Confira como foi a sexta etapa da Copa Cemil de Ciclismo 2012 – Montanha

Neste domingo foi realizada a sexta etapa da Copa Cemil de Ciclismo 2012. 41 ciclistas das cidades de nossa região, participaram desta etapa de montanha que teve largada simbólica próximo à Dipam.
A largada oficial foi em frente à Bebidas Zago e os ciclistas subiram o anel viário, foram até o distrito de Sertãozinho e retornaram ao Posto Cometa, passando pelo temido “6KM”.

Confira as imagens do Mídia Rider Gilmar Faria


Os primeiros colocados em cada categoria foram os seguintes ciclistas:
Open
1- Danilo jeferson- patos de minas
2- Joao Ricardo— joao pinheiro
3- Alex Moreira –Carmo do paranaiba
4- Eduardo Reis carmo do paranaiba
5- Paulo Cesar- Joao pinheiro
Feminina
1- ana paula- Patos de Minas
2- Mirin Pamplona- uberlandia
3- Edna aparecida – Patos de Minas
Junior
1-Celso junior- Uberlandia
2 -joao victor- Uberlandia
3- Felipe oliveira- Patos de Minas
4- silomar gonçalves- Patos de Minas
5- paulo victor——-
Master A
1- Silvio Otavio- Patos de Minas
2- Valdiney Oliveira- carmo de Minas
3- Hugo burgos – uberlandia
4- jose gonçalves- patos de Minas
5- denilson ricardo(lagoa) – Patos de minas
Master B
1- Marcelino fernandes- Patos de Minas
2- Ronival caetano – Patos de Minas
3- Rogerio Dias – Patos de Minas
4- Gilton Al;ves_  patos de minas
5- Gilmar Guimaraes- Uberlandia
Elite
1- Flavio Fernandes- Patos de Minas
2- Dheime Galvao- patos de minas
3- Rodrigo caetano – Patos de Minas
4- Wilson ferraz- Patrocinio

Confira as fotos

[nggallery id=406]

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha do Topo do Mundo

Sábado, 14 de abril
Por Henrique Cury
Sábado, 14 de abril 2012, 14:00 horas sol rachando e a galera da Band Bike firme rumo a Trilha Topo do Mundo.
Logo na saída alguns comentários que assustavam, “A trilha é pesada, você viu no site”, “Sobe muito”, contudo saímos animados a enfrentar a trilha preferida do Julliano.
Céu azul e um sol daqueles estimulantes para enfrentar a subida da Marabá, encontramos outros companheiros no trajeto até o Posto Cometa, lá um biker que levava seu filho na cadeirinha decidiu não continuar, outros que não estavam com bicicletas apropriadas também resolveram retornar depois de orientações passadas pelo Luciano e Celinho.  Ficamos pesarosos, mas melhor assim, continuamos. A primeira descida já mostrava como seria a trilha, radical, cheias de pedras, erosões e muita subida, muito técnica por assim dizer, alguns empurraram suas bikes , continuamos descendo dentro da mata onde por sorte achei a bolsa de ferramentas do Geraldo que desce sempre acelerando e registrando nossas pedaladas brilhantemente. Bacana demais.
Subindo, subindo rumo ao Topo do Mundo, literalmente, a galera  sempre bem humorada só se escutava as piadinhas, “Estamos subindo um vulcão”, Himalaia”, “Essa é a trilha que você gosta Juliano?”. Subimos muito e foi pesado mais o que nos esperava no topo foi imensamente gratificante, fomos contemplados com um visual deslumbrante e uma descida irada demais.
Agora rumo ao Arraial dos Afonsos nossa estreante Gisele(esposa Henrique Cury) foi batizada em grande estilo, sofreu sua primeira queda, nada grave somente alguns arranhões. Nestes momentos e em vários outros que constatamos  o quanto esta galera é especial, a atenção a Gisele foi unânime, até reboque ela ganhou do Celinho em uma subida de uns 2 km na volta. Parabéns Celinho.
Enfim em direção a cidade paramos em um posto para tomarmos um refrigerante e acabar de chegar em casa. Foi uma tarde cheia de companheirismo, superação e um visual show de bola.
Um abraço a todos, obrigado pela oportunidade até a próxima.
Valeu demais.

Assista nossa edição semanal

Diário de Bordo: Trilha Topo do Mundo 13/03/10

O diário de bordo mais uma vez ficou para o Euler Caixeiro Viajante.
Marcamos as 07h30min com saída da Praça da Wolks. Chegando à praça observamos que o Zé Gonçalves da Star Bike, Juninho e o Iata estavam preparando para viajar para uma competição em Brasília, todos chegaram no horário menos o guia da trilha Kuririn. Enquanto esperávamo-lo apareceu o Fabiano Spaço doido para ir mais deu porque tinha compromisso com trabalho.

Galera de sábado no "Topo do Mundo"
Galera de sábado no "Topo do Mundo"

Até que enfim o Kuririn chegou e saímos subindo a Major Gote. Quando descíamos ao lado da Coopatos eis à primeira desistência Felipe com problemas no pneu de sua bike.
Continuamos nossa trilha. Antes de começar a descer a Secretária, o Vanim Star Lanches furou o pneu. Com tudo resolvido continuamos a trilha. No final da secretária onde é bem perigoso, o Robinho descendo bem tranqüilo como de costume, infelizmente a suspensão dele travou em baixo não teve retorno. Deu um capote que todos ficamos preocupados. Ele ficou até sem fala.
Acabamos de descer e o Robinho resolveu voltar. Fomos todos unânimes na decisão de voltar com ele, mas o Robinho não aceitou e acabou voltando sozinho.
Continuamos a trilha com expectativa da chegada no Topo do Mundo. Quando chegamos foi só risada da galera, pois quinze dias atrás o Fabiano Spaço havia levado a galera para conhecer esta trilha. De acordo com ele não conseguimos chegar ficou totalmente perdido. E o pior que ele levou a galera no lugar certo e nem havia notado.
Continuamos a trilha com sentido Arraial dos Afonso. Tudo normal voltamos pelo cemitério paramos no corregozinho para pegar água subimos até a estrada do Sumaré e voltamos pela Marabá.
Tive com o Robinho depois, ele foi ao Médico tirou radiografia das costelas e felizmente não deu nenhuma fratura e ele já está de volta à sua vida de ciclista normal.
Veja as fotos desta aventura!
[nggallery id=69]

Convite: Pedal Noturno na Trilha da Meia noite

Galera do NPD, hoje faremos o seguinte trajeto. Sairemos do Balão da Wolks, sentido Avenida Marabá onde faremos a trilha da Meia noite, batizada após o gagame ter sido guia e termos chegado meia noite. Porém hoje chegaremos por volta das 22 horas. Veja ela no módulo Trilhas do site que tem ela no GPS,

Vamos pedalar galera!
Vamos pedalar galera!

Ponto de Encontro: Balão da Wolks
Horário de Saída: 18h50min com tolerância de 10 minutos
Nível da Trilha : Médio
Previsão de Km: 30 quilômetros.
Previsão de Hora de Chegada: 22h, caso não ocorra nenhum incidente.
Não Esquecer: Bike Regulada e Lubrificada, Remendo de Pneus, Ferramentas, Luvas, Capacete,  Água, Repositor Energético, Documentos e Dinheiro.
Importante:Somente não iremos, se na hora da saída, estiver chovendo forte, chuviscos e garoas estaremos saindo.
Guia: Magela
Autor do Diário de Bordo: Magela
Fotos: Gleidson Oliveira
E não esqueça. Novatos são sempre bem-vindos.

Convite Pedal Noturno, quinta-feira 07/01/2010

Galera do NPD, hoje faremos o seguinte trajeto. Sairemos do Posto São Cristóvão, deslocaremos até às Molas Americanas, sairemos próximo ao presídio. Subiremos através do Pesque Pague até à Escolinha Amadeu Maciel, atravessaremos a BR e voltaremos pelos cafezais próximos ao ARagão

Chegou a hora de pedalar. Vamos começar 2010 com o pé direito.
Chegou a hora de pedalar. Vamos começar 2010 com o pé direito.

Ponto de Encontro: Posto São Crisóvão
Horário de Saída: 18h50min com tolerância de 10 minutos
Nível da Trilha : Baixo
Previsão de Km: 25 quilômetros.
Previsão de Hora de Chegada: 21h30min, caso não ocorra nenhum incidente.
Não Esquecer: Bike Regulada e Lubrificada, Remendo de Pneus, Ferramentas, Luvas, Capacete,  Água, Repositor Energético, Documentos e Dinheiro.
Importante:Somente não iremos, se na hora da saída, estiver chovendo forte, chuviscos e garoas estaremos saindo.
Guias: Bruno e Euler
Autor do Diário de Bordo: Bruno
Fotos: Luis Farol de Carreta e Kuririn
GPS: Sérgio Zago Pivodrip
E não esqueça. Novatos são sempre bem-vindos.

Diário de Bordo: Trilha Arraial dos Afonsos e Sertãozinho 10/12/2009

Andrade, guia destaque do Brasileirão e Marco Túlio, guia destaque do Noispedala
Andrade, guia destaque do Brasileirão e Marco Túlio, guia destaque do Noispedala

Hoje o Diário de Bordo foi escrito em conjunto, pois foram tantos eventos que é impossível escrever todo o texto sozinho. Aqui quem vos fala é o companheiro Bruno Fernandes e o companheiro Hebinho, e já digo que as linhas abaixo serão surpreendentes. O que aconteceu em um mês nos últimos pedais noturnos, não chega nem perto dos acontecimentos registrados ontem. Ontem foi extraordinariamente ANIMAL.
Já eram 18h57min quando o tempo firmou e o Bruno não consegui “enforcar” o pedal noturno, tentou inúmeras vezes conseguir a desistência do Luis e do Hebinho, que disse que iria no pedal noturno de qualquer jeito e iria esperar-nos no Posto Caiçaras.  Antes de sair, já notamos a ausência não justificada do nosso guia Zé Gonçalves Star Bike, que nos colocou em uma grande aventura. Ficou definido que os guias seriam o Thiago New Bike e O Marco Túlio Gagame. 19h15min nós saímos sentido trilha dos Borges.
Subimos a Av. Marabá com 14 bikers. A chuva desanimou muita gente. Logo em frente à Coopatos o Pablo Bike Street voltou, deixando assim o grupo com 13 bikers.
Entramos na terra e logo no primeiro morro (de cascalho) o Vitor Bike Street, que estava com uma bicicleta sem marchas e somente com freio trazeiro caiu feio. Mas seguimos o trajeto. O Bruno, o Sérgio e o Celinho Band Bike desceram pelo estradão. O Gagame que estava estreando bike nova desceu por um caminho mais radical ainda.
Descemos a secretária sem registro de nenhum tombo. Logo após a descida, o Hebinho escorrega e toma aquele tombo. Foi só o primeiro da noite. Rodamos mais um pouco e o pneu do Thiago New Bike furou. Ele disse que tinha mais de um ano que não furava. Quando chegamos na estrada sentido Sertãozinho, a primeira indecisão. Para onde vamos? Resolvemos seguir em frente já guiados pelo Gagame. Eu estava observando que estávamos rodando muito, mas como estávamos todos satisfeitos e unidos, fomos tranquilos até chegarmos na Vila de LOST como disse o Hebinho. Sim, já estávamos na EPAMIG. Foi quando foi lançada a ideia de voltarmos pela rodovia. Mas todos disseram que íamos voltar pela terra mesmo. Subimos os morros próximos ao Sertãozinho, o pneu do Robson Barriga Verde fura. Paramos e trocamos mais um.
Seguimos o caminho até chegarmos em uma fazenda onde o Robson conheceu o senhor Zezinho que prontamente nos doou uma rapadura, e que com certeza salvou muita gente. O Celinho Band Bike caiu quando eu (Bruno) já estava segurando a bike e quase me levou ao chão também. A rapadura foi o incentivo que faltava para entrarmos literalmente no buraco. O Gagame que demonstrou ser um líder exemplar nos colocou em umas trilhas excelentes e quando a galera parou para dizer que chegaria mais tarde que o comum, o Gagame gritou: “Olha aqui galela” e enrolou com sua bike e foi aquele tombo também. Ele queria só tirar uma foto, mas seu tombo foi o mais engraçado da noite. Ele era mais humilde quando não era nosso líder. Ele sempre dizia que era da “Zelite” e que ano que vem nos enduros ele não vai na categoria dos “rôia” mais.
Na descida antes de chegar ao Arraial dos Afonsos, o Hebinho toma outro capote quando estava a uns 50 Km/h e vai parar a uns 5 metros da bike. A bike do Felipe (Sobrinho do Xandinho) começou a travar e sua corrente parecia uma mola de tão torta que tava. O Thiago em um ato solidário sem saber da gravidade disse que uma revisão resolvia. Paramos para arrumar e o Celinho e o Thiago mesmo sem alicate conseguiram resolver, depois de o Felipe empurrar um bocado. Em uma dessas paradas o Celinho cai mais uma vez. O Sérgio Pivodrip mostrou o resultado das aulas de RPM na subida do Arraial, deixando muitos muleques para trás. Até agora não sei se o chama Alisson ou Sebastião, pois toda hora alguém chama ele de “Tião.
No estradão a galera mostrou força no pedal e quando chegamos no trevo para tirarmos algumas fotos, pasmém já eram 23he50min.
Fica registrado também que o Luís farol de carreta não caiu nenhuma vez e nem foi preciso da esposa dele trabalhar de reboque desta vez. O Ângelo ENGESET também passou ileso nesta aventura, apesar de ter comido meia rapadura.
Acreditem nessa trilha aconteceu de tudo, porém o companheirismo prevaleceu. Chegamos no final da Marabá às 0h10min.
É isso aí galera, o pedal noturno de ontem foi excelente. Quem não foi perdeu. E amanhã, vamos todos participar do Enduro a Pé. Ou estão com medo de concorrer com a gente?
As fotos não são muitas, mas vale a pena ver. Clique aqui e veja as fotos desta aventura.
Quem não está acreditando pode conferir o trajeto que fizemos no GPS do Sérgio Pivodrip.

Convite Pedal Noturno, Trilha dos Borges dia 10/12/2009

40 pessoas participaram do último pedal noturno. Seremos quantos essa semana?
40 pessoas participaram do último pedal noturno. Seremos quantos essa semana?

Galera do NPD, quinta-feira o pedal noturno faremos a recém batizada Trilha dos Borges.
O percurso é o seguinte: Sairemos da New Bike (Bicicletaria do Thiago) sentido Rua Marabá, Estrada do Sumaré, desceremos a Secretária, chegaremos próximo ao Sertãozinho passando pela Fazenda do Jorge Artur, subiremos a Chácara dos Borges passando pela Aguinha e volta pelo Estradão de Sumaré.
Data: 10/11/09 Quinta – 18h50min
Tolerância: 10 minutos
Ponto de encontro: New Bike (Próximo à Igreja de N. Sa. Abadia)
Grau dificuldade: Média
Distância: 30 Km
Guia: Zé Gonçalves
Diário de Bordo: Bruno Fernandes
Informações: 9975-4745 (Magela) / 9169-0141 (Bruno)
Fotógrafos: Luís Farol de Carreta e Kuririn
Previsão de Hora de Chegada: 21h40min, caso não ocorra nenhum incidente.
Não Esquecer: Bike Regulada e Lubrificada, Remendo de Pneus, Ferramentas,Luvas, Capacete,  Água, Repositor Energético, Documentos e Dinheiro.
Importante: Somente não iremos, se na hora da saída, estiver chovendo forte, chuviscos e garoas estaremos saindo.
Duração: 2h40min se não houver nenhum incidente
E não esqueça. Novatos são bem-vindos.
Mapa New Bike.

Diário de Bordo: Cenourinha, Arraial dos Afonsos e Sertãozinho

Ainda bem que estávamos próximos ao cemitério
Ainda bem que estávamos próximos ao cemitério

Fala galera do Noispedala. Com o Magela viajando e o Bruno tendo que ausentar no meio da trilha, sobrou pra mim o Diário de Bordo. Aqui é o Euler, o caixeiro viajante, vamos lá então.
Combinamos as 07h00min no Posto Caiçaras para a partida. Atrasamos um pouco porque o Marquinho ligou falando que ia atrasar e o Kuririn Furão Voador não apareceu, mais não foi tanto assim. Às 07h20min arrancamos para mais uma trilha. Contamos a turma eram 11 animados bikers.
Subimos a Marabá, descemos entre a Coopatos e a Agroceres sentido cenourinha. Subimos tranqüilo sentido Posto Cometa. No terceiro mata-burro o comentário era um só, como o Joel Junior (irmão do Luis farol de carreta) conseguiu pular o tal mata-burro mesmo sendo rôia como ele é? Chegamos ao Posto alguns completaram as garrafinhas de água e fomos sentido Arraial dos Afonsos.
Viramos na primeira entrada ao lado da Valoriza. Tudo tranqüilo até chegarmos ao beco antes do cemitério do Arraial dos Afonsos, quando o Luis (farol de  carreta) viu uma rampinha de nada e inventou de pular (tirando onda). Ele levou um capote feio e acabou machucando, quebrou os óculos, capacete e rasgou o manguito e a luva, fora as escoriações para todo lado. Descemos até o Arraial dos Afonsos onde  o  Luis reclamou de dores e mais uma vez foi rebocado pela sua esposa (já ta virando rotina).
Decidimos separar a turma perdemos dois companheiros o Luis e o  Bruno (ELITE) que ficou na companhia do acidentado. Seguimos em frente demos uma volta boa de estradão. O Marquinho era só reclamação (cadê as trilhas?) passamos na fazenda do Sr Lúcio, lembramos do suco de manga da outra trilha que foi com o Magela. Passamos outra vez pelo Arraial agora sentido Sertãozinho. O Fabiano Spaço só falava que queria chupar manga. Conseguimos achar um pé de manga, acho que ele chupou mais de 10 mangas (forte o rapaz).
A atração do pé de manga foi nosso amigo Marco Túlio (Gagame) que sem mais nem menos soltou umas das tradicionais frases “GUIDADO! GA VAI O PAU. GAI DE BAIXO” e o pior, ele não conseguiu pegar nenhuma manga. Mas como ele não estava sozinho, chupou umazinha. Tadinho, com ajuda de um companheiro.
Pegamos umas trilhas legais, aí veio o Marquinho reclamar que estava empurrando a bike (mais gosta de reclamar). Chegamos ao Sertãozinho quando o pneu do Felipe furou. Trocamos a câmara e seguimos chegando ao morro da secretária. O Gagame soltou mais uma. Chegou pra mim e disse: “escreve que estou andando na frente só para os meus amigos verem que estou arrebentando no pedal”. Já estava chegando ao fim da trilha não poderia fazer o que ele pediu era injusto com os outros, afinal o Gagame só andou em último. Passamos no Posto Cometa para a tradicional coquinha e chegamos ao final de mais uma trilha.
Chegando em casa liguei para o Luis para saber notícias, graças a Deus foi só um susto, foi ao hospital tirou radiografia do braço e não deu nada.
Valeu galera e até a próxima trilha.
Clique aqui e veja as fotos desta aventura. Não são muitas fotos, pois o nosso fotógrafo acidentado teve que nos abandonar no meio da trilha.