Diários de bordo

Diário de Bordo: Pesque Pague voltando pelo cafezal 07/01

Galera concentrada na descida do morro de toá
Galera concentrada na descida do morro de toá

Aqui quem vos fala é o companheiro Bruno Fernandes e conforme prometi, não irei a nenhum momento citar o nome do nosso grande mascote, guia e líder. Eram 18h53min quando cheguei ao Posto São Cristóvão onde vi a galera do Noispedala animada para mais um pedal noturno. Com a ausência do Kuririn Farnésio Chilon Zé Rita Porto, que chegou lá de moto, o Luis Farol de carreta foi o encarregado de levar a câmera e já chegou correndo no Bernardão para comprar pilhas. Enquanto isso o Sérgio Zago Pivodrip chegou e já calibrou o GPS, fazendo com que temos mais uma trilha roteirada.
Já eram 19h10min quando saímos sentindo Avenida JK. O Gleidsson assumiu o posto de fotógrafo. O Sargento Luizinho Papai Noel Super Mario Bross marcou presença com sua alegria contagiante. Entramos nas Molas Americanas, contamos a galera. 21 bikers. Ficou decidido que o Marquinho Caixeiro Viajante seria o fecha porteira. Ao invés de irmos sentido Presídio Sebastião Satiro, fomos até o Viveiro de Mudas. Subimos e chegamos na BR.
O Weuler Autopatos teve uma grande ideia de ao invés de descermos pela rodovia, passarmos por aquele morrão de toá localizado na curva logo abaixo da estrada do Viveiro do IEF. Tudo tranqüilo até o momento da descida do morro, onde descemos um a um e por incrível que pareça, nenhum tombo. Somente alguns escorregões.
Terminamos a descida pela BR e demos início à subida do Pesque Pague. Todo mundo passou liso também, apenas alguns escorregões. Quando chegamos à estrada das chácaras, encontro um cara desesperado dizendo que o portão da casa dele caiu. A galera do noispedala não mediu esforços e pôs o portão nos trilhos, fazendo assim o nosso dever de cristão do dia.
Atravessamos a rodovia e descemos o cafezal. Quando já pensei que ninguém iria comprar um terreno, o Marquinho Caixeiro Viajante toma aquele escorregão e cai bonito no chão. O engraçado foi que ele ficou preocupado porque sujou o punho da bike dele. Nem observou que levou uns arranhões.
Subimos o morro que chega à BR 365, atravessamos a rodovia e finalizamos no Posto São Cristóvão, onde encontramos com o Zé da Star Bike com sua Speed limpinha e tiramos a foto sem todos os companheiros para registrar esse pedal noturno.
É isso aí galera. Quinta que vem tem mais. Fique ligado que teremos trilhas no fim-de-semana também.
Clique aqui e confira as fotos deste pedal noturno.
Confira o trajeto no GPS que fizemos ontem.

Previous ArticleNext Article

13 Comments

  1. A cada dia a galera fica mais animada, muito bom isso. Mas uma coisa que não pude deixar de é o cara mais fotogênico da turma,nosso amigo e companheiro Luizinho; Super Mario Broz, aprendam com ele!!!

  2. trilha muito legal, gostei de ver pois a moçada tá começando a voltar…..
    É isso ai pessoal, vamos pedalar
    Abraço a todos!!!!!!!!!!!!

  3. e galera vendos todos os dias estes comentarios e esta animaçao de todos e contagiante ja estou me vendo pedando com vcs. se é que vou ser aprovado pela turma né… rs rs rs

  4. Olá pessoal. Como estão por ai? Estou longe de Patos, mas, vcs estão no meu coração.
    Em fevereiro estarei novamente na terra do Milho. Estou com saudades do Vandinho, do Bruno, do Hebinho, do cacique Magela e da minha amiguinha Jordana.
    Um abração felino pra vcs.

  5. ah deixo ainda parabens para os guias;são lugares em patos que não conhecia e são muinto bonitos,parabens aos chilons,fiquei bonito na foto.

  6. Olá Gata Seca.
    Ainda bem que você apareceu.
    O meu pai está sentindo muito a sua falta.
    Depois liga aqui em casa que eu te conto como que foi meu aniversário.
    Meu pai fez um belo churrasco,sem contar que ele apanhou muuuuito ao fazer o churrasco.
    Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *