Diários de bordo

Diário de Bordo: Pedal Noturno Pesque Pague, Cafezal e Matinha

Bom dia, boa tarde, boa noite pessoal. Aqui quem vos fala é o companheiro Bruno Fernandes que venho relatar como foi mais um pedal noturno. Eram 18h44min quando cheguei ao ponto de encontro, o Posto São Cristóvão. Já estavam lá o Dolor e o Mateus (pai e filho). Eles estavam preocupados com a não chegada da galera, mas ainda estava cedo.
Minutos passados foram chegando um a um. Inclusive o Magela que seria o guia. Mas o cara chegou de carro e fardado. Então nos deixou na mão mais uma vez. Às 19h05min saímos sentido Avenida JK. No Posto Sem Fronteiras o Bombeiro Sargento Rodrigues já furou o primeiro pneu. Ele que fez um Mr Tuffy caseiro, pelo visto pulou algum passo e não logrou êxito nesta operação.

Espera o papai João Victor
Espera o papai João Victor

Entramos sentido molas americanas e contamos a galera. 21 bikers. Logo ao lado do presídio o Luis Farol de Carreta fura o pneu também. Se eu não me engano o novato de Presidente Olegário também furou. Continuamos o pedal com a galera concentrada, passamos rente a rodovia e demos início à subida do morro do Pesque Pague. Na subida uma surpresa. O Luis Farol de Carreta preocupado com o João Victor Duracell seu filho que estava deixando ele para trás, perdeu o controle e ficou com os pés presos ao pedal de encaixe e comprou ali um terreno bem valorizado. O João Victor que já tava uma bala, ainda queria tomar um gelzinho energético. Se ele tivesse tomado estaria lá pedalando até agora. Para parar ele, somente com o pneu dele furando. Paramos, trocamos o pneu e continuamos.
Atravessamos a rodovia, descemos o cafezal e subimos o morro para chegarmos á BR 365. Paramos próximos ao Campo do Carlão para fazermos as fotos oficiais. Chegamos à Avenida JK e incrivelmente eram 21h04min. A galera achou que tava cedo e aí resolvemos voltar pela matinha do confinamento. A grande maioria foi conosco. Apenas o Gagame que esticou na frente pensando que iríamos embora e alguns que tinham compromisso que não participaram da melhor parte.
Saímos então com um pelotão de umas 15 pessoas sentido Bairro Planalto. Passamos por detrás da Rosa Cruz depois pela Ceasa. Na BR 365 ao invés de irmos pela rodovia, passamos nas margens dela. O Euler Caixeiro Viajante tomou a liderança e foi nos guiando. Muitos obstáculos deviam ser superados, como tocos e um mato alto. Felizmente ninguém caiu.
Quando chegamos à matinha, o Bruno Fernandes resolve colocar emoção no pedal e diz que sabe a trilha dentro da matinha. Ele toma a liderança e mesmo com algumas dúvidas ele consegue guiar a galera em uma aventura muito bacana. Tem fotos de todos lá, menos do Kuririn Chilon Voador, que ninguém tirou foto dele. Uma pena.
Depois disso foi só subir o morro após a represa e terminar o deslocamento. Chegamos à Dipam ainda eram 22 horas.
Vale registrar com destaque a presença de pais e filhos, que além dos citados acima, tivemos ainda o Ângelo Engeset e o seu filho João Victor que até agora não sei se ele conversa. Pedalar eu sei que ele pedala, e bem.
No próximo pedal eu quero ver o Pedro filho do Euler Caixeiro Viajante. Ok Pedrão?
Um forte abraço a todos e encontramos domingo no 7º Enduro do 15º BPM. O Maior enduro de regularidade do Brasil.
Veja as fotos deste pedal noturno. O fotógrafo foi o Kuririn, que realizou um excelente trabalho.

Previous ArticleNext Article

12 Comments

  1. Bruno vou levar o Pedro no próximo pedal noturno se ele der morredeira vc vai ter que arrasta-lo . kkkkkkkkkkk
    No enduro infelismente ele nao vai, quem sabe na próxima etapa.

  2. O comentário acima foi meu só esqueci de alterar o email.
    e até domingo no enduro
    acho que vai ser debaixo de chuva se for vai ser impolgante
    abraço a todos

  3. ei mais o gagame acho que foi embora foi mais por conta q batizarão a sapatilha dele ai nao gagame apelo perdeu rsrsrsr ate a proxima pessoal otimo enduro a todos !!!!!valeu nota 10!!!!

  4. Saudações trilheiros!!!!!
    Trilha foi otima pra karamba…e as fotos…ate eu me surpreendi; fikaram show d + e axu q todo mundo deve ter gostado neh?
    *Na proxima semana eu sugiro q façamos um pouko diferente… subimos ate o Rivalcino,descemos o morrão(eh down hill mesmo!) e voltamos pelo aragão… axu q vale a pena.
    Abração galera… nos vemos no enduro!

  5. Parabens Bruno pela Trilha apesar de não ter ido o restante gostei bastante quero participar de outras, afinal o meu pneu não furou não foi a primeira trilha e correu tudo blz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *