Regulamento Copa Cemil de Ciclismo 2011

Regulamento Copa Cemil de Ciclismo 2012

Artigo 1

Com o objetivo de desenvolver o ciclismo de Patos de Minas e Região e Promover o esporte como um bem social a Liga Patense de ciclismo promove;

 

Artigo 2

A Copa Cemil de ciclismo é uma competição de caráter regional,

 

Artigo 3

Participarão deste campeonato ciclista das categorias: Junior nascido até 94, master A de 30 a 39 anos, master  B 40 anos acima, Open,  elite masculina a critério técnico e elite feminina livre.

PARAGRAFO UM: A largada das categorias obedecera a seguinte ordem:  Open, Elite Feminina, Junior, master B, master A e Elite Masculina.

PARAGRAFO DOIS: Nenhum atleta que participou de competições regulares em anos anteriores, poderá participar na categoria Open. A Comissão julgadora poderá intervir e remanejar o ciclista para a categoria devida.

Artigo 4

Todos os participantes atletas, técnicos, mecânicos e convidados em geral tomarão conhecimento deste regulamento, de acordo com as normas nacionais e ao aceitar a sua inclusão no campeonato assume o compromisso de respeitá-lo bem como acatar as autoridades da prova e suas decisões submetendo-se as sanções e penalidades, durante o desenrolar das provas constante no campeonato.

Artigo 5

Os promotores, não assumem responsabilidades diretas ou indiretas, por danos sofridos por pessoas ou maquinas, ou por elas provocadas, entre si ou terceiros durante as provas, menores de idade som poderá participar mediante apresentação de termos de compromisso assinado pelos pais ou responsável.

 

Artigo 6

Será declarado o campeão da copa cemil aquele que somar o maior numero de pontos durante o campeonato.

Artigo 7

As provas serão disputadas sempre aos sábados, domingos e feriados.

 

Artigo 8

A pontuação seguira o seguinte método em todas as categorias:

Marcarão pontos os 10 primeiros colocados na etapa, a partir da  11 Posição em diante marcação 1 ponto aqueles que concluírem a prova.

Colocação Pontuação

1

15

2

12

3

10

4

8

5

7

6

6

7

5

8

4

9

3

10

2

 

Artigo 9

Caso ocorra de largada menos de 10 ciclistas, os pontos serão distribuídos de acordo com sua colocação normal.

 

Artigo 10

Em caso de empate na classificação geral do campeonato será usado os seguintes critérios  de desempate.

1-maior numero de vitorias

2-melhor colocação Ex. maior numero de 2 lugar, e de 3 lugar e sucessivamente.

3-melhor colocação nas ultimas etapas.

 

Artigo 11

A inscrição da prova será de R$20,00 (vinte reais) e para etapa dupla será de R$30,00 (trinta reais).

Artigo 12

Haverá em cada etapa 1 delegado de prova que receberão os recursos, que encamiará os recursos para a comissão julgadora.

 

Artigo 13

As reclamações só serão aceitas se formuladas por escrita mediante pagamento de R$50,00 (cinqüenta reais) que será desenvolvida caso a reclamação seja considerada, procedente sendo que não serão aceitas reclamações coletivas.

 

Artigo 14

Funcionara em cada etapa uma comissão julgadora formada por três pessoas

l . A comissão se reunira após as etapas, para apreciar e julgar recursos e questões controvertidas da prova

ll. As decisões da comissão são irrecorríveis e delas não caberão recursos.

 

Artigo 15

PARAGRAFO ÚNICO: Em caso de julgamento for de um dos membros da comissão julgadora, p mesmo será substituído pelo presidente da liga.

 

Artigo 16

A largada de cada etapa será dada rigorosamente no horário de largada de sua categoria.

 

Artigo 17

O encerramento de assinatura de sumula Dara 10 minutos antes da largada e de sua categoria.

 

Artigo 18

 

Sob nenhuma hipótese o ciclista poderá portar numero diferente daqueles que ele designado pela liga. Em caso de perda ou violação no tamanho de numero devera ser adquirido  um novo numero mediante pagamento de R$10,00 (dez reais).

 

Artigo 19

Todo ciclista deverá usar capacete fechado, desde o inicio até o termino de cada corrida.

 

Artigo 20

Os abastecimentos, nas provas de estrada e montanha serão liberados 5 km após a largada e até 5 km do fim da etapa. Esta proibido  o uso de recipiente de vidro, sendo que o abastecimento é feito sempre pelo lado direito da rodovia.

