Marcelo Cândido e Isabella Lacerda foram os campeões do 18º Intercity de Onça de Pitangui 2013

Pódio Elite Masculino
Pódio Elite Masculino

Neste domingo (27/01) aconteceu o 18º Intercity de Onça de Pitangui, MG, a primeira prova do ano de 2013 do mountain bike mineiro. A prova reuniu cerca de 398 atletas em uma das mais belas paisagens de Minas Gerais.
O formato da prova foi maratona em um circuito de apenas 28 km, visto que foi necessário alterar o percurso que estava estabelecido, devido às constantes chuvas, fato que colocaria em risco a integridade dos participantes. Foi uma prova rápida. O campeão Marcelo Cândido (LM / Shimano) completou o percurso em 01h01min.
Atletas de varias cidade de Minas lotaram a cidade de Onça do Pitangui, bela cidade por sinal. Nem a chuva deste final de semana desanimou os atletas, a largada foi com uma subida na serra de Santa Cruz até a antena, depois vieram as descidas em alguns ponto com barro.
Pódio Elite Feminino
Pódio Elite Feminino

Entre as mulheres, quem venceu foi a itaunense Isabella Lacerda (LM / Shimano). Logo após a prova foi servido o tradicional almoço para os participantes.
Silvinho fez o seguinte comentário sobre a sua prova. “Mesmo iniciando a temporada, não estava 100%, e com pneu furado e esvaziando, consegui ir levando, parando e enchendo até completar a prova. Só tenho a agradecer a DEUS por tantas bênçãos, pois estava molhado e com facilidade de se machucar, porque o pneu traseiro não estava firmando no aro. São problemas que todos nós atletas passamos e isso é normal em competições. Espero poder colher bastante resultados nesta temporada que se inicia. Parabéns à todos os atletas que participaram da prova. Agora a próxima será em ITU-SP dia 3 de Fevereiro, GP Ravelli, vamos com muita força e garra!
Quero agradecer meu Patrocinador, a CEMIL (BEBA SAÚDE.BEBA CEMIL), que confia em meu trabalho. Agradeço também meus apoios: Star Bike, Bike Fit, Medley Escola de Natação, Academia Lúcia Queiroz, Noispedala e OCE.”
Confira os resultados completos da prova.
Parabéns ao organizadores da prova, André Moisés e Marcelo Oliveira pelo empenho e dedicação, e também a todos os apoiadores e patrocinadores do evento. 

Top 5 Elite Masculino

  1. MARCELO CANDIDO
  2. UIRA RIBEIRO
  3. GUSTAVO RICARDO
  4. GERALDO RODRIGUES
  5. JUNIO ALVES

Top 5 Elite Feminino

  1.  ISABELLA LACERDA
  2.  LIEGE WALTER
  3. ERIKA  GRAMISCELLI
  4. ANA PAULA SILVA
  5. PRISCILA BENICIO

Resultados dos patenses:

  • Júnio Alves Vieira (Cemil) – Quinto na Elite Masculino
  • Ana Paula Silva Mendes – Quarto na Elite Feminino
  • Felipe Oliveira de Carvalho (Estofamento Santo Antônio Star Bike) – Sexto na Júnior
  • Marco Túlio Ferreira Silva – Décimo primeiro na Sub 23
  • Edimar Modesto de Freitas – Sétimo na Sub 30
  • Robson Marques de Souza – Décimo primeiro na Sub 30
  • Adão Mendes Braga – Vigésimo na Sub 35
  • Sílvio Otávio Neves Amorim (Cemil) – Sexto na Sub 40

Créditos das fotos: Diney Cachorro louco
Com informações do Lapa Bike .

