00:00 1:50:12
3 11:53:34 628 Edson Pacheco Estreante 10:00:00 1:53:34
4 11:53:54 327 emerson renato borges Estreante 10:00:00 1:53:54
5 11:55:52 312 adelmar vaz de andrade junior Estreante 10:00:00 1:55:52
6 11:57:01 325 Leandro Caixeta Estreante 10:00:00 1:57:01
7 11:57:48 316 marcos silva borges Estreante 10:00:00 1:57:48
8 11:58:27 318 Francisco Farias Estreante 10:00:00 1:58:27
9 12:02:05 301 Thiago Henrique Costa Estreante 10:00:00 2:02:05
10 12:04:39 330 Moacir Pedro Estreante 10:00:00 2:04:39
11 12:06:24 319 Robert Rene Gurnet Estreante 10:00:00 2:06:24
12 12:08:22 326 Julio Cesar Estreante 10:00:00 2:08:22
13 12:09:06 317 Jeferson Felipe Marra Estreante 10:00:00 2:09:06
14 12:10:44 315 Arthur Franco Carvalho Estreante 10:00:00 2:10:44
15 12:11:23 307 Henrique Cury Estreante 10:00:00 2:11:23
16 12:16:48 323 Ederson Candido Estreante 10:00:00 2:16:48
17 12:24:41 328 Vladimir Fortes Estreante 10:00:00 2:24:41
18 12:28:50 322 Maxuel Torres Estreante 10:00:00 2:28:50
19 12:28:57 302 weslei geraldo costa Estreante 10:00:00 2:28:57
20 12:34:27 320 Breno Augusto de Sousa Teixeira Estreante 10:00:00 2:34:27
21 12:34:56 309 Bruno Martins de Oliveira Estreante 10:00:00 2:34:56
22 12:37:50 306 Almir Estreante 10:00:00 2:37:50
23 12:59:46 300 Henrique Nunes Guimarães Estreante 10:00:00 2:59:46
24 DNF 324 Lucas Natan Lopes Estreante 10:00:00 DNF

Infanto Juvenil

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:02:15 201 Rafael Fonseca Infanto 10:16:00 0:46:15
2 11:18:52 202 Gustavo Oliveira Infanto 10:16:00 1:02:52
3 11:48:20 200 Tales Oliveira Infanto 10:16:00 1:32:20

Turismo Masculino

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:01:00 619 Max Wilson Turismo M 10:20:00 0:41:00
2 11:04:32 618 Maicon Turismo M 10:20:00 0:44:32
3 11:07:09 621 Andre Luiz Turismo M 10:20:00 0:47:09
4 11:10:16 616 Vinicius Soares Turismo M 10:20:00 0:50:16
5 11:15:15 620 Vinicius Gonçalves Turismo M 10:20:00 0:55:15

CIMTB: Com disputas emocionantes, chega ao fim mais uma temporada. Confira os campeões

O campeão Henrique Avancini
O campeão Henrique Avancini

Depois de percorrer 5 cidades diferentes e mais de 4.000km, a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB) encerra mais uma temporada com chave de ouro na Bahia. Pela primeira vez no nordeste, o maior evento de MTB da América Latina reuniu mais de 300 atletas que pedalaram em três dias de prova na Costa do Sauípe. A cada dia uma nova competição. O primeiro nossas feras encaram  um contra-relógio (XCT), no sábado o short track (XCC) e no terceiro dia uma maratona (XCM).
O lugar paradisíaco recebeu a equipe da CIMTB de braços abertos. Os bikers tiveram a oportunidade de pedalar por um circuito inédito, além de experimentar vários tipos de terreno em um só lugar. A galera da elite disputou acirradamente cada centímetro do percurso.
Pela primeira vez uma prova de XCS (prova de fases com vários dias de competição) acontece no Brasil contando pontos para o ranking da UCI. ”Para nós foi muito importante realizar esta prova no Brasil pela primeira vez. Ela foi um laboratório para a etapa de Araxá que terá mesmo formato e dá um grande número de pontos aos atletas. Por isso atrai atletas da Europa e da América do Sul” ressalta o organizador da CIMTB Rogério Bernades.
Raíza Goulão, atleta da elite feminina, foi a grande vencedora da etapa no Sauípe, mas o título de campeã da Copa 2013 ficou com a mineira Isabella Lacerda. “Desde que eu comecei a pedalar eu sonhava com esse título da CIMTB”, afirma a atleta.
A campeã Isabella Lacerda. Foto: Bruno Fernandes
A campeã Isabella Lacerda. Foto: Bruno Fernandes

Henrique Avancini foi o nome da copa deste ano. O atleta levou para casa o título de campeão da temporada, mas quem levou a vitória no Sauípe foi o belga Frans Claes que teve que lidar o tempo todo com o forte calor, além da pista que era totalmente novidade para ele. “A temperatura estava muito alta, sempre acima dos 30ºC. Eu não estou acostumado a competir nessas condições e a pista é totalmente diferente do que tem na Europa, talvez porque seja próxima do mar. Eu fiz o que tinha que fazer. Trabalhei pesado e consegui fazer uma corrida maravilhosa e fiquei muito satisfeito com a vitória”, conclui.
O atleta belga Frans Claes. Foto: Bruno Fernandes
O atleta belga Frans Claes. Foto: Bruno Fernandes

Essa foi a primeira vez na história que um atleta de outro país ganha uma etapa da CIMTB.  A vitória foi conquistas nos pequenos detalhes: apenas 32 segundos de diferença no tempo acumulado nos três dias de prova.
Uma das atrações da pista foi o Coco Garden- um trecho de areia, a beira-mar, coberto com cascas de coco- onde era possível curtir o visual daquela região que é um dos mais bonitos da Costa do Sauípe.  De um lado podemos contemplar o azul do mar, e do outro uma lagoa, além dos condomínios Quintas Private e Casas de Sauípe da Odebrecht.
Super Elite
O ano de 2013 foi extremamente emocionante. Alguns nomes como Erika Gramiscelli, Raiza Goulão e Isabella Lacerda já eram favoritos para o título da temporada.
O ano começou bem para a hexacampeã, Erika Gramiscelli, que abriu a temporada 2013 conquistando o pódio em Araxá, Minas Gerais. Raíza Goulão, de apenas 23 anos, deu muito trabalho na temporada e mostrou todo seu potencial vencendo a terceira etapa em Divinópolis, Minas Gerais. Mas esse ano era da Isabella Lacerda que disparou na liderança na terceira etapa e de lá pra cá, foi difícil para as meninas da elite tirarem a diferença de pontos.
Na elite masculina, quem começou bem o ano foi Rubinho Valeriano, campeão de 2012. Rubinho conquistou o pódio em Araxá, mas viu Ricardo Pscheid conquista a etapa de São João e Avancini levar o primeiro lugar em Divinópolis e Congonhas. Apesar de ganhar apenas uma etapa, Rubinho só perdeu a liderança na quarta etapa. Durante a grande final, Rubinho deu muito trabalho ao líder Avancini, mas ao chegar em 6º na última prova viu o adversário conquistar o título da temporada.
CIMTB classificação geral
As disputas foram super acirradas em todas as  categorias da CIMTB. Na categoria Junior, José Gabriel Marques foi quem pedalou mais e levou o campeonato para casa. O dono do primeiro lugar na sub-15 foi o pequeno Lucas Sirio que fez uma ótima campanha este ano e promete ser uma das revelações do MTB.
Já na categoria Sub-17 quem mandou bem foi Gilberto Cézar Filho que chegou ao Sauípe na segunda colocação e garantiu o primeiro lugar da Copa. Frederico Nascimento Mariano chegou à final com uma diferença de 2 pontos de vantagem e garantiu na raça o campeonato na sub-23.
Na sub-30, Juliano Mariano chegou com 60 pontos de vantagem e confirmou o favoritismo ao conquistar o título. Marcelo Manoel da sub-35 foi mais um atleta que manteve a liderança e pegou o primeiro lugar geral. O atleta Silvio Amorim da Su-40 correu atrás da diferença de pontos e tirou a medalha de campeão das mãos do Marconi Ribeiro.
Abraão Azevedo, da Sub-45, manteve a liderança e papou o título 2013. Luiz Neto, da Sub-50, foi mais uma atleta que chegou ao Sauípe líder e manteve a colocação levando pra casa o campeonato da temporada. O mesmo aconteceu com o biker Dorivaldo Abreu que conquistou a Copa na categoria Sub-55.
O ciclista Dilermando Neto confirmou seu favoritismo ficando com o primeiro lugar na Sub-60. Hélio Vilela foi o grande nome da over-60 e comemorou muito quando subiu ao pódio.  Na turma da categoria para-desportistas, quem mandou bem foi o biker Jefferson Spimpolo. Parabéns, campeão.
Copa Amadores
A galera da Copa Amadores também fez bonito na grande final e deu um show de competitividade. Wesley Alves, da categoria Cadete, chegou à Bahia na frente e fez uma boa prova, garantindo assim o campeonato deste ano. Na categoria dupla mista, Gustavo Moraes e Soraya Moraes que pegaram pódio em Congonhas, repetiram o bom desempenho e levaram a melhor também no Sauípe. Fernando Aguiar e Ruben conquistaram o primeiro lugar da dupla over 81.
Enquanto isso,  na dupla sub-60, o favoritismo não foi confirmado e Fabio Lima e Antonio levaram o campeonato para casa. Na categoria dupla sub-70, Hudson Santos e Vitor Aguiar se destacaram dos demais nas duas últimas etapas e garantiram o primeiríssimo lugar. Os bikers André Silva e Márcio Gouveia foram os melhores na categoria sub-80.
A etapa na Bahia foi super tranquila para Gabriel Henrique Tonhão que já chegou em terras baianas como campeão da Expert. Na mesma situação que Gabriel estava Raquel Gontijo que foi ao Sauípe apenas para cumprir calendário. A atleta já chegou como campeã da categoria feminina over 40.
Outra atleta que já chegou à quinta etapa como campeã foi a Jaqueline Leal. A ciclista competiu com uma vantagem de 140 pontos em relação às outras belas da categoria feminina sub-23. Daniela Vieira foi o nome da feminina sub-40, pois fez uma excelente campanha neste ano. O biker Kairo Gratão também chegou tranquilo para a competição e faturou a medalha de campeão da temporada 2013 na Segurança Pública. O atleta Deilton Fernandes, da categoria Veterano, também chegou ao Sauípe com uma vantagem de pontos, mas precisou pedalar para conseguir se manter em primeiro e levar o campeonato.
Agora é começar os trabalhos para preparar mais uma temporada para nossos campeões. Em 2014 voltamos com tudo.
Por Assessoria CIMTB

CIMTB Sauípe: Henrique Avancini e Isabella Lacerda conquistam título inédito

IMG_0175
O domingo (6) começou agitado na Arena Sauípe. Mais de 300 bikers largaram para mais uma etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB). Atletas brasileiros, do Chile, Equador e da Bélgica fizeram da quinta etapa da CIMTB umas das mais emocionantes da temporada.
A largada foi dada às 8h da manhã, e a partir de então estava em jogo o título da etapa que seria disputado em três dias de provas, além da decisão de quem seria os grandes campeões da temporada 2013. Na superelite masculina, Henrique Avancini chegou ao Sauípe como líder, mas a diferença de pontos em relação ao Rubinho era pequena, e a situação podia mudar a qualquer momento.
Avancini venceu a prova Contra Relógio e respirou aliviado, mas no sábado de manhã (5), quem dominou o Short Track foi Rubinho Valeriano. E foi assim que os atletas foram para a pista: sem nada definido.
Na primeira volta no circuito de 21 km, Henrique Avancini liderou o pelotão e abriu vantagem, mas na última volta foi surpreendido pela ultrapassagem do belga Frans Claes que pedalou todo tempo no mesmo ritmo e conseguiu ultrapassá-lo nos minutos finais levando para a Bélgica o título de campeão da CIMTB Sauípe 2013.
Mas a chegada mais aguardada era de Avancini ou Rubinho Valeriano que estavam brigando diretamente pelo título. E assim que apontou, Avancini começou a comemorar a conquista da temporada 2013 da CIMTB. Segundo o campeão, a prova foi muito difícil. “Hoje eu tive que me defender muito do Rubinho e do Pscheidt, mas no final da terceira volta o Frans me alcançou. Eu tive que levar no limite porque eu realmente queria fechar este ano com a vitória na copa. Eu estou muito feliz” descreve.
IMG_0090
De acordo com Avancini, o campeonato deste ano foi muito difícil, pois explorou todas as modalidades domountain bike. “Foi complicado manter essa regularidade e principalmente se preparar para esta etapa. No campeonato mundial eu sofri uma queda e tive que ficar dez dias sem treinar e isso atrapalhou muito esse final de temporada, mas no fim deu certo” explica.
A situação na elite feminina era completamente diferente. Isabella Lacerda chegou a grande final com uma vantagem de 51 pontos. Só tinha dois fatores que tirariam o título dela: terminar a prova na 10ª posição ou quebrar a bike.
Raiza Goulão chegou à Bahia na terceira colocação, mas mostrou toda sua força ao conquistar o primeiro lugar da prova de sexta. Durante a maratona (XCM) de domingo, Raiza liderou toda prova, mas na cola estava a equatoriana, Alexandra Serrano, que deu trabalho na prova de short track e ganhou com tranquilidade no sábado (6). 

Após 2 horas e 2 minutos de prova, Raiza Goulão passou pela linha de chegada em primeiro lugar e escreveu seu nome na Copa como a primeira campeã da etapa do Sauípe. Em seguida, Alexandra Serrano chegou à arena com 2 horas e 3 minutos. Enquanto o público aguardava para ver quem era a terceira colocada, Isabella Lacerda apontava na entrada do evento comemorando o título inédito em sua carreira.
Após passar pela chegada, Isabella não se conteve e deixou as lágrimas caírem. Um choro de alegria e sensação de missão cumprida. Ao descer da bike, a atleta se ajoelhou olhando para o céu. “Vim muito focada para esta prova, e sabia que a gente teria muito calor e muito areia. Eu só tinha em mente que tinha que dar o meu melhor e pedalar forte para chegar, mas graças a Deus deu tudo certo” comemora.
Segundo Isabella ser campeã da CIMTB era seu objetivo para este ano. “Eu estabeleci essa meta. Queria ser campeã da CIMTB, e com as duas vitórias na copa eu consegui ganhar uma boa vantagem para chegar hoje aqui” explica. Mesmo com a vantagem, Isabella não deixou de treinar muito e nem perdeu o foco ao longo dos meses.
IMG_0108
Confira aqui o resultado oficial da CIMTB Sauípe 2013
Por Assessoria CIMTB

ALIGA: Confira as fotos da etapa de Jaboticabal

Mesmo com muita chuva, nossa equipe percorreu as trilhas de Jaboticabal e trouxe os melhores cliques para você.
O evento teve a participação de mais de 200 atletas que fizeram o evento ser marcante, pois completaram a prova com sucesso fazendo merecer a medalha de participação que diz: EU COMPLETEI. Confira e compre as suas fotos.
Fotos: Giovanna Soares.
[nggallery id=499]

CIMTB Sauípe: inscrições abertas. Garanta sua vaga

CIMTB Sauípe
CIMTB Sauípe

Foi dada a largada para a quinta e última etapa da CIMTB 2013. Entre os dias 04 e 06 de outubro, o Sauípe, Bahia, sediará a grande final da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike (CIMTB). Serão três dias de provas para a Super Elite e Elite Feminina. Na sexta, os atletas da elite encaram um desafio Contra Relógio (XCT). A prova de Short Track (XCC) promete esquentar os ânimos dos bikers durante o sábado. No domingo, dia 6, será realizada a prova da grande final no formato maratona (XCM) para todas as categorias da CIMTB e Copa de Amadores.
Pela primeira vez o Sauípe será sede de uma etapa da Copa. Diferente da etapas anteriores, o circuito da grande final irá proporcionar todos os tipos de terreno para os atletas: terra, matas selvagens, praias, lagos, campo de golfe, rios estão no caminho do bikers  que terão que percorrer cerca de 6 quilômetros da pista de MTB.
As inscrições para a etapa vão até o dia 22 de setembro com valores promocionais. Quem não correu em nenhuma etapa deste ano também pode se inscrever e sentir a emoção de pedalar no maior evento esportivo da América Latina. Para fazer a inscrição é fácil: clique aqui e siga o passo a passo até o final. A inscrição só será confirmada após o pagamento do boleto bancário. Não fique de fora!

INSCRIÇÕES PROMOCIONAIS ATÉ 22 DE SETEMBRO

Copa Internacional de MTB – Elite Masculina, Sub23 e Elite Feminina (3 dias de prova)
Para quem estiver hospedado na Costa do Sauípe R$ 180,00. Para o atleta que não ficar
hospedado na Costa do Sauipe R$ 475,00 incluindo a inscrição e Day Use com café da
manhã, almoço e café da tarde nos três dias de competição.
Copa Internacional de MTB – Todas as outras categorias
Para quem estiver hospedado na Costa do Sauípe R$ 100,00. Para o atleta que não ficar hospedado na Costa do Sauipe R$ 165,00 incluindo a inscrição e Day Use com café da manha, almoço e café da tarde domingo
Copa de Amadores
Para quem estiver hospedado na Costa do Sauípe R$ 65,00. Para o atleta que não ficar hospedado na Costa do Sauipe R$ 130,00 incluindo a inscrição e Day Use com café da manha, almoço e café da tarde domingo.

TREINAMENTO NO COMPLEXO DO SAUÍPE

O atleta que quiser treinar no sábado de 11h às 16h30, curtir a praia e acompanhar as provas da Elite, deve adquirir um Day Use especial no valor de R$ 65,00 incluindo café da manhã, almoço e lanche da tarde.
Cada atleta pode levar um acompanhante pagando R$ 65,00 pelo Day Use e isso deverá ser adquirido no momento da inscrição. As demais pessoas pagarão R$ 100,00 pelo Day Use com café da manha, almoço e café da tarde incluído ou R$ 170,00 pelo Day Use All Inclusive (alimentação e bebidas) no resort.
Para mais informações, acesse o regulamento
Por Assessoria CIMTB