Bicicletas ocupam Jockey Club de São Paulo para corrida de Mountain Bike

Bicicletas ocupam Jockey Club de São Paulo para corrida de Mountain Bike
Bicicletas ocupam Jockey Club de São Paulo para corrida de Mountain Bike

Um dos lugares mais tradicionais da capital paulista, o Jockey Club, será palco de uma disputa diferente das habituais corridas que acontecem no local. Nos dias 12 e 13 de setembro serão os ciclistas que travarão a disputa pela premiação em dinheiro e valiosos pontos UCI (União Ciclística Internacional).
Os melhores atletas da atualidade no Mountain Bike brasileiro e América Latina estarão presentes ao Shimano Short Track 2015, tradicional prova de Cross Country disputada em um circuito de 1.100 metros dentro do Jockey Club de São Paulo. A competição que tem etapas em diversos países da América Latina faz parte do evento Shimano Fest, que em sua sexta edição chega a São Paulo pela primeira vez.
Para Rogério Tancredi, gerente de marketing da Shimano Latinoamerica, disputar uma prova de Mountain Bike praticamente no centro de São Paulo, terá um gosto especial para os atletas. “Não é todo dia que temos uma prova UCI de Mountain Bike aqui na cidade. Aliás, no Jockey Club, um lugar referência em São Paulo, muito bonito e com uma vista privilegiada da cidade. Acredito que teremos número recorde de inscritos”. Por ter chancela da UCI, o Shimano Short Track tem um ingrediente a mais para os atletas que brigam por vaga olímpica. Os pontos ali disputados poderão ser decisivos nas pretensões dos atletas.
A premiação em dinheiro, total de R$ 7 mil, é outro fator de peso na prova. Aos vencedores das categorias Super Elite Masculina e Feminina a premiação é de R$1.400,00. Os segundos colocados receberão R$900,00 e terceiros ficando com R$500. Para atletas na quarta posição o prêmio é de R$300,00 e finalmente, aqueles que chegarem na quinta posição ganham R$200,00. Mas os prêmios em dinheiro não param por aí: atletas que passarem liderando as voltas nos minutos 5, 10, 15 e 20 receberão prêmios de R$100,00 (metas volantes).
O Shimano Short Track é uma atração para toda a família que poderá ver de perto atletas de nível olímpico duelando em pleno Jockey Club, dentro do Shimano Fest. Aos ciclistas federados interessados em participar, as inscrições, limitadas, e regulamento podem ser encontrados no link: http://www.shimanofest.com.br/?page_id=649. Se você vai assistir a prova e torcer pelos atletas, anote na agenda: dias 12 e 13 de setembro no Jockey Club de São Paulo, entrada franca.
Confira a programção completa do evento: www.shimanofest.com.br.
Shimano Fest chega consolidado a São Paulo – Em 2010, a Shimano teve a iniciativa de promover um evento ao ar livre, incentivando o contato das pessoas com o mundo da bicicleta e da pesca. Já no primeiro ano, o Shimano Fest foi uma celebração do esporte, reunindo famílias e atletas profissionais de diferentes países num ambiente ideal para testes de bikes e equipamentos de pesca de diversas marcas.
O sucesso no Brasil foi tamanho que, em 2012, o evento extrapolou as fronteiras e ganhou uma versão na Argentina. Nas cinco primeiras edições, o Shimano Fest reuniu mais de 40 mil pessoas, confirmando a aceitação maciça de público e marcas e despertando o interesse de diversas cidades brasileiras. Neste ano o Shimano Fest chega finalmente à cidade de São Paulo, que está desenvolvendo uma estrutura cada vez mais propícia para a mobilidade urbana via bicicleta.

Mountain Bike garante mais três medalhas para o Brasil nos Jogos Sul-Americanos do Chile

Enquanto Raiza Goulão foi prata, Henrique Avancini e Rubens Donizete Valeriano fizeram a dobradinha no masculino.

Raiza Goulão nos Jogos Sul-Americanos. Foto: Maximiliano Blanco/Shimano Latin America
Raiza Goulão nos Jogos Sul-Americanos. Foto: Maximiliano Blanco/Shimano Latin America