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha das Aranhas

12 de maio de 2012 – Por Fernando Melo

Trilha das Aranhas
Trilha das Aranhas

Mais ou menos 25 participantes, todos com uma energia e uma expectativa só.
Após a Ponte do Rio algumas orientações sobre os pontos de paradas para a espera do grupo. Certos de que seria uma das trilhas mais bonitas de se fazer, mais orientações sobre equipamentos de segurança para alguns participantes, importância dos capacetes, etc.
Célio e Luciano estreando com os radinhos de comunicação, rsrsrs… um diálogo muito rico:
_Você não é mais gago!
_E você não é mais surdo! rsrsrsrs…
Dando sequencia, logo na primeira ponte, com as ‘’PEQUENAS’’ costeletas da estrada,  ficaram algumas garrafas de aguara para trás. Em seguida o morro mais bravo, a subida do lixão. Todos subiram, mesmo que empurrando, subiram…! Veio a descida, beleza…a sombra dos pinheiros, mas passou rápido e do outro lado outra subida, que subida! O fôlego fiou pequeno. No final começou a trilha radical. Ah, após a subida do morro o Bruno Gurgel  passou mal, detalhe…dor de barriga…pode acontecer com qualquer um.
A parte mais interessante: Contornando os eucaliptos e o café, veio as decidas e começaram os tombos,   a chuva começou também…parece que tinha sido combinado  com são Pedro!
Enfim…a travessia das aranhas, e como tinha aranhas! Em seguida a travessia do córrego, ah antes do córrego o Sérgio teve que voltar…Tinha compromisso com a esposa,  compromisso que nada, o cansado que bateu forte…!
Logo após a travessia do córrego, muito barro, muita lama e muito tombo. Começaram os problemas em algumas bicicletas. O Célio para não perder a prática resolveu…!
Tombo mesmo foi o do Geraldo Junior, que mais que depressa olhou para ver se tinha alguém filmando ou vendo…sorte dele, não tinha não, só o Fernando viu!
Após a subida, Célio amarrou duas camas de ar e guinchou um ciclista por mais de 10 km. O Célio sim ficou com o treino completo e ainda passou todos e chegou na frente arrastando o companheiro…!
Valeu galera!!! Pelo companheirismo, as boas gargalhadas, as novas amizades que se iniciaram nesta trilha. Espero que ainda venham várias outros!!!
Parabéns aos organizadores!!!

Assista ao vídeo do Luciano Pit Stop

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha Açoteia voltando pelas Pedreiras

Diário de bordo –  Trilha das Pedreiras voltando pelo Friends
10/03/12 – Por Celinho Band Bike
Mais um sábado gostoso pra pedalar. Depois de um sol forte na parte da manhã, já na hora da saída o tempo ficou nublado, a galera chegando e muitas caras novas no pedal da Band, porém sentimos falta de muitos ícones do pedal da band, figurinhas carimbadas que por motivo de força maior não puderam comparecer.

Mais um sábado excelente para pedalar
Mais um sábado excelente para pedalar

Saímos sentido ponte Paranaíba com entrada para a serra do mamão e o sol continuava escondido e o pessoal animado e concentrado.
Começamos a subir a serra do mamão e São Pedro nos abençoou com um chuva muito forte e fria pra animar a galera. A partir daí muito barro e argila tornou a pedalada mais técnica e os problemas foram de imediato: três pneus furado, duas correntes arrebentadas, um câmbio traseiro e um cambio dianteiro quebrado…. mas o serviço técnico de plantão resolver tudo e continuamos.
Tivemos a volta do Senhor Paulo Ávila com seus 63 anos, que mostrou empenho e dedicação. Ele é  um exemplo pra todos nós e orgulho para o Pedal da Band. Seja bem-vindo.
Também tivemos a queda do Gabriel devido a estrada muito escorregadia e que não passou de um susto.
Um grade abraço a todos e obrigado pela participação. Final de semana tem mais e trilha inédita, valeu galera.

Confira as fotos

[nggallery id=312]

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha Açoteia 2

11/02/2012 – Por Murilo Fonseca

Trilha Açoteia 2
Trilha Açoteia 2

Na trilha deste sábado São Pedro nos abençoou com uma leve chuva no começo da pedalada. O céu nublado no restante da trilha aliviou o calor que castigou nos dias anteriores e o clima foi perfeito pra pedalar.
Não foi possível fazer todo o percurso planejado pelo Luciano, pois um riacho que deveríamos atravessar estava com o nível de água acima do normal devido às chuvas. Mas só alteramos um pequeno trecho e seguimos em frente.
Passamos por terrenos argilosos e isso aumentou bastante o peso das bikes e exigiu mais força no pedal e equilíbrio pra não escorregar no barro.
Duas gancheiras quebradas e Celinho Mac Guiver entrou em ação com seu “Serviço Alternativo de Emergência” também conhecido como “gambiarra” e tudo se resolveu.
Alguns chegaram rebocados, é verdade, mas todos chegaram bem e já esperando a trilha do próximo sábado.