 

Artigo 21

O ciclista deve , para ser classificado terminar a corrida com suas próprias forças, sem a ajuda de ninguém, o ciclista pode cruzar a linha de chegada a pé, com a bicicleta sendo carregada ou empurrada.

 

Artigo 22

O Ciclista poderá contar comum carro de apoio que seguirão regras especificas:

l. os carros de apoio formarão a caravana que será mantida na ordem, seguida da classificação do ciclista no campeonato sendo primeiro carro correspondendo  ao carro da organização.

ll. Todos condutores de veículos da caravana são os responsáveis pelo fiel cumprimento das regras de transito, assumindo ainda total responsabilidade por acidentes eventualmente provocados.

lll. Farão parte da caravana carros comuns e caminhonetas, não poderão fazer parte da caravana, caminhões veículos articulados ônibus.

PARAGRAFO ÚNICO: as motos poderão acompanhar desde que sejam as ultimas da caravana e não poderão abastecer o ciclista em movimento, somente estacionadas em locais específicos para abastecimento autorizado pelo diretor da prova.

lV. Os carros não poderão ultrapassar o pelotão; sob pena de desclassificação do atleta apoiado.

V. somente quando o ciclista em fuga adiantar 500 metros será permitido, o deslocamento do carro devera se manter atrás do ciclista em fuga ,não podendo de hipótese nenhuma ultrapassá-lo .

Vl. O apoio necessário ao ciclista só poderá ser dado atrás do pelotão e do lado da rodovia.

 

Artigo 23

Os ciclista estão obrigado a participar de todas as cerimônias protocolares que esteja, se relacionados com a classificação obtida, como entrega de premio e outros.

 

Artigo 24

DAS PROVAS:

ESTRADA: prova disputada em rodovias. Ela transcorre em forma de pelotão e que chega primeiro no final do percurso e declarando o campeão.

CONTRA RELOGIO: Prova em que o ciclista luta contra o tempo não pode contar com vácuo nem de outros ciclismos nem eventuais carros que estão em transito local.

l. os ciclistas largarão de 1 em 1 minuto na ordem inversa da classificação geral do campeonato. Sendo vencedor o ciclista que obtiver o menor percurso.

ll.O tempo começa a contar no momento estipulado para a largada, o tempo já esta sendo computado.

lll.E extremamente proibido o uso de vácuo entre os ciclistas ou carro que passa pelo local.

lV. Caso o ciclista pegue outro por traz o ciclista alcançado uma distancia lateral de 2 metros e manter atrás 10 metros de distancia do ciclista que caçou.

V. No caso de utilização de carro de apoio, o carro não poderá sob hipótese alguma, ultrapassar o ciclista que acompanha.

Vl. Poderão ser utilizado rodas fechadas entretanto, não poderão ser utilizadas rodas com tampão em rodas raiadas.

PROVA DE CIRCUITO: prova disputadas em circuito fechado com extensão de até 6 km.

l. no caso da prova ser disputada na lagoa grande, a prova terá 30min na categoria Junior, 30min na categoria Open , 35min master B, 40min máster A, 50min para a elite masculina e 25min elite feminina, todas a categoria terá este tempo mencionado mais duas voltas.

Não terá volta de furo

ll. na prova de circuito o abastecimento liquido ou solido esta proibido.

lll. O apoio mecânico será permitido somente fora da reta de chegada.

lV. O ciclista que leva uma volta do pelotão esta desclassificada da prova.

V. O ciclista que for retirada da prova  por levar uma volta terá um ponto na sua classificação final.

 

Artigo 25

Por ser um evento que tem por objetivo incentivar e desenvolver o  ciclismo a disciplina será ponto de hora a organização do campeonato , sendo esta rigorosamente intransigente na obediência do presente regulamento, sendo que forma alguma serão permitidos desvio de conduta incompatível com a ética e a disciplina desportivas.

Parágrafo único: todos os participantes estão sujeitos as penalidades.

 

Artigo 26

PENALIDADES

l. Poderão ocasionar pinicões  como:

Advertência, desclassificação da etapa, eliminação da copa, perca de pontos.

ll. Os casos omissos a esse regulamento, serão decididos pela comissão julgadora segunda as normas da Federação Mineira de ciclismo e confederação brasileiro de ciclismo e não cabendo recursos.

lll. A liga patense de ciclismo se reserva no direito de aplicar outras penalidades que julga cabíveis aos atletas que cometem atos contrários a este regulamento.

Compartilhe

Comentários

2 Comentários para Regulamento Copa Cemil de Ciclismo 2011

  1. Guilherme disse:

    bruno entao eu nao vou poder correr na open!!

  2. ALEX disse:

    eu tmb nao???

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *