Copa Cemil de Ciclismo 2014 terá início dia 8 de março (sábado)

Alô ciclistas! Chegou a hora tão esperada! Vamos colocar os seus treinamentos a prova. Todos estão ansiosos. A Copa Cemil de Ciclismo 2014 será iniciada no dia 8 de março, sábado em Patos de Minas. A primeira etapa será no formato circuito sendo que terá como palco o maior cartão postal da cidade. As margens da Lagoa Grande.

Lagoa Grande receberá primeira etapa da Copa Cemil de Ciclismo 2014
Lagoa Grande receberá primeira etapa da Copa Cemil de Ciclismo 2014

Foi necessário realizar a abertura em um sábado, pois no domingo acontece em Patos de Minas a 11ª edição do Enduro do Batalhão, tradicional evento que faz parte das comemorações  do aniversário do 15º Batalhão da Polícia Militar. Para aqueles que desejam passar o fim de semana em Patos, na noite do sábado também será realizado a festa de lançamento da Fenamilho 2014, com portões abertos.
Os participantes também deverão ficar atentos ao horário. A concentração inicia às 14 horas e a primeira largada está marcada para as 15 horas.
O campeonato é realizado pela Liga Patense de Ciclismo. Todos acreditam que será um ano marcante para o esporte em nossa cidade, visto as provas importantes que serão realizadas. Todos os eventos da Liga contam com o apoio da Cemil, Prefeitura Municipal de Patos de Minas, através da divisão de esportes, O Mundo das Peças, Star Bike, JEP despachante e do Noispedala.

Inscrições

As inscrições voltam a serem feitas aqui no Noispedala ao custo de R$ 40,00. Clique aqui para fazer a sua inscrição. 
As categorias ficaram definidas da seguinte maneira:

CATEGORIA IDADE TEMPO + VOLTAS
Elite Masculino Livre 50 minutos + 2 voltas
Feminino Livre 25 minutos + 2 voltas
Júnior Até 17 anos 30 minutos + 2 voltas
Master A 30 a 39 anos 40 minutos + 2 voltas
Master B 40 anos acima 35 minutos + 2 voltas
Sub 30 18 a 29 anos 40 minutos + 2 voltas

Ordem de Largada

  • Primeira largada: Feminino e Júnior
  • Segunda largada: Master A e Master B
  • Terceira largada: Sub 30 e Elite

Premiação

  • Elite – R$ 150,00, R$ 120,00, e R$ 80,00 +medalha  para os 5 primeiros
  • Feminino – R$ 70,00 – R$ 50,00 e R$ 30,00 + medalha para os 5 primeiros
  • Demais categorias – R$ 120,00, R$ 80,00 e R$ 50,00 + medalha  para os 5 primeiros

Júnio Alves vence a Maratona 10 anos de Liga Patense de Ciclismo

113 ciclistas participaram hoje da Maratona que comemora os 10 anos da Liga Patense de Ciclismo. A largada foi às 10h da manhã e a prova foi disputada em três tipos de percursos, de 18km, 40km e 50km.

Júnio Alves venceu na elite
Júnio Alves venceu na elite

A prova foi disputada na região dos trinta paus, antiga estrada Patos / Presidente Olegário. A largada foi nas dependências do Posto Itamarati. A Liga Patense de Ciclismo agradece ao proprietário por ceder o espaço.
A competição foi realizada pela Liga Patense de Ciclismo e contou com o apoio da Cemil, Subway,  Prefeitura Municipal de Patos de Minas, Noispedala, Star Bike, JEP Despachante, O Mundo das Peças, Auto Center José da Silva Pinturas e Copasa.
Participaram ciclistas de diversas cidades mineiras e de São Paulo.
Na categoria principal, Júnio Alves (Cemil) levou a melhor. Segundo o campeão, seu propósito era largar e fazer força desde o início. Mas logo na primeira subida, Hálisson Ferreira, que recentemente foi o 15º colocado na principal competição de ciclismo de estrada brasileira, imprimiu um ritmo muito forte.
Então foi necessário guardar um pouco mais. Como ventava bastante, Júnio foi acompanhado Halysson até o fim do morro da Escolinha. Daí em diante mesmo com Júnio imprimindo um ritmo mais forte, Halysson vinha acompanhado Júnio de perto. Antes do ponto de marcação, Silvinho Amorim alcançou os dois atletas que lideravam e abriu logo após. Daí para frente, Júnio resolveu mudar a sua estratégia. Os três chegaram juntos ao córrego. Silvinho continuava abrindo. Júnio e Halysson o perseguiam. Depois do Córrego Juninho atacou. Halysson conferiu e Silvinho ficou. Já no plano, Silvinho buscou os dois líderes.
Após a biquinha, no conhecido beco de areia, Silvinho abriu novamente. Na próxima subida acentuada, Juninho atacou e abriu de Halysson. Silvinho continuava na liderança até a subida dos bambus, onde Juninho o alcançou. Eles oram juntos até a ponte, onde a corrente do Silvinho saiu e a de Juninho também. Daí em diante, Juninho manteve o ritmo e venceu a prova com 01:48:04.
O segundo colocado foi seu companheiro de equipe Silvinho Amorim (Cemil) com 01:49:04, seguido por Halysson Ferreira (VELO/SEME Rio Claro) com 01:55:49.

