Confira como foi o Enduro do Milho 2013

Premiação Categoria Livre
Premiação Categoria Livre

Cerca de 50 atletas de diversas cidades da região participaram da nona edição do Enduro do Milho de Regularidade MTB. A largada aconteceu nas dependências do Posto Universitário, e contou com a organização do José Gonçalves (Star Bike) e Henrique Amaro (Coelho).
Foi um percurso praticamente inédito de 20 km de trilhas próximas a nossa cidade. Diversos balaios, single-tracks e subidas desafiantes aumentaram o nível da prova.
A entrega de troféus aos vencedores das três categorias proporcionou uma grande festa para os amantes do Mountain Bike patense. O evento contou com o patrocínio do Grupo Setta, Cemil, Star Bike, Nutry Suplementos, NTV, Clube FM 99,7, Frutas Colorado, Band Bike e Noispedala.
Para conferir as fotos, clique aqui e acesse nossa fanpage do facebook.

Confira a classificação:

Livre

# EQ INTEGRANTES PATROCÍNIO PPT
1 100 Marco Túlio Barcelos 100
2 105 Arthur Franco Carvalho 118
3 101 EDSON VELOSO ROSKA BRACANA 296
4 118 Joao Paulo silva star bike 509
5 108 Vaninho da Costa star lanches 1904
6 106 VICTOR MIRANDA motoagra 1911
7 104 Alexandre Campolino 1923
8 109 Geraldo Eugênio Carvalho Vieira Júnior colegio CM 2025
9 102 Wender Charles Camilo 3737
10 103 matheus racing casa de peças são domingos 12600

 

PRO

# EQ INTEGRANTES PATROCÍNIO PPT
1 308 HELY CESAR TAVARES PACHECO e GABRIEL TEIXEIRA DE LIMA Feijão Nubiane 145
2 302 Eder Adriano Barbosa e Edson Pacheco Tigrão Cemil e Auto escola Minas 192
3 303 Murilo Fonseca e Marcos Tavares Benfica Z Decorações 203
4 307 Thiago Alves de Araujo e Flávio Paula de Oliveira Supermercado Atual e Academia Movimento 1417
5 306 Geraldo Magela Rodrigues e Vinicius de Moura Dias Grupo Setta e Tele.com 1853
6 305 PAULO ROBERTO NETO e AUGUSTO PAULO DA CRUZ NETO Real Confacções 1886
7 301 marcelo luiz da cruz e Fernando Henrique da Cruz Lojas Santa Cruz 2052
8 309 Antonio Sommer e Heitor Calazans Sousa Peres 2060
9 300 Jarbas Meneses e Fabio Meneses Cemil 2664
10 304 Hélio Bicalho Guimarães e Lawrence Rabelo de Almeida 4212

 

Iniciantes

# EQ INTEGRANTES PATROCÍNIO LARGADA PPT
1 206 André Luis Hipolito Borges e Richard Hirth 9:40:00 1038
2 202 Breno Augusto de Sousa Teixeira e Bruno Zinato Carraro DB 9:36:00 2153
3 205 Nilo Resende Reis e Walter Rocha Rubio Filho 9:39:00 2607
4 203 Henrique Caixeta Guimarães e Vinicius dos Santos Abreu 9:37:00 3111
5 204 Leonardo Silva Bras e Elias Regis de Araujo 9:38:00 3786
6 200 Rodrigo Celio Pereira e Delduque Mundim Setta 9:34:00 4640
7 201 VINICIUS DIOGENES MAIA e SIMONE DIOGENES RIBEIRO Imobiliária Maia 9:35:00 7775

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha das Águas – João Pinheiro – MG

Trilha das Águas
Trilha das Águas

João Pinheiro, 1º de Maio de 2013
Por Henrique Nunes
Acordar as 5 horas da manha de um feriado, encarar 151km de rodovia e depois mas 10 km de terra é somente para os verdadeiros amantes do Moutain Bike.
A trilha foi traçada pelo nosso companheiro Luciano Carvalho (Boss), após chegarmos a fazenda formiga e descermos as bikes dos carros, demos inicio a um singletrack de 30 km do inicio ao fim.
Descidas longas e de muita técnica, subidas desafiadoras, a trilha foi marcada também pelos rios e córregos. Quase chegando ao fim tivemos uma bela recompensa, uma cachoeira muito show.
Não podia deixar de comentar que na trilha éramos 7 bikers, sendo 5 com bike 26 e 2 com bike 29.
No final o placar de tombos foi de 10 para as 29 e 3 para as 26, alguns destes tombos irão entrar para votação de tombo do ano. No mais é só conferir o vídeo e entender o motivo de tanta paixão por este esporte que nos deixa ter um contato direto com a natureza.

Confira o vídeo

Diário de bordo: Trilha casca grossa – Perau das Andorinhas

O agronegócio e o turismo radical
O agronegócio e o turismo radical

Presidente Olegário (Mió lugar do mundo) – 1° de maio de 2012 (18 anos sem Ayrton Senna)
Por Bruno Fernandes
Quem nunca ouviu aquela piadinha? P.O.? P.O. lugar do mundo? Pior lugar do mundo o ca#*#*. Desculpem o palavrão, mas o sentimento é esse mesmo.
É de conhecimento de todos que nossa cidade-satélite Presidente Olegário é um grande celeiro agrícola. Presto serviços para a Prefeitura desta cidade desde 2004, e sempre dizem que é surpreendente a quantidade de opções para a prática do turismo radical. Hoje foi possível ver de perto este contraste. Poucos metros separavam uma enorme lavoura de soja de trilhas extremamente técnicas e com um visual incrível. O Perau das Andorinhas é muito bonito.
A foto oficial
A foto oficial

Já havia pedalado outras vezes na região, mas o percurso que o Luciano Pit Stop preparou foi surpreendente. Parabéns meu caro. Tem que passar a fórmula do google earth. Até o Euler Caixeiro Viajante com toda sua experiência, ficou de boca aberta com o pedal. Não sei muito bem explicar o caminho que fizemos. Eu não fazia a menor ideia onde eu estava. E nem fazia questão de saber. O que eu queria mesmo era desfrutar do que a trilha oferecia e das divertidas resenhas.
O que vai ficar marcado?

  • A quantidade de tombos. Foram muitos, muitos mesmo. Com destaque para a queda do Pedro Elias. Apesar do susto e dos ralados, ele está bem.
  • O ataque dos marimbondos. Até agora estou sentindo dores.. rs..
  • O extra-big-power sanduíche do Marcinho. Dava para alimentar uma família de 8 filhos em diversos países da África.
  • O retorno às trilhas do meu amigo Renato Amaral.
  • A melancia que compramos em um “oasis” à beira da Rodovia.
  • O sofrimento da maioria do companheiros. Mas queriam o que? A trilha chama Casca Grossa não é por acaso.

Por isso finalizo dizendo. Hoje, 1° de maio de 2012, para 19 bikers, Presidente Olegário é o mió lugar do mundo.

TV Noispedala com edição e imagens do Luciano Pit Stop

Confira as fotos do Geraldo Júnior

[nggallery id=349]

Diário de Bordo: Trilha em Paracatu

Certo dia o Flávio do Galo incentivou o Luiz Moura de Paracatu a pedalar. O cara gostou da ideia, comprou uma bike e gostou bastante da novidade. Depois de algum tempo, ele convidou o Flávio do Galo e marcaram para 26/03/2011 o Pedal em Paracatu.

A melhor trilha
A melhor trilha

O Flávio falou com o Gleidson e estes reuniram-se com o Bruno, o Geomar e o Euler e mesmo em uma época de chuva, viajaram 200 km para este pedal.
Para formar a turma de 10 companheiros, somaram-se a nós o Mateus, o Tuco, o Zé Maria e um dos maiores conhecedores das trilhas da região de Paracatu, o Rogerinho.
Acho meio difícil falar dos lugares que passamos, pois não conheço nada daquela região. Só sei que já saímos da cidade em trilha, próximo a um clube. Chegamos às margens da BR 040, onde havia muita água. Verdadeiras lagoas. Saímos rasgando aquilo tudo e chegamos a primeira serra. Ah, era só TRILHINHA. Com muuuito cascalho e pedras. Plano praticamente não existia. Ou subia ou descia.
Descemos uma serra de 3 km sem trégua. Um prato cheio para pilotos de Down hill. As curvas muito fechadas foram responsáveis por algumas quedas, mas nada grave. Chegamos então à um córrego. A galera prontamente adentrou-se e fez aquele tratamento de crioterapia. Logo após paramos em uma fazenda e fomos presenteados com uma água trincando de gelada.
Começou então as subidas. No meio desta subida, o Rogerinho, estilo TORA, que andava até com um facão na bike, sugeriu mudarmos o percurso e subirmos outra serra. 7 km de subidas. E que subida boa. Alguns companheiros sofreram um pouco e ficaram sem água.
Chegamos por trilha até à rodovia, onde resolvemos descer a BR num ritmo alucinante. Descidas muito boas. Paramos na biquinha e renovamos as energias com uma água nota 10.
Chegamos a Paracatu por volta de 12h30. Impressionante como todos os horários foram cumpridos de acordo com a programação.
Saímos de Paracatu às 15 horas. Logo nos eucapliptos de P.O., encontramos com o Jorge e um companheiro, que olharam para nosso carro e trombaram e foram os dois ao chão.
Quilômetros depois, encontramos uma grande galera de estradeiros retornando de um treino. Neste momento, quem liderava o treino era o Lazim.
Agradecemos o Luiz Moura, que nos recebeu em sua casa, um verdadeiro hotel 5 estrelas.
E aí galera, o que vocês acharam do pedal. Na minha singela opinião, foi a melhor trilha que já fiz.
Deixe aí seu comentário e vamos manter contato para marcarmos um novo pedal em Paracatu.