Assista a edição semanal do Luciano Pit Stop

As fotos da semana

[nggallery id=304]

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha Açoteia

28 de janeiro de 2012 – Por Márcio Abdala

Ter médico pedalando tem suas vantagens. O paciente ciclista passa bem
Ter médico pedalando tem suas vantagens. O paciente ciclista passa bem

Olá, amigos!… esse diário de bordo ficou sob a minha responsabilidade; um prazer estar revivendo aquela tarde nestas linhas. O nosso guia Luciano Pit-Stop também me proporcionou uma surpresa: batizar o nome da trilha, até então, inédita.
Açoteia, um espaço multi-uso, onde podemos visualizar o horizonte. Desfrutamos exatamente isso. A todo momento podíamos visualizar a nossa cidade e/ou todo o horizonte por um ângulo distinto. (pronúncia: aço-têia)
Outro sábado que uma galera de peso se reuniu para o pedal da Band. Muitos não puderam comparecer, devido a outro grande evento na cidade, o jogo do URT 1 x 0 Brasília. Se é que me entendem. Enfim, voltemos ao pedal.
Seguimos sentido ponte do Rio Paranaíba e pegamos o estradão, sob um sol escaldante, mas todos animados aguardando uma “nuvenzinha” e a energia de um novo lugar.
A foto oficial
A foto oficial

Passamos por alguns rasos riachos, outros, relativamente fundos, além de atoleiros. Carregamos as bikes em alguns momentos, passamos em matagais e pegamos uma chuva que refrescou o nosso inédito pedal, alguns tombos são de praxe e sempre uma atração a parte nas lentes do BBBand. A paisagem é indescritível e o conselho é apreciar de perto!
Gustavo de Vieira teve uma queda, ocasionando o deslocamento do seu ombro, sendo prontamente atendido pelo biker Dr. André, o qual realizou a redução do ombro deslocado. Foi improvisada uma tipóia com câmara de ar reserva. Gustavo e seu irmão Geraldo retornaram mais cedo por um justo motivo. Ele passa bem!
No retorno a maioria optou em seguir o estradão até a cidade, alguns já apresentavam câimbras e certo cansaço… outros preferiram voltar pelo atolado “friends”, onde, logo no inicio, minha corrente arrebentou. Não adiantava mais bradar pelo Celinho, já que ele regressara com a outra turma. Só me restou finalizar a trilha sendo “rebocado” pelos fiéis companheiros, apreciando a paisagem que insistia surpreender.
Abraços a todos, em especial aos que não me deixaram na mão. A trilha só é completa quando toda sua essência é compartilhada (parafraseando Alex Supertramp).

Assista a edição semanal do Luciano Pit Stop

Confira as fotos dessa aventura

[nggallery id=302]

Diário de Bordo: Trilha Montanha Rochosa e Casca Grossa, Perau das Andorinhas

15/01/2012 – Por Murilo Fonseca
Neste domingo levantamos cedo, bem cedo para uma aventura no famoso Perau das Andorinhas, na região de Presidente Olegário. Éramos 12 bikers e as caras amassadas mostravam que a noite anterior teve baladinha, UFC e ansiedade. Mas todos muito afins de pedalar.

Me parece que tem gente querendo mudar pro Perau das Andorinhas
Me parece que tem gente querendo mudar pro Perau das Andorinhas

No começo da trilha estava nublado mas sem chuva, e no estradão deu pra render bem nos primeiros 10 km. Chegando ao perau, a vista é incrível, consegue-se ver muito longe mesmo. Morros, paredões, chapadões, lagos, córregos, pássaros e a vegetação bem verde ilustraram nosso caminho durante todo o percurso.
A cada possível desanimada devido ao terreno cheio de morros (foi rara as vezes que pedalamos no plano) e o sol forte que apertou no final da trilha, éramos abastecidos de ânimo pelo animador da turma (Heber contador).
37 km depois chegamos ao posto onde estavam os veículos, tomamos uns 22 litros de coca cola, almoçamos e comemoramos esse pedal perfeito, sem contusões, sem problemas mecânicos e sem fazendeiros danando com a gente.
Agora é esperar a volta a P.O, que pra mim e pra muitos é um dos melhores lugares pra pedalar em toda a região.

Confira o vídeo criado por Luciano Pit Stop

Confira o percurso com fotos

 

Confira como foi a etapa final da Copa Cemil de Enduro 2011

Categoria Livre
Categoria Livre

Neste domingo 11/12/11 finalmente foi disputada a etapa decisiva edição de 2011 da Copa Cemil de Enduro. Foi uma etapa muito dura. É verdade que durante a prova não choveu, mas o acumulado de chuvas durante os últimos dias aumentou bastante o nível de dificuldade para os ciclistas, considerando que o percurso foi levantado em clima seco. Várias vezes os bikers tinham que parar a fim de limpar a magrela para continuar.
A prova foi disputada nas trilhas e estradas ao redor da Fazenda da Béia, contando com diversos trechos inéditos e não muito planos.  Falando na prefeita, ela estava lá presente com aquela peculiar simpatia. Serviu inclusive um café da manha reforçado para os cerca de 60 ciclistas participaram da etapa que decidiu a copa. Obrigado Béia.
Depois de mais de duas horas subindo e descendo as trilhas da região, os participantes começaram a apontar na linha de chegada. No enduro de regularidade, o segredo é cumprir o percurso dentro do tempo estipulado na planilha. Vence aquele que perder o menor número de pontos.
Categoria Duplas PRO
Categoria Duplas PRO

Resultados da etapa
Na categoria duplas iniciantes, os vencedores foram Eder Barbosa (Tigrão) e Edson Pacheco (Cemil Beba Saúde Beba Cemil), seguidos por Luciano Carvalho Marques e Eduardo Heleno Silva (Band Bike).
Na categoria Duplas PRO quem levou a melhor foi Leandro Santos Barbosa Lelé e Henrique Pereira Caixeta (Botinas Pioneira). Em segundo lugar ficou a dupla Head Hunter, Renato Pereira Amaral e Pedro Elias Dos Reis (Noispedala / União Farma / Pneus União).
Já na categoria Livre o vencedor foi Alexandre Antonio Pereira Campolino Xandinho (Noispedala). Xandinho que já tinha levado prata no Enduro do Milho venceu a etapa final. Em segundo lugar tivemos o pinheirense Euler Cesar Lima (Casa dos Colchões) que chegou há poucos segundos antes de sua largada.
Resultados da Copa Cemil de Enduro 2011
Na categoria duplas iniciantes, os campeões foram Luciano Carvalho Marques / Eduardo Heleno Silva (Band Bike) com 57 pontos, seguidos por Fábio Adriano Alves / Welington Forró (New Bike) com 50 pontos acumulados.
Categoria Duplas Iniciantes
Categoria Duplas Iniciantes

Na categoria Duplas Pro Heleno de Lima Marques / Vinicius de Moura Dias (Grupo Setta) levaram o troféu de primeiro lugar com 56. Quem ficou com o troféu de segundo lugar foi Leandro Santos Barbosa / Henrique Pereira Caixeta (Botinas Pioneira) com 52.
Já na categoria Livre o campeão foi Paulo Roberto Neto (Real Confecções) com 49, seguido por Wender Charles Camilo (Estamparia Tribus) que chegou à frente de Gleidson Jose de Oliveira (Ludyelle Confecções) pelos critérios de desempate. Eles somaram 48 pontos Foi a categoria mais equilibrada.
Parabéns a todos. Bikers, organizadores e patrocinadores. Já vá se preparando, pois o Enduro do Batalhao já está chegando galera.
Confira a Classificação da Etapa

Duplas PRO

EQ INTEGRANTES PATROCÍNIO P.P.
1 219 Leandro Santos Barbosa e Henrique Pereira Caixeta BOTINAS PIONEIRA 288
2 245 RENATO FERREIRA AMARAL e PEDRO ELIAS DOS REIS NOIS PEDALA/UNIÃO FARMA/PNEUS UNIÃO/ Head Hunter 417
3 225 HELENO DE LIMA MARQUES / VINICIUS DE MOURA DIAS Grupo Setta 493
4 255 Leandro Sousa e Rudi Castro Alto Nivel 602
5 254 Silomar Gonçalves da Silva Junior e Guilherme Jose Rodrigues Lanter Car e Mundial Bike 1389
6 256 Diego Rodrigue e Carlos Silva Alto Nivel 1899
7 252 VINICIUS DIÓGENES MAIA e FERNANDO DINIZ IMOBILIÁRIA MAIA 2035
8 143 Luiz Fernando de Castro Alves e Carlos Rafael Machado Rezende de Deus Sevimol e Patos Express 3732
9 253 Júnio Alves Vieira e Talita Adriana de Sousa Ferreira Cemil Beba Saúde Beba Cemil 7329
10 234 Iuri Scoton e Arnaldo Juninho Nutrifitness 14400
11 231 RAFAEL ANTONIO ANDRADE / GUSTAVO HENRIQUE ANDRADE Realiza Moveis 14400

