Ciclismo

Cobertura: Campeonato Mineiro de Ciclismo 2011 em Patos de Minas

As atenções do ciclismo mineiro neste fim de semana ficaram voltadas para Patos de Minas, onde pela primeira vez a cidade, que abriga diversos atletas da modalidade, recebeu a primeira etapa do Campeonato Mineiro de Ciclismo 2011.

Etapa de Sábado
Etapa de Sábado

Participaram cerca de 60 atletas dos quatro cantos do estado e alguns que até residem em outros locais do Brasil.
Foram dois dias de provas. No sábado, a movimentação foi iniciada pela manhã, com o congresso técnico realizado no Teatro Municipal Leão de Formosa.  Às 15 horas foi realizada a prova de circuito nas margens da Lagoa Grande. O enorme atraso em virtude das falhas do sistema de cronometragem, cuja responsabilidade era da Federação Mineira de Ciclismo, ofuscou um pouco o brilho da competição.  A prova foi aberta com a categoria open, onde correram atletas não federados. Logo após tivemos a bateria das másters e finalizando, já no período da noite, as categorias de elite e cia.
Etapa de Domingo
Etapa de Domingo

Fechando a programação de sábado, a organização da prova presenteou todos os atletas e familiares com um rodízio de pizza na Pizzaria Brunella. A grande maioria dos atletas compareceu e o clima de amizade e companheirismo deste jantar deverá ser lembrado por muito tempo. Parabéns aos idealizadores deste jantar.
Já no domingo, o bicho pegou. A concentração foi nas dependências do Posto Marabá, defronte ao Parque de Exposições. Um enorme pelotão foi criado na subida da Avenida Marabá, até o encontro com a Polícia Rodoviária, logo após o Trevo da rodovia MGC-354.
Foi uma prova muito dura e organizada. Primeiro largaram os atletas que percorreram o percurso completo de 90 km. Três minutos depois foi a vez dos participantes das categorias que tinham que pedalar até a conhecida pamonharia, somando 70 km. Já era Meio dia em ponto quando Silvinho Amorim finalizou o percurso completo. Foi ele quem levou a melhor entre todos aqueles que tinham os 90 km para percorrer. Na elite quem venceu foi Dheime Galvão. Deve ser ressaltado o total apoio da Polícia Rodoviária Estadual que acompanhou a prova com batedores e organizando o trânsito.
A organização da prova agradece principalmente a Prefeitura Municipal, através da prefeita Béia Savassi, à Cemil e ao Noispedala.com.br.
E você? O que achou das provas? Deixe aí o seu comentário.

Resultados

Prova de Sábado: Circuito na Lagoa Grande

Júnior

  1. Celso Aparecido Júnior (Uberlândia)
  2. Felipe Oliveira (Patos de Minas)
  3. Marco Túlio Ferreira Silva  (Patos de Minas)

Elite

  1. Dheime Galvão (Patos de Minas)

Sub 30

  1. André Carlos Rodrigues  (Patos de Minas)
  2. Weller Ribeiro (Uberaba)
  3. Leandro Augusto (Carmo do Paranaíba)

Master A 1

  1. Fernando Oliveira (Uberaba)
  2. César Gonçalves (Uberlândia)
  3. Wilson Fernando (Uberaba)

Master A 2

  1. José Gonçalves dos Santos (Patos de Minas)

Master B 1

  1. Gutemberg José Santos (Betim)
  2. Marcelo Donnabella (BH)
  3. Marcelo Boschi (BH)

Master B 2

  1. Marcelo Franco (BH)
  2. Gilton Alves (Patos de Minas)

Master C

  1. Juraci José de Almeida (BH)
  2. Antônio Tadeu (BH)

Open

  1. Alexandre Santos (BH)
  2. Geison Rabelo (Patrocínio)
  3. Reginaldo Caldeira (Contagem)

 Prova de Domingo: Resistência na MGC-354

Júnior

  1. Celso Aparecido Júnior (Uberlândia)
  2. Felipe Oliveira (Patos de Minas)
  3. Marco Túlio Ferreira Silva (Patos de Minas)