Os ciclistas brasileiros de Mountain Bike brilharam neste sábado (15) nos Jogos Sul-Americanos, em Santiago (Chile), e conquistaram mais três medalhas para o Brasil. No feminino, a atleta Shimano da Soul Riders, Raiza Goulão, garantiu a prata após realizar as cinco voltas do circuito de 22 km em 1h29min05. A brasileira Isabella Lacerda, da LM/Shimano, terminou a prova em sexto lugar. Entre os homens, Henrique Avancini e Rubens Donizete Valeriano fizeram a dobradinha no percurso com seis voltas (26,4 km). Avancini foi ouro, com 1h24min37, e Rubinho prata, com 1h24min51. Catriel Soto (Argentina) completou o pódio.
“Foi a primeira vez que eu tive a oportunidade de participar de um evento de tamanha grandiosidade, com esse espírito olímpico. Estava ansiosa para a prova, porque sabia que contava com as principais atletas da América do Sul. O circuito era bem técnico, com subidas que exigiam potência e descidas técnicas com obstáculos como drops, rock garden, pedras e terra fofa. Por tudo isso, fico feliz com esse resultado”, vibrou Raiza Goulão, atleta de Pirenópolis. O ouro ficou com Agustina Maria Azapa (Argentina) e o bronze com Angela Sierra (Colômbia).
A ciclista argentina liderou a prova em todo o percurso, e finalizou os 22 km em 1h26min22, mais de dois minutos à frente de Raiza Goulão. A brasileira manteve-se ao lado da colombiana Angela Sierra até o km 13, quando ambas estavam 2min10 atrás da líder. Alguns quilômetros à frente, Raiza conseguiu fazer a fuga e garantir o vice-campeonato sul-americano. Angela completou o pódio com 1h29min26. Isabella Lacerda, uma das favoritas , finalizou em sexto lugar, com 1h34min30.
Dobradinha brasileira no pódio.
Dobradinha brasileira no pódio.

Os quatro destaques brasileiros no mountain bike voltam ao Brasil no início da semana e já viajam para Araxá para participar da abertura da Copa Internacional Levorin, que será disputada de sexta a domingo (21 a 23). A competição é a mais importante da modalidade na América Latina e conta pontos para o ranking da UCI.
Neste domingo (16) os ciclistas de Estrada fazem a última prova da modalidade em Santiago. Os homens pedalarão 160 km, enquanto as mulheres 80. Murilo Ferraz e João Gaspar, ambos atletas Shimano da Ironage/Colner, buscarão medalhas para o Brasil ao lado de seus compatriotas William Chiarello e Magno Nazaret.
Sobre a Shimano – Empresa líder de mercado em componentes e acessórios para bicicleta, pesca e remo, a Shimano foi criada em 1921 e possui sede em Sakai, no Japão. O escritório da Shimano Latin America (SLA) foi fundado em 2007 e conta com sete parceiros comerciais no Brasil: Biape, Ciclo Cairu, Isapa, Joytech, JR Comércio, LM Bike e Mix Bicicletas.
A Shimano desenvolveu as exclusivas tecnologias STI (Shimano Total Integration – alavanca de marchas e freio integrados), SPD (Shimano Pedaling Dynamics – para sapatilhas e pedais) e SIS (Shimano IndexSystem), reconhecidos e referência no mundo todo. Possui entre suas marcas nomes que são sinônimos de qualidade e performance no universo ciclístico: XTR, Dura Ace, Ultegra, DI2.

Grupo Shimano XTR 2015 com 11 velocidades e eletrônico? É isso mesmo?

Há alguns dias imagens do novo grupo Shimano XTR da lendária versão 2015 circula na web.
Quais são as novidades prometidas?

  • Cassete de 11 velocidades;
  • Displays eletrônicos para indicar a marcha atual;
  • Troca de marchas eletrônicas.
  • Uma só coroa.

Vamos aguardar.

Segue algumas fotos:

2b33f9cb3e417bc5704a16383dd2641d
3
8e5de616cc1e48b4c562d8f891215766
17f7d2b799d2c2075bf9410158ffb3fb
126da01e1ac612c8489c771dc8f21fa6
446a9ed7f13e435fe2558c6f0035be31
6397a3a60a13724391ae87160f275225
c2570a6104738b78d915d04e95766ef7
e5bd18c809a8f7fb11488b990c744e93

CIMTB Divinóplis 2013: Isabella Lacerda comenta sobre a ansiedade para a prova

Isabella Lacerda
Isabella Lacerda

Faltando 2 dias para o início da 3º Etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike, nossa equipe bateu um papo com a atleta Isabella Lacerda, da Equipe LM Bike/SHIMANO, referente a perspectiva para essa etapa que promete grandes emoções na cidade de Divinópolis-MG.
NPD : Isabella, na segunda etapa realizada em São João Del Rei você foi a grande campeã completando a prova em 01hr e 21min, o que representou para você essa vitória?
Isabella Lacerda: A vitória em São João Del rei foi uma sensação incrível! Sempre foi meu foco a CIMTB e eu ainda não havia vencido uma etapa de XCO. Fiquei muito feliz com meu desempenho e resultado.
NPD: O circuito em Divinópolis, é muito técnico, possui muitas curvas e subidas íngremes. Qual sua perspectiva para essa próxima etapa da competição ?
Isabella Lacerda: A etapa de Divinópolis é muito especial para mim. Por ser perto da minha cidade, toda minha família e amigos vão ao evento torcer e me incentivar, é uma emoção muito grande. A perspectiva é sempre as melhores, sei que o nível das meninas está muito alto e não será uma etapa fácil, mas vou dar o meu máximo e buscar o melhor lugar ao pódio.
NPD: Você vem competindo freqüentemente em circuitos que exigem bastante força e determinação. Como esta o seu foco em base dos treinamentos de preparação que dedicou para a prova desse final de semana ?
Isabella Lacerda: Os treinamentos estão muito intensos, o foco é total para a CIMTB. Meu treinador Cadu Polazzo faz sempre uma periodização do treinamento visando as principais provas e intensificamos muito para a etapa de Divinópolis.
Gostaria de agradecer o carinho e atenção dessa atleta maravilhosa que sempre está presente destacando no mundo do Mountain Bike. Parabéns e boa sorte na 3º Etapa da CIMTB, do dia 28 a 30 de Junho em Divinópolis, e em toda sua carreira. Muito obrigado Isabella Lacerda pela receptividade com nossa equipe.
Entrevista: Giovanna Soares

Stopa e Pscheidt vencem o Circuito Shimano de Short track em São Lourenço

Foi realizado a instantes atrás em São Lourenço a segunda edição do Circuito Shimano de short track.
A prova foi disputada por categorias, com destaque para as categorias elite masculino e elite feminino que reuniu os melhores atletas do mountaim bike sul americano.

Stopa e Pscheidt vencem o Circuito Shimano de Short track em São Lourenço
Stopa e Pscheidt vencem o Circuito Shimano de Short track em São Lourenço

Na categoria elite masculino, Ricardo Pscheidt foi o grande campeão, seguido por Gilberto Góis e Kleber Souza do Nascimento.
Já na elite feminina, vitória brasileira com Roberta Stopa que sempre vem vencendo as provas de short track. A segunda colocada foi a chilena Daniela Rojas e Erika Gramiscelli foi a terceira.
Também foi realizada a prova da categoria mirim e da categoria imprensa.
Na categoria imprensa, a colocação foi a seguinte:
1o Bob Nogueira (Bike Action)
2o Marlen (Tripp)
3o José Antônio (Brasa Bike)
4o Alessandro (Score Tools)
5o Luiz (Shimano)
6o Cesar Cajanini (Bike News)
No fim da manhã e no período da tarde, a pista está aberta para treinamentos e a grande novidade na pista é o descidão CIAO.

Confira as fotos

[nggallery id=241]
 

DYNA-SYS é a nova geração Shimano para sistemas de transmissão de 10 velocidades para MTB

A Shimano apresenta uma tecnologia totalmente nova para sistemas de transmissão para MTB: Dyna-Sys. Essa nova tecnologia revolucionária utiliza um cassette de 10 velocidades, porém a qualidades desse novo sistema não se limita somente a isso. O sistema de transmissão totalmente redesenhado cria um série de benefícios para o ciclista.

  • Não é somente uma marcha a mais;
  • É uma relação de marchas equivalentes para uma troca mais suave e uma transfêrencia de força dinâmica;
  • É uma pedalada otimizada, com combinações de marchas que melhoram a eficiência e a durabilidade;
  • É tudo sobre a performance: Dyna-Sys oferece um sistema de transmissão mais estável para qualquer tipo de ciclista;


As vantagens de uma relação de marchas dianteira mais proxima com ampla opção em cassetes:
Aumento na eficiência

  • A ampla opção de marchas com 10 velocidades significa que o ciclista poderá utilizar por mais tempo a coroa de 32 dentes, e quando há a necessidade de diminuir para marcha mais leve, será suave e rápido graças a coroa menor de 24 dentes. A coroa maior de 42 dentes também é mais facil de pedalar e suave, o que fará com que os ciclistas a utilizem com mais frequência.
  • Tradicionalmente, os ciclistas tinham que fazer duas ou três recuperações de marchas toda a vez em que a mudavam para a coroa de 22 dentes. Com o Dyna-Sys é somente uma recuperação e a sua necessidade é bem menor.
  • Dyna-Sys faz a transição de redução de marchas com um “tranco” menor, fazendo com que o ciclista empenhe constantemente a eficiência da força enquanto mantêm a cadência.

Notável estabilidade

  • A totalmente nova corrente de MTB de 10 velocidades direcionada, significa troca de marchas suaves, leveza e grande performance.
  • Relação de marchas mais próximas significam pequenos “saltos” entre as marchas, movimentação mais eficiente da corrente e menos chances de derrubá-la em condições mais extremas.
  • A rota mais estreita do cabo e o conduíte mais curto do câmbio traseiro fazem com que o sistema seja mais imune a contaminações e aos movimentos da suspensão traseira.

Mais informações: http://www.dynasystech.com e http://bike.shimano.com.br/publish/content/global_cycle/pt/br/index/news_and_info/news/conheca_o_dyna-sys.html