Duplas Iniciantes

EQ INTEGRANTES PATROCÍNIO P.P.
1 190 Eder Barbosa (Tigrão) e Edson Pacheco Cemil Beba Saúde Beba Cemil 58
2 118 LUCIANO CARVALHO MARQUES e EDUARDO HELENO SILVA BAND BIKE 94
3 108 Fernando Henrique da Cruz e Augusto Cruz Lojas Santa Cruz 121
4 104 Weuler Piau e Gabriel Piau Equipe Poligrotas 143
5 187 JÚLIO CÉSAR DE OLIVEIRA e IURY BORGES OLIVEIRA Eutrocínio e Paitrocínio 144
6 175 Fabio (barata) e Welington (Forro) New Bike 173
7 156 Breno Sousa e Almir Soares Expresso Santa Rita 184
8 198 Gabrielle Santana Joao Paulo Silva Ninguem 296
9 109 Marcelo Cruz e Marcelo Cruz Junior Lojas Santa Cruz 583
10 226 Gustavo Henrique e Tiago Lopes Realiza Moveis 596

Livre

EQ INTEGRANTES PATROCÍNIO P.P.
1 310 Alexandre Antonio Pereira Campolino Noispedala 182
2 300 Euler Cesar Lima Casa dos Colchoes 330
3 311 Wender Charles Camilo Estamparia Tribus 341
4 304 Paulo roberto Neto Real Confeccoes 358
5 302 Gustavo Silva Castilho de Avellar Autopatos Caminhões 550
6 336 gleidson jose de oliveira ludyelle confeccoes 670
7 556 Bruno Soares Siqueira Autopatos Caminhões 1149
8 322 Marco Tulio Ferreira Silva Power Bike 1874
9 553 Vaninho da Costa Star Lanches 2197
10 558 Heber Queiroz Araújo Contabilidade 2329
11 340 Bruno César Soares Garcia Futura Informatica 2758
12 554 João Cláudio Guimarães e Silva Autopatos Caminhões 14400

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha Fantástica com muito barro

Trilha Fantástica
Trilha Fantástica

Mesmo com o sábado chuvoso e muuuito barro, a galera da Band compareceu mais uma vez para o tradicional pedal de sábado.
Como de costume eles saíram da Band por volta das 14 horas e guiados pelo Celinho, os 35 bikers percorreram os cerca de 20 km da Trilha Fantástica.
Como era de se esperar, a chuva caiu pra valer e foi um verdadeiro desafio completar a trilha.
Em alguns trechos era necessário até mesmo fazer uma corrente para ajudar os companheiros a escalar os morros.
As bikes ficaram daquele jeito e a galera caiu com vontade.. rs..

Diário de Bordo: Trilha Montanha Rochosa passando pelo Perau das Andorinhas

Enfim o domingo que gerava muita expectativa para 8 bikers chegou. Na verdade eram 9, mas o Celinho… Não vou nem contar a história. rs..

Neblina no perau
Neblina no perau

Saímos de Patos logo às 06h10 da manhã. Bruno Fernandes, Luciano Pit Stop, Heber Contador, Jullyano do Astério, João Paulo, Dinho Pit Stop, Geraldo Júnior e Pedro Elias Brutão Pneus União.
Tempo propício para chuvas, mas fui tranquilo. Afinal meu fiel escudeiro Heber Contador disse: “Lá no P.O. não chove”. Ele só não contava que nos eucaliptos antes do primeiro trevo, São Pedro já deixaria as torneiras abertas.
Então já começamos sob chuva. O lugar é fantástico. Considero a trilha mais bonita da região.
Foi uma trilha completa. Asfalto, estradão, estradinha, estradinhas completamente abandonadas, trilhas, pedras de todos os tamanhos e tipos, barro, córregos, trekking, subidas técnicas e descidas de tirar o fôlego. Só sentimos falta de uma coisa. Não teve nenhum trecho plano.. rs.. Além disso tivemos chuva, neblina e sol.
Valeu galera! Até a próxima aventura.

Para conferir as fotos, clique nos links abaixo

Assista ao vídeo editado Pelo Luciano Pit Stop

Confira o Percurso GPS