Elite

  1. Dheime Galvão (Patos de Minas)
  2. Júnio Alves Vieira (Patos de Minas)

Sub 30

  1. André Carlos Rodrigues (Patos de Minas)
  2. Leandro Augusto (Carmo do Paranaíba)

Master A 1

  1. Rodrigo Domingos (João Monlevade)
  2. César Gonçalves (Uberlândia)
  3. Wilson Fernando (Uberaba)

Master A 2

  1. Sílvio Otávio Amorim (Patos de Minas)
  2. José Gonçalves dos Santos  (Patos de Minas)
  3. Klesley da Silva (Paracatu)

Master B 1

  1. Ivo de Lima Dias (Patos de Minas)
  2. Marcelo Boschi (BH)
  3. Gutemberg José Santos (Betim)

Master B 2

  1. Marcelo Franco (BH)
  2. Gilton Alves (Patos de Minas)

Master C

  1. Antônio Tadeu (BH)
  2. Juraci José de Almeida (BH)

Open

  1. Geison Rabelo (Patrocínio)
  2. Rafael Queiroz (Patrocínio)
  3. Danilo Jeferson (Patos de Minas)

Portadores de Necessidades Especiais

  1. Izaias Daniel (Divinópolis)
  2. Moacir Pedro de Melo (Patos de Minas)
Previous ArticleNext Article

19 Comments

  1. É com pezar que vi este “campeonato mineiro” em letras minúsculas mesmo.
    Eu conheci, participei e fui protagonista da provável melhor época do ciclismo mineiro. E podem ter certeza que não tem nada a ver com isto que aconteceu esta semana.
    Antes da era do inseto tinhamos de treinar 2500 kms mês durante uns 3 meses para corrermos o camp mineiro com chances e disputar com 50 ciclistas de todo o estado na elite. Agora, dá pra ficar em casa dormindo e vc tem chance de ganhar, pois correrá sozinho.
    Foi vergonhosa a desorganização da prova do sábado com categorias como master A2 e elite largando apenas 1 ciclista!! Mostra que o inseto matou o ciclismo mineiro no que seria sua principal categoria. E como só tinham 3 juniors, o futuro está feio tambem.
    Como este ciclista pode falar que foi campeão mineiro? – correndo sozinho, sinto muito dizer, até minha avó seria (e ela nem sabe andar de bicicleta,s eria empurrando mesmo).
    O presidente da FMC chegou a prova as 16 horas (2 h de atraso, mas normal com ele), o chip não funcionou, apesar de o estado ter pago caro pela cronometragem (http://www.esportes.mg.gov.br/comunicacao/noticias/junho/2247-seej-assegura-realizacao-de-competicoes-de-ciclismo). No domingo nem teve a tal cronometragem (paga pelo estado).
    A (des) organização nem sabia quantas voltas faltavam!!! Uma verdadeira aula de incompetência!!
    No domingo foi menos ruim pois pelo menos foi na estrada e ninguem via a vergonha que foi (dentro da cidade é pior visto que tem mais público) – eu perdi a pouca motivação de competir que eu tinha já no final da subida do sertãozinho. Considerei um treino forte e não uma corrida.
    O ciclismo mineiro precisa urgentemente de um formicida para tentar ressucitá-lo, pois ainda existem atletas que querem melhorar o esporte. Estes são os únicos de parabens no final da semana.
    Espero que com esta a diretoria da Liga Patense de Ciclismo crie vergonha na cara e pare de tentar algo com a FMC – é desperdiçar dinheiro público!!!
    E nesta semana pelo que sei foram desperdiçados mais de R$ 40.000,00 – é demais, sabendo que como cidadão patense e mineiro tenho de pagar impostos e destes saiu o dinheiro para esta vergonha,
    E o pior é que tive de ver e aguentar calado. Isto foi infinitamente mais dificil do que ir e voltar ao lagomar.
    Desculpem, mas a verdade é esta e portanto esta é minha opinião – não dá pra esconder.
    Como disse o Marcelinho Boschi 2-3 anos atrás – tenho até saudades do Pepeto – ele roubava, mas fazia…
    Ivo de Lima Dias

  2. Fica dificil comentar. So gostaria de esclarecer que ja competir no mineiro em 1998 ( Paracatu ) e 2002 (Mariana e Catas Alta), na epoca era sim bem mais competitivo. Mas nao fiquem triste sozinhos. Em Brasilia que é tudo perto, vc cruza o DF de um lado pro outro andando 100Km, e mesmo assim dao 3,4 8 ciclistas na mesma categoria. Sabe o que é isso. Falta de F E D E R A Ç A O. Estou triste. abraço a todos….

  3. Outra coisa que atrapalha é o sistema de aplicar o dinheiro publico nas competiçoes. Recebemos uma verba de 60.000 para fazer uma prova de MTB no DF. Nao pode tirar 1,00 para premiar os atletas. o dinheiro vai todo para os bolsos de uma empresa que ganha licitaçao para montar a estrutura do evento. ´E de doer. lamentaçoes.

  4. se foi deste jeito ainda bem que não fui lamento que dois amigos aqui de coromandel tenha sido incentivado por min a paticipar mas pra eles que nào tem experiencia com corridas não devem ter notado a desorganização comentada. lamento pelo ciclismo eu que tenho um filho de nove anos que quer ser ciclista dependendo como vai andar as coisas daqui pra frente devo incentiva-lo a praticar outro esporte. abraço a todos e parabens aos atletas vencedores.

  5. cleuton a desorganizaçao nao e da liga patense e da fmc a copa cemil da de 10 na formiga a liga compriu com tudo da parte que cabia a liga a organizar na lagoa tudo corria bem na prova da opem quando a formiga chegou com duas horas de atraso que começou a bagunça porque ele nao sabe o que e ciclismo -mtb -bmx ele gosta e de grana eu ja fiz um pedido para ele deixar alguem ser o proximo presidente da fmc nas proximas eleiçoes nao criar clubes fantasmas como criou na ultima eleiçao para ele mesmo votar nos precisamos e de alguem que cressa o ciclismo e goste do que faz .

    1. Zé desculpe mas não fiz criticas a Liga Patence, sei que não foi culpa da Liga, e que foi da FMC, todas as corridas que participei no campeonato patence foram bem organizadas seja nas suas mão ou nas do Pelezinho. pode contar com o seu amigo que adimera o trabalho de voces. um abraço!

  6. Zé, concordo plenamente com você. Sei o tamanho do esforço de vocês para organizar as provas, que são organizadas sim. É preciso mudanças urgentes na FMC, é preciso uma pessoa no comando que pense no crescimnento do esporte e que não legisle em causa própria. Alguém lá de cima precisa enxergar que o ciclismo em minas vai de mal a pior, por conta de pessoas que estão no comando a tantos anos e nada fazem.
    IMPORTANTE : Não se pode confundir Copa Cemil com Campeonato Mineiro.A Copa Cemil tá show de pedal !!!!

  7. Boa noite amigos do pedal,estou de volta. Meu amigo Cleuton coromandel,nao si entrega, lute, continua treinando e insentivando seus amigos, a responssabilidade tambem é nosso de mudar esse quadro, o presidente da federaçao vai passar, o ciclismo é lindo.e já que lembraram da Copa Cemil,TI CONVIDO ,(pra sexta etapa dia 24 de julho) ,em uma estrada muito dificio, porem muito emocionante.saindo da Comunidade do Leal/ Major Porto/Leal ,venham todos participar deste desafio.ABRAÇOS

  8. Realmente temos que nos organizar no Triangulo Mineiro e montar nossa propria Federação. Estamos longe demais de BH e quando a FMC vem no Triangulo não traz nada de contribuição para o nosso esporte.
    Com estes fatos só afasta as possíveis Empresas que poderiam estar apoiando.
    Se unirmos, Patos, Uberaba, Uberlandia, Araguari e demais cidades interessadas em fazer o Ciclismo um esporte ORGANIZADO, COM REGRAS, RESPEITO com certeza teremos nosso espaco garantido.
    Sobre a COPA CEMIL, só tenho elogios a fazer aos organizadores e apoiadores.

  9. E ai pessoal, sou Eloisio, atualmente moro em Coromandel, mas sou de Patrocínio, parei de pedalar há algum tempo mas não vejo a hora de voltar as trilhas. Já que os comentarário envolve um cilcista aqui da minha atual cidade só queria dizer que já corri várias vezes (MTB) em Patos e sei que a galera de lá fazem provas ótimas e sérias e sempre bem organizadas. Creio que essa etapa do mineiro seja um fato isolado. Não conheço o Cleuton, mas é bom saber que em minha cidade tem atletas com nível de competições e também saber que tenho compania para futuras pedaladas.
    Um abraço a todos.

    1. Ai, Cleuton,arregaça as mangas e junta com o Eloisio, e faz suas provas em Coromadel.e diz pro tu filho, ir treinando , porque daqui a alguns anos, você vai ser o presidente da federaçao e vai fazer a diferença.

  10. Ai pele pelo jeito tão pensando que estou criticando a liga patence.Mas vc e o ze sabe que não. Sei do esforço dos dois quando na frente da liga e longe de min criitica-los só tenho que parabeniza-los pelos trabalhos.

  11. Olá pessoal,estive presente no Campeonato Mineiro,e vi o quanto a turma de Patos no geral,se esforçou para que tudo fosse o melhor possivel,já ouvi de muitos organizadores de competições de nossa região o quanto a nossa turma de Patrocinio gosta de prestigiar as competições regionais,mas alguns anos vejo o quanto nosso esporte está deixando de ser em prol ao prazer e sendo mais competitivo.Neste ano temos provas de Ciclismo em Patos(Copa Cemil),em Uberlandia (Copa Biogas),em Uberaba(Copa Triangulo de Ciclismo)em Araguari(Camp.Araguarino),provas que enchem o calendario e no final não conseguem reunir mais do que 100 Atletas,não deixam de ser provas Boas e bem organizadas,mas em um contexto final perde toda a competitividade que gira em torno de nossos Atletas,lembrando que o triangulo Mineiro reuni hoje um numero nunca tido antes de Atletas de nivel Nacional,e que passa até uma temporada inteira sem ver os mesmos competirem entre si,porque são profissionais,a culpa do Camp.Mineiro ter tido pouco participantes não é dos organizadores mas sim dos propios atletas que se julgam tão profissionais que neim lá compareceram.Hoje em nosso meio sabemos que muitos atletas deixam de ir nas corridas não por falta de dinheiro,ajuda,ou compania,mas sim por não estarem bem treinados e não querer fazer feio em frente aos outros,acabam escolhendo uma prova ali outra aqui,e no final ainda criticam os organizadores,reclamam de premios e tudo mais.
    Como disse no inicio estive em Patos de Minas no Campeonato Mineiro,e por lá vi um numero bem reduzido de atletas de Uberlandia,Uberaba,Patrocinio,Da propia cidade Patos de Minas,nenhum atleta de araguari,e outras cidades.
    Agora,porque não reuni todos estes organizadores de eventos aqui do triangulo,e organiza um evento forte que possa reunir todas as cidades,forme uma liga,federação que seja,que não depeda da FMC,que deixem este insento de lado,e possa mostrar o quanto podemos ser fortes juntos.
    “Criticar é facil,o dificil é quem criticou ir lá e fazer o certo,e poder ensinar aos que erraram.´´

  12. Será que o erro não seria de ter sido aberta essa categoria Open extra Campeonato Mineiro(pois sendo open não dependia de filiação) donde competiram o maior número de ciclistas do dito evento e roubando assim os atletas nas distintas categorias do tão almejado (Campeonato dos Ciclistas Mineiros)? Ou qual seria a verdadeira vantagem de se abrir essa categoria Open? Dar margem para uma confusão financeira na cabeça do atleta de não gastar muito numa categoria no Mineiro mas pagar menos e correr numa aparente(sem glamur)categoria do Mineiro e assim fazer aumento do fluxo positivo de caixa? Mas não seria assim uma faça de dois gumes? RobérioFXavier

  13. E aí galera, valeu pelo convite Cleuton, mas atualmente estou sem bike, mas se Deus quiser fim do ano estou de volta as trilhas.
    Boas pedaladas a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *