Iata Zappi necessita urgentemente de doação de sangue e medula – FORÇA IATA

FORÇA IATA!
FORÇA IATA!

Salve salve galera. Nosso companheiro Iata Anderson Zappi que sempre está junto com a galera e representou Patos de Minas em diversas competições pelo Brasil afora, está necessitando urgentemente de doações de sangue.
O procedimento é bem simples. Você pode ligar no (34) 3822-9646 ou (34) 3822-9647 e agendar uma data e horário, que encaixe em sua agenda ou mesmo comparecer ao Hemoninas de segunda a sexta-feira de 07h às 11h da manhã.
É importante que você informe no ato do cadastro, que sua doação será destinada ao Iata Zappi.
Se você ja doou recentemente, fique atento. Veja se já faz dois meses. Caso tenha percorrido dois meses, você já está apto novamente a doar.
Recomendamos também que você faça o cadastro para ser candidato a doar medula óssea. É muito simples o procedimento e você pode salvar vidas.
E claro, deixe seu recado e inclua o Iata em suas orações, para que em breve ele esteja junto com nossa galera novamente.
E aí? Vai encarar? A minha doação já está agendada para segunda-feira.

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha Açoteia

28 de janeiro de 2012 – Por Márcio Abdala

Ter médico pedalando tem suas vantagens. O paciente ciclista passa bem
Ter médico pedalando tem suas vantagens. O paciente ciclista passa bem

Olá, amigos!… esse diário de bordo ficou sob a minha responsabilidade; um prazer estar revivendo aquela tarde nestas linhas. O nosso guia Luciano Pit-Stop também me proporcionou uma surpresa: batizar o nome da trilha, até então, inédita.
Açoteia, um espaço multi-uso, onde podemos visualizar o horizonte. Desfrutamos exatamente isso. A todo momento podíamos visualizar a nossa cidade e/ou todo o horizonte por um ângulo distinto. (pronúncia: aço-têia)
Outro sábado que uma galera de peso se reuniu para o pedal da Band. Muitos não puderam comparecer, devido a outro grande evento na cidade, o jogo do URT 1 x 0 Brasília. Se é que me entendem. Enfim, voltemos ao pedal.
Seguimos sentido ponte do Rio Paranaíba e pegamos o estradão, sob um sol escaldante, mas todos animados aguardando uma “nuvenzinha” e a energia de um novo lugar.
A foto oficial
A foto oficial

Passamos por alguns rasos riachos, outros, relativamente fundos, além de atoleiros. Carregamos as bikes em alguns momentos, passamos em matagais e pegamos uma chuva que refrescou o nosso inédito pedal, alguns tombos são de praxe e sempre uma atração a parte nas lentes do BBBand. A paisagem é indescritível e o conselho é apreciar de perto!
Gustavo de Vieira teve uma queda, ocasionando o deslocamento do seu ombro, sendo prontamente atendido pelo biker Dr. André, o qual realizou a redução do ombro deslocado. Foi improvisada uma tipóia com câmara de ar reserva. Gustavo e seu irmão Geraldo retornaram mais cedo por um justo motivo. Ele passa bem!
No retorno a maioria optou em seguir o estradão até a cidade, alguns já apresentavam câimbras e certo cansaço… outros preferiram voltar pelo atolado “friends”, onde, logo no inicio, minha corrente arrebentou. Não adiantava mais bradar pelo Celinho, já que ele regressara com a outra turma. Só me restou finalizar a trilha sendo “rebocado” pelos fiéis companheiros, apreciando a paisagem que insistia surpreender.
Abraços a todos, em especial aos que não me deixaram na mão. A trilha só é completa quando toda sua essência é compartilhada (parafraseando Alex Supertramp).

Assista a edição semanal do Luciano Pit Stop

Confira as fotos dessa aventura

[nggallery id=302]

Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha da Casa Abandonada

O pedal da Band deste sábado foi um dos mais duros já realizados. Saímos sentido bairro Alvorada e encaramos muitas subidas, forte calor, chuva de granizo, câimbras e cansaço.

Congestionamento
Congestionamento

Celinho como sempre não deixou que problemas mecânicos impedissem alguém de continuar. Emenda uma corrente aqui, regula uma marcha ali e todos em frente.
A região é pouco plana, as descidas são rápidas e as subidas intermináveis. Principalmente nos últimos 10 km, quando as dores ficam mais acentuadas.
A trilha serviu de treino pra uns e de lição para outros.
Lição 1: Atente-se quanto ao grau de dificuldade da trilha e respeite os limites do corpo. Trilha de nível alto é para quem tem experiência em percursos duros. O que faz um percurso ser difícil ou fácil não é apenas a distância, mas principalmente o tipo de terreno e relevo.
Lição 2: Use sempre protetor solar e leve bastante água. Essa é básica, nunca pense que está levando água demais.
Lição 3: Da natureza só se tira fotos e só se deixa pegadas. Traga seu lixo de volta, mesmo que seja só um minúsculo papelzinho.
Lição 4: Use sempre capacete. Ele te protege não só das quedas, mas também de eventuais chuvas de granizo rsrs.
Lição 5: No caso de chuva, não se abrigue sob árvores, o perigo de ser atingido por raios é maior perto delas.
Lição 6: Faça amigos e aproveite o que a natureza e o esporte podem lhe proporcionar.

Confira a edição semanal do Luciano Pit Stop

Confira as fotos

[nggallery id=301]

Diário de Bordo: Trilha Montanha Rochosa e Casca Grossa, Perau das Andorinhas

15/01/2012 – Por Murilo Fonseca
Neste domingo levantamos cedo, bem cedo para uma aventura no famoso Perau das Andorinhas, na região de Presidente Olegário. Éramos 12 bikers e as caras amassadas mostravam que a noite anterior teve baladinha, UFC e ansiedade. Mas todos muito afins de pedalar.

Me parece que tem gente querendo mudar pro Perau das Andorinhas
Me parece que tem gente querendo mudar pro Perau das Andorinhas

No começo da trilha estava nublado mas sem chuva, e no estradão deu pra render bem nos primeiros 10 km. Chegando ao perau, a vista é incrível, consegue-se ver muito longe mesmo. Morros, paredões, chapadões, lagos, córregos, pássaros e a vegetação bem verde ilustraram nosso caminho durante todo o percurso.
A cada possível desanimada devido ao terreno cheio de morros (foi rara as vezes que pedalamos no plano) e o sol forte que apertou no final da trilha, éramos abastecidos de ânimo pelo animador da turma (Heber contador).
37 km depois chegamos ao posto onde estavam os veículos, tomamos uns 22 litros de coca cola, almoçamos e comemoramos esse pedal perfeito, sem contusões, sem problemas mecânicos e sem fazendeiros danando com a gente.
Agora é esperar a volta a P.O, que pra mim e pra muitos é um dos melhores lugares pra pedalar em toda a região.

Confira o vídeo criado por Luciano Pit Stop

Confira o percurso com fotos

 

Pedal de Confraternização Band Bike (Trilha da Vista Mais Bonita e Pousada Villa Harmonia)

Por Murilo Fonseca
Neste domingo rolou um pedal mais que especial. Foi o primeiro pedal da Band do ano e que terminou com uma confraternização na bela Vila Harmonia.

Galera da Band na Trilha da Vista Mais Bonita
Galera da Band na Trilha da Vista Mais Bonita

A galera foi chegando aos poucos na Band Bike logo pela manhã, alguns mostravam uns quilinhos a mais, ganhos desde o ultimo pedal da Band. Mas nada que algumas pedaladas não possam resolver.
Na subida da marabá uma leve garoa já mostrava que a trilha seria molhada, e a chuva vista no horizonte se aproximava. Logo entramos no mato e uma paisagem sensacional de toda cidade já pode ser apreciada.
Alguns obstáculos, derrapadas e tombos serviram apenas pra deixar tudo mais divertido. Depois de atravessarmos um trecho cheio de desníveis e pedras, entramos numa mata ao lado do bairro Alvorada, que muitos nem imaginavam existir. Luciano Pit Stop Race Ventura sempre nos surpreendendo.
Um pouco mais a frente a chuva deu uma apertada e isso só motivou todos a pedalarem mais forte, pois logo a frente havia uma grande recompensa à espera.
Rapidinho chegamos a Vila Harmonia, a ausência do sol não tirou a beleza do lugar onde muitos já esperavam por nós, que chegamos molhados, sujos, com fome e ansiosos para desfrutar do local.
O churrasco já estava pronto e muito bem feito por sinal, assim como a galinhada. Muita fartura e tudo feito com muito capricho.
A foto 180 resume bem o que foi o pedal – família, lama e belas paisagens. Esposas, namoradas, filhos e amigos curtiram juntos esse domingo que juntou esporte e confraternização.
E assim começamos muito bem o ano, que segundo conversas de bastidores, será cheio de novidades e trilhas novas. Aguardem…

Assista ao vídeo editado pelo Luciano Pit Stop e filmado pelo Murilo Fonseca

Confira as fotos

[nggallery id=299]

Domingo tem pedal de Confraternização, o retorno do Pedal da Band, você está convidado

Em 2011 tivemos o surgimento do Pedal da Band, pedal esse que veio criar uma nova turma animada em nossa cidade, liderada pelo Celinho e pelo desbravador Luciano Pit Stop. Segundo o Instituto Datacélio, contando os bikers que participaram todas as semanas e até aqueles que foram somente uma vez (destaque para os de outras cidades), tivemos cerca de 300 participantes.

Pousada Vila Harmonia
Pousada Vila Harmonia

Essa turma não afina não. Pode estar fazendo sol de rachar mamona, frio, chuva, barro daqueles de travar a roda que eles estão lá firmes para pedalar. Tivemos pedal com 60 companheiros, recorde em Patos de Minas.
Neste fim de ano tivemos uma pausa para que todos pudessem participar das festividades com a família e agora estamos de volta com força total.
E pra começar para valer, teremos um pedal de confraternização nível iniciante neste domingo. Serão apenas 20 km saindo da Band Bike e passando pela Trilha da Vista Mais Bonita.
O destino é a Pousada Villa Harmonia, onde churrasco, galinhada e bebidas estarão nos aguardando.
Todos estão convidados. Pode levar a família também. Para participar é necessário que seja pago uma adesão de R$ 20,00 até sexta-feira na Band Bike, pois é necessário sabermos com antecedência a quantidade de pessoas.
Data: 08 de janeiro, domingo
Horário: 09h
Ponto de encontro: Band Bike

Confira o vídeo de convite do Celinho e algumas imagens marcantes de 2011.