Blog, Destaques

Confira 5 coisas importantes antes de comprar uma bike usada

O uso diário de bicicletas já é algo bem comum na vida de muitos brasileiros, em pedaladas nos mais diversos locais do país, do Oiapoque ao Chuí. Há quem faça uso da bike para ir ao trabalho pela manhã, passear no parque aos finais de semana, se exercitar com média intensidade, e até competir em corridas de maior exigência atlética.

Em metrópoles cada vez mais caóticas devido a engarrafamentos, poluição e pressa de seus habitantes, o uso da bicicleta pode ser uma boa estratégia para lidar com esses problemas de maneira mais eficiente e menos estressante.

Em Buenos Aires, capital da Argentina, programas de distribuição e empréstimo de bikes ajudaram a aumentar a extensão de ciclovias e incentivaram uma alternativa “mais verde” na cidade portenha. O fato colocou Buenos Aires no “Ranking Copenhagenize 2015” — eleição que aponta os lugares no mundo mais hospitaleiros e preparadosquando o assunto é a magrela de duas rodas.

Em levantamento da ONG Transporte Ativo e o laboratório de mobilidade da UFRJ, realizado em dez grandes cidades brasileiras em 2015, 45% dos entrevistados para a pesquisa eram novos ciclistas. Os motivos para a medida eram os mais variados, desde economia de combustível do veículo até o gosto pela bike.

Para quem deseja fazer um novo investimento na vida além do Código de bónus Netbet e começar a pedalar, mas não quer gastar muito e prefere apostar em uma bike usada, é preciso prestar atenção em algumas coisinhas antes de adquirir o novo meio de transporte; confira:

A ORIGEM DA BIKE

Antes de tudo é preciso saber a procedência da magrela, já que ninguém deseja comprá-la sem um breve histórico. É recomendável saber quais pessoas já foram donas e conhecer o hábito delas com o transporte. Assim, dependendo das respostas, a compra pode ser mais tranquila, sem tanto medo por parte do investidor.

AS PASTILHAS DE FREIO

“Algo que acelera em algum momento vai precisar parar”. Com base nessa premissa, é preciso prestar atenção nas “borrachinhas” do freio da bike. Se elas estiverem muito gastas, é preciso pedir ao vendedor que faça uma troca ou venda a magrela por um valor mais barato.

VERIFIQUE AS SUSPENSÕES

Uma das coisas mais importantes na hora de adquirir uma bicicleta é verificar as suspensões. Para isso, além de uma análise visual e conversa com o proprietário sobre eventuais ajustes, é recomendado ao comprador dar uma volta para sentir a absorção dos impactos pela bike.

MATERIAL DO QUADRO

Os quadros das bicicletas também se desgastam com o passar do tempo, assim como todos os materiais dela. É preciso, portanto, analisar possíveis corrosões no alumínio, o estado da solda, e até pedir para o vendedor tirar adesivos, caso existam; alguns deles são colocados propositalmente para esconder imperfeições.

PREÇO DE UMA NOVA

Depois que todas as conferências anteriores forem feitas, é importante saber o preço de uma bike nova de mesmo modelo nas lojas, com isso é possível analisar com maior assertividade se vale a pena adquirir a usada ou se é mais inteligente investir em uma zero quilômetro.

Previous Article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.