Brasil Ride: Juninho e Silvinho são top 10 no estágio 4. Yamamoto e Sauser venceram.

Premiação do terceiro estágio. Na foto: Nitão, Alexandre, Sherman, Henrique, Silvinho e Juninho.
Premiação do terceiro estágio. Na foto: Nitão, Alexandre, Sherman, Henrique, Silvinho e Juninho.

Dia de problemas no Brasil Ride. A Dupla que representa a CEMIL na Brasil Ride teve problemas em seus equipamentos. A bike do atleta Júnio Alves teve seu pneu dianteiro rasgado, motivo este que culminou em alguns minutos a mais no tempo e perda de algumas posições. Problemas também com a equipe STEVE que liderava a Brasil Ride até o fim do terceiro estágio. A gancheira de uma das bikes de Luis Leão Pinto e Tiago Ferreira quebrou e abandonaram a prova. Na Masters, o Portugues Vitor Gamito que liderava junto com o brasileiro Paulo Freitas quebrou o guidão e também abandonou.
Quem levou a melhor foram Yamamoto e Sauser. Hans Becking e Jiri Kovak foram os segundos colocados, seguidos por Roel Paulissem e Johann Pallhuber. Eles andaram juntos com os brasileiros que lideram dentre os americanos, Henrique Avancini e Sherman Trezza.
Mesmo com o problema em um dos pneus, a dupla de Patos de Minas foi a nona colocada no geral e a terceira dentre os brasileiros. Eles calculam que perderam cerca de 10 minutos ao colocar câmara de ar no pneu rasgado. Outra surpresa foi a quilometragem maior do que anunciada. Os participantes estavam preparados para pedalar por 87 km, e na verdade foram 105km, totalizando para os patentes, 5 horas e 12 minutos de pedal.
Amanhã tem mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.