CIMTB: Pista da segunda etapa será a mesma de 2009

Pista de São Lourenço está pronta para receber atletas do Brasil e de outros países e deve ter entre 5,5 e 6 km
A organização da Copa Internacional Levorin de MTB e Copa Centauro de Amadores optou por manter a mesma pista do ano passado para a segunda etapa da competição, que acontecerá em São Lourenço, MG, nos dias 12 e 13 de junho. O circuito do ano passado foi muito elogiado por atletas e pela União Ciclística Internacional e quem quiser reconhece-lo já é pos’sível.

Foto: Marcelo Andrê - Y! Sports
Foto: Marcelo Andrê - Y! Sports

“A pista de 2009 foi aprovada pela grande maioria dos atletas e pela comissária internacional da UCI. Iremos manter o traçado que ficou muito divertido e seguro dando ouvidos ao resultado da pesquisa de opinião realizada entre os atletas pela Analise”, diz o organizador do evento Rogério Bernardes.
“A etapa de Araxá sempre foi a que recebeu mais comentários positivos dentro da UCI, mas São Lourenço também é uma localização fantástica. A pista lá é incrível e acho que a cidade, em breve, será tão reconhecida quanto Araxá”, comentou Dorothy Nichols, comissária da UCI.
Em São Lourenço, a pista terá entre 5,5 km e 6 km e pode ser considerada uma pista bem variada. A largada será realizada na arena do evento e com uma visão privilegiada para o público. Logo em seguida, os atletas encaram um longo trecho em terreno plano para, logo em seguida, pegar uma subida forte dentro de uma matinha. No final desta subida estará o apoio mecânico da organização localizado estrategicamente para atender atletas com problemas, principalmente nas correntes.
Em seguida a pista segue num trecho técnico com várias curvas fechadas, subidas, descidas e trilhas (single tracks) dentro de matas seguindo para a parte baixa da pista que se resume em terreno plano às margens do Rio Verde retornando para a parte alta. Neste trecho haverá uma longa e forte subida chegando a quase um dos pontos mais altos da pista. Ao passar deste trecho o atleta seguirá numa trilha com uma descida longa e rápida com mata fechada retornando para a margem do Rio Verde.
No último trecho da pista, que também será em terreno plano, o atleta atravessará outra ponte seguindo em direção ao fechamento da volta. “A pista vai exigir bastante do atleta nas subidas, descidas e nas áreas planas. O atleta deverá estar com o condicionamento e a regulagem do equipamento em dia, pois a pista vai exigir do início ao fim”, completa Rogério Bernardes.
As pistas da Copa Internacional Levorin de MTB são construídas de acordo inúmeros requisitos necessários para uma prova de Cross Country Olímpico com trechos técnicos, subidas, descidas, curvas e trilhas (single tracks) passando por pedras, áreas verdes e terrenos acidentados exigindo o máximo dos atletas e de seus equipamentos.
Além dos requisitos técnicos a organização não se esquece da questão ambiental. A definição do traçado faz com que sejam usadas trilhas já existentes e nenhuma árvore pode ser cortada. A Secretaria de Meio Ambiente e o CODEMA acompanham todo o trabalho de montagem da pista.
No trabalho de montagem da pista, estão envolvidas mais de 100 pessoas, dos mais variados setores. “Estão envolvidas pessoas de vários setores da economia diferente. Estão envolvidas desde as pessoas dos hotéis que nos recebem, como o pessoal do Clube Vôo Livre, que nos ajudou a navegar o percurso com GPS, os proprietários que cederam gentilmente seus terrenos para que a prova acontecesse, o atleta Ernesto Flori que esta nos ajudando sempre, entre outras inúmeras pessoas que tiveram contato direto ou indiretamente conosco”, lembra Rogério.
Além deles, estão envolvidos ainda a Servtur, áreas da Prefeitura Municipal como Secretaria de Obras, Secretaria de Esportes, Meio Ambiente, Codema, Secretaria de Serviços Urbanos, entre outras e Câmara de Vereadores, além daDefesa Civil que construiu duas pontes na pista.
“A colaboração de todos é fundamental para o sucesso do evento. Mas fazemos questão de agradecer a todos em nome do Prefeito Zé Neto, Vice-prefeito Sergio e do Secretário de Turismo Sidney Cabizuca responsáveis diretos por trazer a etapa para São Lourenço”, finaliza Rogério Bernardes.
Veja mais detalhes da pista no site oficial www.cimtb.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.