Diário de Bordo: Trilha do Ribeirão São João, pelo Perau das Andorinhas

Presidente Olegário, Perau das Andorinhas, 10 de fevereiro de 2013
Por Bruno Fernandes

Uma das descidas que exigia técnica para carregar a bike e equilibrar.
Uma das descidas que exigia técnica para carregar a bike e equilibrar.

Quem acordaria às 5 horas da manhã, de um domingo de carnaval, para pedalar? Ou melhor. Quem ficaria de 5h às 18h, de um domingo de carnaval, envolvido com uma trilha de bike?
A resposta é surpreendente, principalmente quando se trata de uma trilha inédita, pelo temido Perau das Andorinhas, levantada através do Google Earth pelo Luciano Pit Stop. Foram 19 malucos que passaram por tudo hoje.
Depois de chegarmos de carro após o Santiago, descemos as bikes e começou a aventura. Que trilha travada, muitas descidas técnicas, subidas extremamente desafiantes e muitas quedas.
Esse era o visual em toda a trilha.
Esse era o visual em toda a trilha.

Ah, as quedas (os gatinhos para os mais íntimos). É difícil encontrar alguém que não caiu. Destaque para o Ismar (o mesmo que escreveu o diário de bordo da Trilha da Maria Fumaça), que após algumas quedas normais, e de andar por alguns metros empinando a roda de trás (babalú), sofreu uma queda que deixou marcas na clavícula e nas costelas. O cara é corajoso e não afina não. Terminou a trilha mesmo com essas avarias.
Falando em Trilha da Maria Fumaça, há uma dificuldade enorme quando algum participante volta para a vida real (aquilo lá não existe). Mas o Luciano conseguiu levantar um percurso tão bacana, que o assunto da Trilha da Maria Fumaça morreu logo no início da trilha. Que lugar bonito. Difícil descrever. Melhor você ver as fotos.
Alguns fatos marcantes:

  • A bandeja de biscoitos e o café quente que o Celinho serviu no Patão.
  • A trilha tinha de tudo. Estradão, bike trekking, descidas técnicas, subidas desafiantes, vários tipos de terreno e muuuuuita areia.
  • O banho de mangueira que tomamos logo após uma subida empurra bike terrível. A fila era grande e foi necessário estipular o tempo de cada banho.
  • A pilha dos GPSs acabaram. Foi tenso. Fomos salvos pelo celular do Rodrigo de Brasília.
  • Muitos problemas mecânicos. Roda, gancheira, selim, pneus furados e alguns mais.
  • O Luciano não carregou a bateria da GoPro e ficamos sem filmagens desse pedal.
  • O fascínio dos meninos de Santiago pelas bikes. Bom ver aqueles olhinhos brilhando.

Confira o percurso da trilha

Confira as fotos

Diário de bordo: Trilha Caminho de Santiago de Minas

Seria mera coincidência?
Seria mera coincidência?

Domingo as 07h45min, quando fui pegar minha bike deparei com o pneu furado, com isso cheguei atrasado ao ponto de encontro (cervejaria contorno), as 08h10min, lá estavam o Luizinho (Super Mário Bros), Euler e o Djanilton (viajante da crossinha) e ainda tivemos que esperar o Thiago Bicalho (BS confecções), que chegou por volta das 08h30min.
Subimos a Av. Marabá ouvindo o Djanilton falar que estávamos muito devagar (na NTV ele parecia mais humilde), passamos o trevo do Cometa entramos à esquerda e logo começamos a decida, o nosso amigo Djanilton quase caiu escorregando no cascalho.
Tomamos água no corregozinho do bambuzal, tiramos fotos no cemitério e chegamos ao Arraial dos Afonsos. Tomamos cokinha no boteco e seguimos em direção a Santiago. Nosso amigo Djanilton começou a empurrar a bike nas subidas e ficar para trás (voltou a ficar humilde). Optamos por não irmos até Santiago, pois o sol tava bravo e o Márcio Araújo (Djanilton), estava sentindo as subidas com sua crossinha sem marchas.
Na volta passamos pela chácara do Seu Lúcio (Lumi Gás) e fomos premiados com um suco de manga geladíssimo e ali ficamos por uns 30 minutos ouvindo o Djanilton contar suas histórias e o moleque ainda ganhou do Lucas (bocão) uma camiseta com os dizeres da bandeira de Minas Gerais.
Fim do descanso. Saímos sentido Patos e o nosso super herói Mário Bros como é de costume sumiu na frente. As 12h10min chegamos ao trevo do Cometa onde nos dividimos e eu levei o cadáver do Djanilton para casa do meu amigo Lucas (Tele.com) onde ele se ressuscitou comendo churrasco.
Quinta-feira noispedala de novo às 18h50min.
Clique Aqui e confira as fotos da trilha Caminho das Alagoas
Por Magela