Confira a classificação final

Elite

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:02:04 3 Junio Alves Vieira Elite 10:14:00 1:48:04
2 12:03:04 2 Silvio Otavio Elite 10:14:00 1:49:04
3 12:09:49 5 Halysson Ferreira Elite 10:14:00 1:55:49
4 12:18:14 1 Diogo Marques Elite 10:14:00 2:04:14
5 12:55:51 4 Giovani Carlos Elite 10:14:00 2:41:51

Feminino

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:04:59 16 Ana Paula Silva Mendes Feminino 10:02:00 2:02:59
2 12:23:48 22 Ana Cláudia Borges Feminino 10:02:00 2:21:48
3 12:30:59 18 Sandra Rabelo Feminino 10:02:00 2:28:59
4 12:48:22 23 Janaina Ribeiro Feminino 10:02:00 2:46:22
5 12:55:51 20 Natalia Pereira Feminino 10:02:00 2:53:51
6 13:02:51 19 Aparecida Francislene Feminino 10:02:00 3:00:51
7 13:18:20 17 Açucena Maria Fidelis Feminino 10:02:00 3:16:20

Júnior

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:40:04 102 Guilherme Cardoso Duarte Júnior 10:04:00 1:36:04
2 11:42:00 101 Robert Pereira Peres Júnior 10:04:00 1:38:00
3 11:49:22 109 Geraldo Magela Júnior 10:04:00 1:45:22
4 11:52:21 107 Jeferson Rodrigues Júnior 10:04:00 1:48:21
5 11:54:03 108 Alexandre Rabelo Júnior 10:04:00 1:50:03
6 11:55:51 105 Augusto Cesar Júnior 10:04:00 1:51:51
7 12:10:37 106 Luiz Fernando Júnior 10:04:00 2:06:37
8 0:00:00 103 Cairo Correa Júnior 10:04:00 13:56:00

Sub 30

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:08:53 411 Ivo Akira Sub 30 10:12:00 1:56:53
2 12:16:08 405 Silomar Gonçalves Sub 30 10:12:00 2:04:08
3 12:16:15 414 João Ricardo Sub 30 10:12:00 2:04:15
4 12:16:41 408 Mateus Lima Sub 30 10:12:00 2:04:41
5 12:18:18 404 Marco Tulio Ferreira Silva Sub 30 10:12:00 2:06:18
6 12:18:23 400 Paulo Henrique Sub 30 10:12:00 2:06:23
7 12:25:56 401 Leandro Sousa Sub 30 10:12:00 2:13:56
8 12:26:00 409 Patrick Oliveir Sub 30 10:12:00 2:14:00
9 12:30:27 407 Edmundo Vieira Sub 30 10:12:00 2:18:27
10 12:31:45 416 Ricardo Lopes Sub 30 10:12:00 2:19:45
11 12:34:05 402 Sávio Mota Sub 30 10:12:00 2:22:05
12 12:40:31 415 Alecio Correia Sub 30 10:12:00 2:28:31
13 12:42:06 406 Caique Martins Sub 30 10:12:00 2:30:06
14 12:48:06 413 Wilson Ferraz Sub 30 10:12:00 2:36:06
15 12:50:41 403 Fabiano Henrique Sub 30 10:12:00 2:38:41
16 13:18:21 410 Paulo Victor Sub 30 10:12:00 3:06:21

Master A

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:01:57 610 Geison Rabelo Master A 10:08:00 1:53:57
2 12:07:50 605 Flavio Augusto Master A 10:08:00 1:59:50
3 12:08:18 612 Rodrigo Caetano Master A 10:08:00 2:00:18
4 12:11:27 600 Rodrigo Cesar Master A 10:08:00 2:03:27
5 12:19:57 607 Adao Mendes Master A 10:08:00 2:11:57
6 12:29:05 603 Bruno Cesar Master A 10:08:00 2:21:05
7 12:34:23 609 Wanderson Marques Master A 10:08:00 2:26:23
8 12:34:24 604 Julio Cesar Master A 10:08:00 2:26:24
9 12:38:25 611 Euler Cesar Master A 10:08:00 2:30:25
10 12:39:56 602 Lucas Pimentel Master A 10:08:00 2:31:56

Master B

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 12:20:56 216 Flávio Moura Master B 10:10:00 2:10:56
2 12:21:25 217 Flavio Andre Master B 10:10:00 2:11:25
3 12:21:44 219 Danilo Carvalho Master B 10:10:00 2:11:44
4 12:28:40 213 Wender Jose Master B 10:10:00 2:18:40
5 12:32:02 214 Gleidson José Master B 10:10:00 2:22:02
6 12:46:18 218 Edson Rodrigues Master B 10:10:00 2:36:18

Master C

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:43:40 505 Redelvino Rodrigues Master C 10:06:00 1:37:40
2 11:44:30 504 Sandro Contins Master C 10:06:00 1:38:30
3 11:46:46 511 Carlos Antônio Master C 10:06:00 1:40:46
4 11:46:46 513 Vicente Paulo Master C 10:06:00 1:40:46
5 11:52:37 506 Ronaldo Caetano Master C 10:06:00 1:46:37
6 11:57:08 508 Ronival Caetano Master C 10:06:00 1:51:08
7 11:57:13 509 Luiz Carlos Master C 10:06:00 1:51:13
8 12:08:26 510 Antonio Cesar Pacheco Master C 10:06:00 2:02:26
9 12:09:57 512 Paulo Roberto Neto Master C 10:06:00 2:03:57
10 12:38:41 507 Dolimar Vieira Diniz Master C 10:06:00 2:32:41
11 12:46:14 501 Valeriano Jesus Master C 10:06:00 2:40:14
12 13:07:40 502 Andre Bontempo Ribeiro Master C 10:06:00 3:01:40

Estreante

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:50:12 303 Jivago Versiani Estreante 10:00:00 1:50:12
2 11:50:12 304 Luiz Francisco Estreante 10:00:00 1:50:12
3 11:53:34 628 Edson Pacheco Estreante 10:00:00 1:53:34
4 11:53:54 327 emerson renato borges Estreante 10:00:00 1:53:54
5 11:55:52 312 adelmar vaz de andrade junior Estreante 10:00:00 1:55:52
6 11:57:01 325 Leandro Caixeta Estreante 10:00:00 1:57:01
7 11:57:48 316 marcos silva borges Estreante 10:00:00 1:57:48
8 11:58:27 318 Francisco Farias Estreante 10:00:00 1:58:27
9 12:02:05 301 Thiago Henrique Costa Estreante 10:00:00 2:02:05
10 12:04:39 330 Moacir Pedro Estreante 10:00:00 2:04:39
11 12:06:24 319 Robert Rene Gurnet Estreante 10:00:00 2:06:24
12 12:08:22 326 Julio Cesar Estreante 10:00:00 2:08:22
13 12:09:06 317 Jeferson Felipe Marra Estreante 10:00:00 2:09:06
14 12:10:44 315 Arthur Franco Carvalho Estreante 10:00:00 2:10:44
15 12:11:23 307 Henrique Cury Estreante 10:00:00 2:11:23
16 12:16:48 323 Ederson Candido Estreante 10:00:00 2:16:48
17 12:24:41 328 Vladimir Fortes Estreante 10:00:00 2:24:41
18 12:28:50 322 Maxuel Torres Estreante 10:00:00 2:28:50
19 12:28:57 302 weslei geraldo costa Estreante 10:00:00 2:28:57
20 12:34:27 320 Breno Augusto de Sousa Teixeira Estreante 10:00:00 2:34:27
21 12:34:56 309 Bruno Martins de Oliveira Estreante 10:00:00 2:34:56
22 12:37:50 306 Almir Estreante 10:00:00 2:37:50
23 12:59:46 300 Henrique Nunes Guimarães Estreante 10:00:00 2:59:46
24 DNF 324 Lucas Natan Lopes Estreante 10:00:00 DNF

Infanto Juvenil

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:02:15 201 Rafael Fonseca Infanto 10:16:00 0:46:15
2 11:18:52 202 Gustavo Oliveira Infanto 10:16:00 1:02:52
3 11:48:20 200 Tales Oliveira Infanto 10:16:00 1:32:20

Turismo Masculino

0 Hora Chegada Atleta Nome Categoria Hora Largada Tempo Total
1 11:01:00 619 Max Wilson Turismo M 10:20:00 0:41:00
2 11:04:32 618 Maicon Turismo M 10:20:00 0:44:32
3 11:07:09 621 Andre Luiz Turismo M 10:20:00 0:47:09
4 11:10:16 616 Vinicius Soares Turismo M 10:20:00 0:50:16
5 11:15:15 620 Vinicius Gonçalves Turismo M 10:20:00 0:55:15

CIMTB Levorin apresenta as pistas da abertura do circuito em Araxá

Etapa reunirá 1.300 ciclistas este ano
Etapa reunirá 1.300 ciclistas este ano

Primeira etapa da competição terá o formato de XCS (Cross Country por Estágios), com três dias de prova incluindo Contra Relógio, Short Track (pista curta) e Cross Country Olímpico
São Paulo (SP) – Pelo 11º ano consecutivo Araxá (MG) receberá uma etapa da Copa Internacional Levorin de Moutain Bike. Entre os dias 21 e 23 de março a cidade viverá a abertura do principal circuito de MTB da América Latina e contará com uma novidade no formato de disputa: XCS, o Cross Country por Estágios, com três dias de prova. Por ser considerada como Classe 1 pela União Ciclística Internacional (UCI), os campeões da Superelite e Elite Feminina somarão 120 pontos no ranking UCI, o que reforça a importância da prova integrada ao ciclo Olímpico para os Jogos Rio-2016. No primeiro dia os ciclistas terão o Contra Relógio (XCT), seguido nos outros dois dias por Short Track (XCC) e Cross Country Olímpico (XCO), que terá em seu traçado outra novidade.
“Vamos alterar alguns detalhes da pista, que recebe o XCT e o XCO, em relação ao ano passado. Uma dessas novidades estará no famoso trecho da ‘Dona Beja’, local da pista que atrai grande público devido às dificuldades impostas pelo traçado. Nesse ponto, acrescentaremos mais uma descida, o que aumentará a emoção. Mudaremos também o formato da largada. São alterações para deixar a trilha mais técnica, valorizando assim, a atuação dos atletas e facilitando o atendimento ao público presente”, destaca Rogério Bernardes, organizador da prova.
Como acontece nas provas Contra Relógio, cada ciclista larga individualmente (a cada um minuto) dando uma volta no circuito com 5,8 km de extensão. A ordem de largada respeitará o ranking atual da União Ciclística Internacional, ou seja, o atleta com maior pontuação no ranking será o primeiro a largar. Já a pista de Short Track será montada com 1,5 km e passará pelo Descidão Dona Beja, o que dará um grande emoção nas disputas. Para a Superelite Masculina serão realizadas baterias eliminatórias, nas quais os ciclistas completarão 15 minutos e darão mais duas voltas. Ambas as finais serão disputadas em 25 minutos mais duas voltas, com no máximo 21 ciclistas.
Por fim, a decisão no domingo será realizada no formato Cross Country Olímpico. A pista será a mesma do XCT, com destaque para o acréscimo de uma descida no famoso trecho “Dona Beja”. Entre os profissionais, os homens darão seis voltas e as mulheres quatro. O critério de alinhamento nesta etapa levará em conta o tempo somado nas duas fases anteriores. Será campeão geral em Araxá quem tiver o menor tempo acumulado nos três dias de provas.
Confira vídeo da CIMTB Levorin – Clique aqui e confira o vídeo de 1min44 da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike com belas imagens da temporada passada.
A Copa Internacional de Mountain Bike tem patrocínio da Levorin, o pneu oficial da competição. LM Bike, Shimano e Specialized são os co-patrocinadores do evento que comemora a 19ª edição em 2014.

Edição especial: Dia do Esportista

Nesse dia especial, iremos brindar essa data com uma matéria especial. Vamos contar a história de uma mulher de fibra que mudou sua vida pelo esporte e hoje é muito mais feliz e equilibrada.Se inspire e comece hoje a fazer parte desse time.
A prática do esporte é mais antiga na história humana do que se imagina. Consiste em aspectos como percepção de espaço e movimento físico do corpo humano.  E em todo Brasil, hoje, no dia 19 de Fevereiro é comemorado o dia do esportista, definido aquele que se dedica ao esporte e o usufrui.

Ela poderia continuar atuando na área de tecnologia de informação, como fez por 33 anos, mas mudou seu estilo de vida quando resolveu realizar um projeto que veio para ampliar a visão de que todos podem praticar o ciclismo. Cláudia Franco, idealizadora da Escola de Bicicletas Ciclofemini, em São Paulo, é uma das mulheres que fazem diferença na sociedade e na história do esporte.

Claudiafranco
As mulheres batalham diariamente para a conquista de se espaço desde os primórdios, mas no esporte em si, além de presenciarmos um crescimento latente da presença feminina, ainda são um grupo muito pequeno. “ Muitas mulheres nos procuram para aprender a pedalar, mas lamentavelmente muito poucas, quase nenhuma, tem aspiração para usar a bicicleta como prática esportiva. A grande maioria vê a bicicleta como lazer e algumas como perigo a sua integridade física”. Em base de sua experiência com a Escola de Bicicletas, Cláudia mostra como é a receptividade das mulheres em relação ao ciclismo.
O universo do ciclismo é apaixonante, e todos que conhecem melhor esse mundo sabem o motivo dessa afirmação. Seja no ciclismo de estrada, em montanha ou urbano, o prazer de superar um desafio é fascinante. Para essa empresária esportiva, o simples estar na bicicleta, o giro, o faz transcender. Além de ser contagiante, essa prática é capaz de mudar o estilo de vida de forma saudável, favorecendo um bem estar físico e mental, e na vida dessa cicloturista não poderia ser diferente: ”Meu estilo de vida mudou, meus valores, minha forma de interagir com as pessoas. Tornei-me uma pessoa mais feliz, equilibrada e sensata.
Muitas mulheres acham que pedalar é difícil, e praticar esse esporte mais ainda, mas não existe limite para elas e nem para ninguém no ciclismo. Basta que no ser humano haja força de vontade, empenho, foco e determinação. Um exemplo de superação é a história de Claúdia, pois ela só aprendeu a colocar a bicicleta  em movimento somente aos 49 anos, e após um ano de prática e treinamento ela estava participando do Brasil Ride, uma das competições mais difíceis de mountain bike.
E foi por causa dessa experiência pessoal de aprender a pedalar depois de adulta, que ela teve a ideia de criar um projeto que apoiasse no reconhecimento e valorização da determinação dos atletas. “ Entendo mais profundamente as dificuldades, os anseios e medos de pedalar. Depois que comecei a pedalar eu resgatei a minha autoestima. Realizei-me emocionalmente e foi aí que surgiu a ideia da escola, como o intuito de proporcionar o mesmo sentimento e satisfação a pessoas que não sabem pedalar, independente de serem crianças ou adultos.”
Infelizmente a imprudência no trânsito é um ponto negativo para uma prática regular e segura dos pedais, mas existem fórmulas simples de mudarmos essa situação. Esta faltando no trânsito mais educação  e conscientização da cidadania. “A fórmula é muito simples, porém cada um enxerga a situação somente sob a sua ótica e não sob a ótica do coletivo”. Pedalar não tem hora, e os ciclistas não devem aguardar pela situação ideal para sair para a rua : “Quanto mais ciclistas forem para as ruas, mais o governo terá que investir em regras e infraestrutura . Assim a população irá se acostumar com a presença frequente de ciclistas na zona urbana e irão se conscientizar e o sentimento de convivência irão crescer.” A visão de Claúdia Franco é simples e objetiva: “Meia dúzia de ciclistas nas vias publicas é um cenário, agora 200 ciclistas na via pública  o cenário já é bem diferente. “, se cada ciclista pensar a sim, a situação mudará e iremos poder pedalar com tranquilidade e respeito.
Claúdia afirma “nunca é tarde para começar, nunca é tarde para realizar um sonho. Não existe regra, não existe idade, altura, peso, nada! Existe apenas a vontade genuína de aprender algo novo, de experimentar. Não terceirize o impedimento. Quem quer aprender de fato, não importa a distância, não importa horário, etc. Para quem não quer aprender, tudo isso pode ser uma justificativa, um impeditivo. Mas para quem quer de verdade nada é impedimento. Realizar um sonho sentir-se capaz não tem preço. Somente você pode mudar o curso de sua vida, ninguém mais. A vida é difícil para todo mundo, mas ela pode se tornar mais prazerosa e flexível à medida que você se abrir para novas experiências, à medida que você não estabelece limites para a sua capacidade”.

A vontade de aprender abre caminhos na vida das pessoas, e isso facilita uma mudança de vida sempre para melhor. Seja caminhar, correr, nadar, ou até mesmo pedalar, tenham uma atitude inteligente e favorável em relação a si mesmo, pratiquem exercícios físicos.  Seja um esportista e não deixe medir esforços para continuar se exercitando. Enfim transforme a sua vida pelo esporte, pois lhe oferece prazer, qualidade física, e muita saúde.

Por Giovanna Soares

CIMTB Levorin prevê impacto de R$ 6 milhões em 2014

Em sua 19ª temporada, o principal circuito de MTB da América Latina passará pelas cidades mineiras de Araxá, São João del-Rei e Congonhas, além de São Roque (SP). O evento reunirá 4.500 ciclistas e 40 empresas representando 200 marcas do segmento.

Feira Oficial da CIMTB Levorin
Feira Oficial da CIMTB Levorin. Foto: Bruno Senna

Quase 20 anos após a primeira edição, em 1996, a Copa Internacional Levorin de Mountain Bike, principal circuito de MTB da América Latina, reforça o papel de contribuir para o desenvolvimento e o crescimento do Mountain Bike brasileiro. Além de fomentar o esporte, a competição também promove impacto econômico relevante às cidades que a recebem. Estima-se que R$ 1,5 milhão, em média, seja movimentado em cada uma das localidades. Em 2014, as cidades mineiras de Araxá, São João del-Rei e Congonhas e a estância turística de São Roque, em São Paulo, são as sedes das quatro etapas que, juntas, devem impactar mais de R$ 6 milhões.
O cálculo leva em consideração a quantidade de hóspedes em cada cidade, entre atletas, acompanhantes e pessoas envolvidas na produção da Copa Internacional Levorin de MTB – cerca de 300 profissionais – além da mídia. Em média, 6.000 pessoas vão para as cidades de cada etapa, sem contar o público local que vai ao evento. Somados, o número ultrapassa 20 mil pessoas por etapa e mais de 80 mil pessoas no ano.
“O impacto econômico é muito significativo durante o evento. Em uma cidade como Araxá, por exemplo, estamos há 11 anos com etapas da CIMTB Levorin e o retorno previsto para esse ano está próximo de dois milhões de reais”, estima Rogério Bernardes, organizador do circuito. “Mas os benefícios colhidos ultrapassam o período da prova. No decorrer do ano, a população fica mais motivada com o esporte e o número de praticantes e usuários de bicicleta se multiplica. Esse reflexo é observado nitidamente. Enxergamos como um processo de longo prazo para que as populações desfrutem do legado. Outro fator importante, é a relação do circuito com a saúde, natureza e o ambiente familiar que se estabelece entre outros aspectos positivos”, completa.
Números expressivos – Na soma das quatro etapas são esperados mais de 4.500 ciclistas, além de 1.500 corredores que participam das três provas pedestre “Night Run”, em Araxá, São João del-Rei e São Roque. A feira oficial organizada em cada etapa, com participação média de 40 empresas, ajuda a turbinar os números com os negócios realizados por empresas e entusiastas do mercado das bikes envolvendo mais de 200 marcas.
“Investimos muito na estrutura da feira para que o consumidor final, seja o atleta amador ou profissional, tenha contato com o que há de mais moderno em equipamentos, bikes, acessórios etc. No mesmo espaço, temos importadores e distribuidores expondo seus produtos e as lojas do segmento atendendo o ciclista com peças e componentes”, destaca Rogério Bernardes.
A premiação da CIMTB Levorin também colabora com o impacto econômico. Entre produtos e valores distribuídos aos vencedores desde as categorias amadoras até a super elite, a quantia total atinge R$ 260 mil, o que se torna possível, devido à visão estratégica das empresas do setor, como Levorin, patrocinadora e fornecedora do pneu oficial da CIMTB, e como as co-patrocinadoras LM Bike, Shimano e Specialized. Outros apoios indispensáveis para a realização do evento são prestados pelos apoiadores do evento como Scott, Isapa, DynamicLab, ProShock, VZAN, Calypso, ASW, lojas credenciadas e pelas prefeituras municipais e governos estaduais, incluindo-se a UCI (União Ciclística Internacional), Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), e as federações de ciclismo de Minas Gerais e São Paulo, FMC e FPC.
Confira vídeo da CIMTB Levorin – Clique aqui e confira o vídeo de 1min44 da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike com belas imagens da temporada passada.
A Copa Internacional de Mountain Bike tem patrocínio da Levorin, o pneu oficial da competição. LM Bike, Shimano e Specialized são os co-patrocinadores do evento que comemora a 19ª edição em 2014.
por assessoria CIMTB

Dia 9 de março tem Enduro do Batalhão. Confira todos os detalhes e o cartaz do evento.

E aí? Você já participou de algum enduro de regularidade? Imagine uma prova onde o maior adversário é você mesmo? Você duelando com o seu poder de percepção e concentração. Isso tudo com a possibilidade de um contato com a natureza, passando por diversas trilhas e claro, participando com uma galera nota dez, que não cansa de desvendar trilhas em toda a região.
Está chegando a hora. Dia 09 de março teremos o maior enduro de regularidade de mountain bikes do Brasil! Será a décima primeira edição do Enduro do 15º Batalhão da Polícia Militar de Patos de Minas, válido como a primeira etapa da Copa Cemil Enduro 2014, que terá sua segunda etapa no dia 30 de março no Clube da Aspra.
É um evento que faz parte das comemorações do 39º aniversário do 15º BPM. Para inscrever-se, você deve escolher uma categoria entre as que são propostas e doar dois litros de leite Cemil por participante. Os alimentos serão entregues no ato da largada, quando anunciarem o seu nome. A organização fica por conta do 15º BPM.
Este ano, as inscrições serão limitadas por categorias. Sendo, 80 duplas iniciantes, 45 duplas PRO, 40 atletas na livre e 10 duplas PM. Esta última é restrita a Policiais Militares. Faça sua inscrição o quanto antes e garanta sua participação. Você poderá fazer a sua inscrição a partir de 27/02 até 06/03. Para participar, é obrigatório o uso de capacete.
A largada está marcada para as 9 horas da manhã em ponto no domingo, também no batalhão da Polícia Militar que fica localizado na Avenida Comandante Vicente Torres S/N no Bairro Jardim Céu Azul em Patos de Minas.
Fica registrado o nosso agradecimentos a todos os patrocinadores, Grupo Setta, Resende Diesel, Lumigás, tele.com a sua loja ctbc e em especial à Cemil que mais um ano estará incentivando este esporte que cresce muito em nossa região. O evento também conta com o apoio Rock Strike Nutrição Esportiva e do Noispedala.

Cartaz oficial do evento
Cartaz oficial do evento

Caloi apresenta nova formação da equipe para a temporada 2014

Criada pela Caloi para a disputa de provas nacionais e internacionais, a equipe Caloi Elite Team, visa a formação de futuros ídolos e a promoção do esporte no País.
A marca sempre incentiva o esporte, seja por meio do patrocínio de atletas ou pelo fornecimento de equipamentos de alta qualidade para o desenvolvimento das modalidades do ciclismo.
“A estratégia da Caloi de incentivo ao esporte, porém, não é uma ação isolada. Este é um programa de longo prazo. Ao proporcionar a formação de jovens atletas, a empresa fortalece o esporte nacional para o futuro. Esta é uma forma da marca contribuir efetivamente para que o Brasil conquiste seu pleno desenvolvimento no esporte e esteja preparado com uma equipe forte e capaz de competir em alto nível com grandes chances de medalhas”, afirma Eduardo Rocha, diretor de Produto e Marca da Cannondale Sports Unlimited do Brasil.
Esta equipe da Caloi que é a única inscrita na União Ciclística Internacional (UCI) , esta com uma formação nova para esse ano. A equipe apresentada oficialmente hoje no  Bike Park Cancioneiro em São Paulo, conta com os atletas Henrique Avancini ( Cross-country Olímpico), Sherman Trezza (Mountain Bike Cross-country) e Frederico Nascimento ( Mountain Bike XCO).

Caloi Elite TeamDurante a temporada 2014 que promete ser bem competitiva , os atletas irão competir com a bike Caloi Elite Team, um modelo leve, rápido e agressivo. Ideal para competir ou simplesmente ter mais velocidade nos pedais de lazer.

 
Conheçam um pouco mais sobre os atletas que irão competir juntos pela conquista de medalhas este ano.
 
Henrique Avancini – É o atual campeão brasileiro da modalidade , top 18 do ranking da UCI. Esta na equipe desde sua formação inicial em 2012, e  uma das grandes esperanças brasileiras de medalha nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.
Henrique AvanciniO atleta, de 24 anos, subiu ao pódio em todas as provas que disputou em território nacional na temporada passada e conquistou a vitória mais relevante de todos os tempos do MTB brasileiro ao vencer a etapa de Munsingen, na Alemanha. Além destas conquistas, Avancini tem um foco direcionado para a vitória do Pan-Americano de Mountain Bike 2014 e fortalecer seu currículo com a conquista da terceira medalha de ouro no evento. Ele já possui duas medalhas, uma em Pan-Americanos, do Brasil (2006) e da Argentina (2007).
 
Sherman Trezza – É o campeão da ultramaratona Brasil Ride e atual vice-campeão brasileiro de XCO. Mesmo estando na equipe desde sua formação, foi na última temporada que o atleta teve o deslanche de sua carreira com conquistas importantes no cenário nacional como a Copa Internacional de Mountain Bike e o GP Ravelli. Além dessas conquistas, já foi representante da Seleção Brasileira que defendeu em várias provas internacionais o nosso País.
Sherman TrezzaTambém com apenas 24 anos, o atleta é considerado uma esperança para os próximos ciclos olímpicos brasileiros, assim como seus companheiros de time.
 
 
 
 
 
Frederico Nascimento – Com apenas 22 anos, mais conhecido como Fred, o atleta uberabense é uma das grandes promessas para o mountain bike. Será nessa temporada que o novo integrante da equipe Caloi Elite Team irá competir na principal categoria da modalidade, a Elite Masculina.
Frederico NascimentoO atleta sabe que esse ano terá maiores complicações devido estar competindo com os melhores atletas do Brasil, mas já esta focado e com objetivo determinado: “Quero fazer parte da Seleção Brasileira na Elite Masculina. A concorrência é grande, mas, com a infraestrutura que a Caloi está me proporcionando, as chances são muito boas. E uma vez  selecionado, quem sabe ainda conseguir chegar às Olímpiadas”. Frederico esta se empenhando em treinos de base pesados para ter um bom desempenho na temporada.
 
A marca Caloi foi recentemente adquirida pelo grupo Canadense Dorel, e passou a fazer parte da Cannondale Sports Unlimited ( CSU), uma divisão do grupo responsável pelas marcas de bicicleta, que , no Brasil, inclui também as marcas Cannondale e GT. Agora basta aguardarmos os resultados.
Por Giovanna Soares

Magno Nazaret garante o bi no 10º Tour do Brasil/Volta de São Paulo

Brasileiro confirmou o favoritismo e levou o título no individual. Sua equipe, a Funvic/BrasilInvest/São José dos Campos, ganhou no geral.
O paulista Magno Prado Nazaret é bicampeão do Tour do Brasil/Volta Ciclística do Estado de São Paulo 2014. O ciclista da equipe Funvic/BrasilInvest/São José dos Campos confirmou seu favoritismo na competição e garantiu o primeiro lugar após as oito etapas realizadas e mais de 900 km. Na etapa final deste domingo, um circuito no Centro de São Paulo, o campeão chegou no pelotão principal, ratificando o primeiro lugar com o tempo de 21h54min38seg, com 1min27seg de vantagem para o segundo colocado, seu companheiro de equipe, Alex Diniz Correia, que totalizou 21h56min05seg. A terceira colocação foi de João Gaspar, da Ironage/Colner, com21g57min07seg.

Pódio Geral (Crédito: Ivan Storti)
Pódio Geral (Crédito: Ivan Storti)

Na disputa por equipes, a Funvic garantiu mais uma conquista com o tempo de 65h48min07seg e mais de 20 minutos de vantagem para a segunda colocada, a EPM/Une Ciclismo, da Colômbia, com 66h08min16seg. O Clube Dataro fechou o pódio das melhores equipes com 66h12min00seg. João Gaspar ainda levou os títulos de Montanha e Sub-23, enquanto Alex Diniz Correia venceu por Pontos. Ao todo, 160 ciclistas de seis países – Brasil, Paraguai, Colômbia, Itália, Rússia e Portugal – participaram do evento, em sua décima edição.A etapa final foi vencida pelo ciclista Nilceu dos Santos, o “The Flash”, do Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia, de Foz do Iguaçú (PR), que ainda levou para casa o Troféu Copa da República. Ele fechou as sete voltas no circuito de 9,5 km com o tempo de 01h28min43seg, seguido pelo russo Kirill Sveshnikov, 01h28min43seg, e pelo holandês Kenny Robert van Hummel, da Androni Giocattoli(ITA), 01h28min43seg.
Preparação e boa estratégia. Estes foram, segundo o próprio atleta, o segredo da segunda vitória consecutiva de Magno Nazaret no Tour do Brasil/Volta Ciclística de São Paulo. Com um começo de competição consistente, somando duas vitórias e boas colocações, ele foi o exemplo de boa estratégia. Com uma boa vantagem, passou a administrar a liderança para garantir o título na etapa final, em São Paulo.
“Estou muito feliz. Conseguir dois títulos na principal competição do país é para se comemorado. Ainda mais neste ano, com um nível técnico muito alto e adversários bem preparados. Nos dedicamos muito desde outubro do ano passado, sacrificando as festas de fim de ano para chegar aqui e fazer um bom papel. Estão todos de parabéns”, destacou o atleta, de 28 anos e natural de São José dos Campos.
Magno fez questão de destacar a força do grupo. Estivemos em quase todos os pódios no começo da prova e ainda conquistamos o título de equipe e o por Pontos, com o Alex Correia. Estamos satisfeitos com todo o grupo e vamos comemorar muito”, encerrou o campeão, que agora vai se preparar para o Sul-Americano, a partir de 9 de março, no Chile.
Na disputa por equipes, a Funvic garantiu mais uma conquista com o tempo de 65h48min07seg e mais de 20 minutos de vantagem para a segunda colocada, a EPM/Une Ciclismo, da Colômbia, com 66h08min16seg. O Clube Dataro fechou o pódio das melhores equipes com 66h12min00seg. João Gaspar ainda levou os títulos de Montanha e Sub-23, enquanto Alex Diniz Correia venceu por Pontos. Ao todo, 160 ciclistas de seis países – Brasil, Paraguai, Colômbia, Itália, Rússia e Portugal – participaram do evento, em sua décima edição.
A etapa final foi vencida pelo ciclista Nilceu dos Santos, o “The Flash”, do Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia, de Foz do Iguaçú (PR), que ainda levou para casa o Troféu Copa da República. Ele fechou as sete voltas no circuito de 9,5 km com o tempo de 01h28min43seg, seguido pelo russo Kirill Sveshnikov, 01h28min43seg, e pelo holandês Kenny Robert van Hummel, da Androni Giocattoli(ITA), 01h28min43seg.
Preparação e boa estratégia. Estes foram, segundo o próprio atleta, o segredo da segunda vitória consecutiva de Magno Nazaret no Tour do Brasil/Volta Ciclística de São Paulo. Com um começo de competição consistente, somando duas vitórias e boas colocações, ele foi o exemplo de boa estratégia. Com uma boa vantagem, passou a administrar a liderança para garantir o título na etapa final, em São Paulo.
“Estou muito feliz. Conseguir dois títulos na principal competição do país é para se comemorado. Ainda mais neste ano, com um nível técnico muito alto e adversários bem preparados. Nos dedicamos muito desde outubro do ano passado, sacrificando as festas de fim de ano para chegar aqui e fazer um bom papel. Estão todos de parabéns”, destacou o atleta, de 28 anos e natural de São José dos Campos.
Magno fez questão de destacar a força do grupo. Estivemos em quase todos os pódios no começo da prova e ainda conquistamos o título de equipe e o por Pontos, com o Alex Correia. Estamos satisfeitos com todo o grupo e vamos comemorar muito”, encerrou o campeão, que agora vai se preparar para o Sul-Americano, a partir de 9 de março, no Chile.

Troféu Copa da República

A etapa final do 10º Tour do Brasil também foi válida como Copa da República de Ciclismo. E, para variar, o topo do pódio ficou com um nome bem conhecido na história da prova. Nilceu Santos, o The Flash, garantiu o tricampeonato. “Foi muito emocionante ser tricampeão da Copa da República. O que valorizou ainda mais minha vitória foi o circuito ser difícil e técnico, por isso contei muito com a ajuda da minha equipe no sprint final. Foram dois meses de preparação intensa para a Volta e terminamos com o primeiro lugar na última etapa e o troféu da Copa”, destacou.
A etapa final do 10º Tour do Brasil também foi válida como Copa da República de Ciclismo. E, para variar, o topo do pódio ficou com um nome bem conhecido na história da prova. Nilceu Santos, o The Flash, garantiu o tricampeonato. “Foi muito emocionante ser tricampeão da Copa da República. O que valorizou ainda mais minha vitória foi o circuito ser difícil e técnico, por isso contei muito com a ajuda da minha equipe no sprint final. Foram dois meses de preparação intensa para a Volta e terminamos com o primeiro lugar na última etapa e o troféu da Copa”, destacou.
“Tenho que agradecer todos da minha equipe que me ajudaram ao longo dos oito dias da Volta Ciclística, principalmente, nos trechos de serras longas, que não é minha especialidade. A prova no geral foi excelente!”, encerrou.

Resultados Finais

Classificação Geral:
1) Magno Nazaret (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 21h54’38” –
2) Alex Diniz Correia (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 21h56’05” +00h01’27”
3) João Gaspar* (Ironage/Colner/BRA), 21h57’07” +00h02’29”
4) Oscar Miguel Sevilla (EPM/Une Ciclismo/Colômbia/COL), 21h57’17” +00h02’39”
5) Willian Chiarello (São Lucas/Giant/Bontranger/Americana/BRA), 21h59’03” +00h04’25”
6) Walter Pedraza Morales (EPM/Une Ciclismo/Colômbia/COL), 22h02’31” +00h07’53”
7) Alan Maniezo (São Lucas/Giant/Bontranger/Americana/BRA), 22h02’45” +00h08’07”
8) Juan Villegas (4-72 Colombia/COL), 22h03’24” +00h08’46”
9) Yonder Godoy (Androni Giocattoli/ITA), 22h03’43″ + 00h09’26″
10) Gregolry Panizo (Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia/BRA), 22h04’04” +00h09’26”
Classificação Geral de Montanha:
1) João Gaspar (Ironage/Colner/BRA), 25
2) José Eriberto Rodrigues (Ironage/Colner/BRA), 12
3) Oscar Eduardo Sanches Guarin (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 12
Classificação Geral por Pontos:
1) Alex Diniz Correia (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 37
2) Magno Nazaret (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 33
3) Flávio Cardoso Santos (Funvic Brasilinvest/São José dos Campos/BRA), 25
Classificação Geral por equipes após oito etapas:
1) Funvic Brasilinvest/São José dos Campos(BRA), 65h48’07” –
2) EPM/Une Ciclismo/Colombia(COL), 66h08’16” 00h20’09”
3) Clube Dataro de Ciclismo/Bottecchia(BRA), 66h12’00” 00h23’53”
4) 4-72 Colombia(COL), 66h17’37” 00h29’30”
5) São Lucas/Giant/Bontranger/Americana(BRA), 66h18’39” 00h30’32”
6) Ironage/Colner(BRA), 66h25’31” 00h37’24”
7) Androni Giocattoli(ITA), 66h31’43” 00h43’36”
8) Russian National Team(RUS), 66h51’26” 01h03’19”
9) Brasilinvest/Suzano/Eqmax(BRA), 66h55’16” 01h07’09”
10) São Francisco Saúde/Açúcar Caravelas/Gold Meat/SME (BRA), 67h01’40” 01h13’33”
11) Velo/Seme Rio Claro(BRA), 67h31’38” 01h43’31”
12) Equipe UFF de Ciclismo(BRA), 67h56’42” 02h08’35”
13) ADF/Bauducco/KJKS/Sil(BRA), 67h59’03” 02h10’56”
Para conferir os resultados completos, clique aqui.
Por Assesssoria FPC

Grupo Shimano XTR 2015 com 11 velocidades e eletrônico? É isso mesmo?

Há alguns dias imagens do novo grupo Shimano XTR da lendária versão 2015 circula na web.
Quais são as novidades prometidas?

  • Cassete de 11 velocidades;
  • Displays eletrônicos para indicar a marcha atual;
  • Troca de marchas eletrônicas.
  • Uma só coroa.

Vamos aguardar.

Segue algumas fotos:

2b33f9cb3e417bc5704a16383dd2641d
3
8e5de616cc1e48b4c562d8f891215766
17f7d2b799d2c2075bf9410158ffb3fb
126da01e1ac612c8489c771dc8f21fa6
446a9ed7f13e435fe2558c6f0035be31
6397a3a60a13724391ae87160f275225
c2570a6104738b78d915d04e95766ef7
e5bd18c809a8f7fb11488b990c744e93

Tour do Brasil / Volta de SP: Confira os melhores momentos em vídeos

No último domingo  (9), foi dado início ao 10º Tour do Brasil/ Volta Ciclística de São Paulo, um dos maiores eventos do País na modalidade, onde 20 equipes com atletas do Brasil e representantes de alguns países da América do Sul percorrerão mais de mil quilômetros por várias cidades paulistas. A Volta segue até o próximo domingo (16).
Os ciclistas estão percorrendo cerca de mil quilômetros de percurso por mais de 50 cidades. São mais de 160 atletas, técnicos, dirigentes, organização e imprensa acompanhando.
Confira os melhores momentos: