Diários de bordo

Diário de Bordo do Nightbike 22/10 – Arraial dos Afonsos

Super Mario BrossEram 18h57min quando cheguei no “Balão da Wolks” para encontrar com a galera do NPD reunida escondidinha no meio da praça, ouvindo a prosa do meu amigo Bruno. Ficamos mais uns 10 minutos esperando o Kuririm Voador chegar e lá fomos subindo a Major Gote em fila indiana. A essa altura já éramos 16 bikers. Quando chegamos ao Posto Caiçaras, encontramos com a Turma do Gleidson e quando ninguém mais esperava surgiu o ídolo do Bruno, o Super Mario Bros gritando numa alegria só.
Logo em seguida descobrimos que o Fabiano (Spaço) e quem avacalha com a trilha.  Ele juntou com o Zé (Star bike) e o Junim (melhor de Patos) e acabaram de subir a Av. Marabá num pau loco. Deviam estar fazendo uma média de 35Km/h, mas no final tiveram que esperar a gente.
Contamos a galera e deu 21 bikers. Atravessamos o trevo do Cometa e seguimos direto na estrada do Sumaré. Depois de uns 100m viramos à esquerda. A essa altura já estava muito escuro e pudemos ligar nossos faróis e fomos humilhados pelo farol do Thiago (New Bike) que mais parecia um farol de carreta montado numa bike. Nessa encruzilhada aconteceu à primeira divisão da galera; teve gente que não viu quando viramos e acabaram ficando pra trás. Mais uns 700m e começamos a decida mais forte da trilha, e começou o show dos kamikazes. O Kuririm que a essa altura era o mais empolgando, foi arrumar a posição do farol da bike e acabou levando o primeiro capote da noite, com direito a gancheira da suspensão quebrada e uns ralados no braço, não teve alternativa, o jeito foi voltar pra casa mais cedo e sozinho coitado.
Na segunda porteira demos falta de muita gente, ficamos parados uns 10 minutos e aí apareceu a galera que havia separado do primeiro grupo lá perto do trevo logo que pegamos a estrada do Sumaré, ficou combinado que o Gleidson iria fechar o grupo ou seja seria sempre o último para não ocorrer de alguém se perder ficando para trás.
Após curtirmos umas trilhas muito legais chegamos à estrada do Arraial dos Afonsos e quando começamos a descer  apareceram novamente os  kamikazes Zé, Junim e Dimarzim que estavam tão rápidos, que não ouviram eu gritar que iríamos entrar na próxima porteira a direita e passaram reto. Não restou alternativa a não ser esperar ou engraçadinhos, mas valeu a pena, pois quando eles estavam chegando perto do grupo assistimos de camarote o capote do Zé da Star Bike, foi a parte mais engraçada da pedalada. Após muitas risadas seguimos em direção a fazenda do Sr Lúcio, foi muito legal quando passávamos próximos às sedes das fazendas todo mundo em silêncio para não incomodar os moradores.
Logo que passamos a fazenda do Sr Lúcio e vencemos um subidinha de uns 300m começamos a descer em direção ao Arraial, no meio da decida o Criceles levou o terceiro capote da noite, ao cair em buraco no meio da estrada, nada de grave e seguimos em direção ao Arraial dos Afonsos , o Walner (doutor) para não perder o costume do night bike, furou o pneu, tivemos que ficar 5 minutos ouvindo as gracinhas do Weuler.
Já eram 21 horas quando chegamos ao Arraial e logo na porta do boteco o quase atropelou um velho que surgiu do nada e entrou na frente das bikes, os “pingão” que estavam lá acharam a maior graça, alem de não entenderem da onde surgira tantas bicicletas aquela hora da noite, nisso começou a chuva e como o Coelho pediu ou melhor implorou que não passássemos pelo cemitério resolvemos voltar pelo estradão que era mais rápido e já tinha neginho começando a “piá o galo”.
Subimos até a estrada do Sumaré de boa, menos o Marco Túlio (filho do Amarildo NTV) que passou por nós igual uma flecha, foi quando joguei o farol nele e vi que o Junim era quem pedalava empurrando o danado.
Às 22 horas e 15 minutos chegamos ao posto novo da Av. Marabá antes do frentista apagar as luzes, pois o celular do Bruno não tem flash e tínhamos que tirar as fotos para os casados provarem para suas esposas que naquelas horas estavam mesmo fazendo trilha com a galera do noispedala. Descemos a Marabá debaixo de chuva com a certeza de que quinta feira que vem noispedala de novo.
img_0040
img_0042
Abraço e boas pedaladas!
Por Magela

Previous ArticleNext Article

7 Comments

  1. rsrsrs….tem jeito ñ…o dia q da pra eu ir pedala com a galera do npd acontece um incidente d toma um capote logo no inicio e ainda kebra a gancheira da suspa, foi foda, mas… podia acontece com qlqr um e infelizmente teve q ser comigo…espero q na proxima d td certo.

  2. E isso ai galerinha do npd, foi show de baike ver a aquela fila de lanterninhas trilhas e estrada a fora. So pra nao passar batido, o Bruno no penultimo mata burro nao conseguil destravar os pes e quase ralo o joelho tomando aquele tombinho basico. Tem tamben aquele que chegol com dor no pescoso de tanto levantar a cabeca com a laterna na testa. valeu quinta npd.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *