Diário de bordo: Trilhas do fim de semana 19 e 20 de junho

Na manhã de sábado, 10 bikers fizeram mais uma trilha guiada pelo Tora Racing. Bruno Fernandes, Euler Caixeiro Viajante, Herculano, Danilo, Tora, Robinho Dinossauro, Coca-Cola, Alisson Pó e Walner.

Descendo para a Mata do Ribeirão Mata burrinho

Descendo para a Mata do Ribeirão Mata burrinho

Saímos da Praça Bandeirantes sentido Baixadinha dos Gonçalves. Aí começaram os atalhos do Tora. Fomos até atravessarmos o estradão que liga a BR 365 à Zalagoas e aí começou a emoção pra valer. Destaque para a descida que fica logo após o Paraíso Camping Clube que tem um misto de descida técnica e aquele trecho que você pode soltar o freio. Sem contar a paisagem do local e a matinha que adentramos após a descida.

Por incrível que pareça, chegamos antes do meio dia em casa, apenas com o pneu do Coca-Cola furado e nenhum tombo.

No domingo também pedalamos. Fizemos a trilha do Arraial dos Afonsos guiados pelo Rantar. Bruno Fernandes, Renato Amaral, Renato Lima, Rantar, Doutor Kleber, Pedro Elias Cadu e Vanelton Sagra.

Tudo nos conformes até o Bruno começar a dar palpite. Como o pessoal andava meio parado, a intenção era cortar o morro do Arraial pela metade e voltar.

Galera no Viaduto da Pipoca

Galera no Viaduto da Pipoca

Resolvemos descer até o cemitério. Depois de 40 minutos subindo o morro, resolvemos is sentido Ribeirão Mata-burrinho. Aí foi emoção pra valer. Vários tombos. Primeiro foi o Pedro Elias no tradicional buraco de tatu, depois o Renato Amaral duas vezes e pra fechar o Renato Lima comprou um terreno com bastante cascalho.

No final da subida do dólar, encontramos os corretores de imóveis Vinícius Diógenes e Breno. Ao chegamos, encontramos com o Doutor Romes e o Paulo Trosso que estavam voltando de um treino de speed no Viaduto da Pipoca. Chegamos antes do meio dia também.

Também pela manhã de sábado, os bombeiros fizeram a trilha da Usina e relataram o seguinte:

Por Joaquim (Bombeiro)

Bombeiros unidos pelo pedal

Bombeiros unidos pelo pedal

Eram 07horas e 25minutos quando cheguei ao Posto Alpa(Camalle), e nem sinal dos companheiros de pedalada. O dia estava lindo, céu claro, mas fazia muito frio, talvez a manhã mais fria deste mês. O que deve ter intimidado os colegas bikers. Eram exatamente 07horas e 35minutos, como não havia aparecido ninguém  até o momento, desloquei com minha bike, sentido Viaduto da Pipoca, pela ciclovia da avenida Jk, momento em que passava pelo posto Sem Fronteira, entrada do bairro Planto, fui surpreendido por dois bikers, que estavam nos aguardando . São eles o Sirlânio e o Hely Braga, que também são bravos Soldados do Fogo. Eramos apenas três companheiros.

Seguimos pela Avenida JK, logo em seguida atravessamo-la e entramos na entrada das molas americanas. Fomos observando as casas e logo a frente vimos a esquerda  um campo de futebol, e uma bar ao lado e o Hely Braga disse-nos já temos um local para tomar aquela coca-cola quando retornarmos, concordamos por unanimidade. Resolvemos subir pela BR 365 e entrar depois do trevão.

Essas cavas já fizeram muitas vítimas

Essas cavas já fizeram muitas vítimas

Fomos seguindo pedalando um pouco mais forte como o intuito de esquentar o corpo. Quando notamos já estávamos chegando ao  Aragão. Logo após o Aragão resolvemos pegar um atalho, depois do mata-burro, era uma descida muito forte, que o nosso amigo Hely Braga, acabou comprando um pedaço daquele terreno, acredito que não foi uma boa compra, pois era pura cava, kkkkk….

Quando chegamos à usina, nossas bikes, já estavam todas impregnadas, de poeira e as marchas desreguladas. Foi o momento crucial para podermos dar aquela descansada e lubrificar e regular as marchas. Quando estávamos próximo do Aragão, resolvemos continuar por terra, passando pelo cafezal, pois a trilha estava muito emocionante.

Atravessamos em fim a rodovia 365, e fomos ao barzinho tomar aquela coca-cola geladíssima, para fechar a trilha.

É isso ai galera, compreendemos a ausência de todos, mais não vamos deixar que o frio nos desanime, pois nem o tempo pode contra nós. E no próximo final de semana tem mais, fiquem ligados no noispedala.

Confira as fotos destes pedais

[nggallery id=115]

[nggallery id=116]

Compartilhe

Comentários

5 Comentários para Diário de bordo: Trilhas do fim de semana 19 e 20 de junho

  1. Diógenes disse:

    Salve moçada!
    não teria como as trilhas agendadas chegar por e-mail, assim como chegam as noticias?
    no domingo eu e o Breno, além de encontrarmos com vocês no alto do Dólar, encontramos mais dois bikers no posto Cometa e mais um biker solitário subindo o Cenourinha.
    Chegando por e-mail ficaria mais fácil de ficarmos sabendo dos agendamentos.

    Abratsss

  2. ronaldo tora disse:

    E AI GALERA TEM DUAS TRILHA PARA SABADO BRUNO ME FALA QUAL VCS QUEREM IR 55KM OU22KM.SAO TODAS INEDITAS.

  3. Joaquim(bombeiro) disse:

    E ai Tora, topo qualquer uma das trilhas, 22 ou 55Km.

  4. Joaquim(bombeiro) disse:

    Caro amigo Diógenes, estão aparecendo bastante trilhas legais, é só ficar ligado no site do noispedala às quarta-feiras e sextas, que o nosso amigo Bruno Fernandes pública as trilhas agendadas.
    Blza.

  5. Bruno Fernandes disse:

    Ê Tora. Tive com ele ontem. As pernas deles e os braços tavam tudo cortados. E foi essa trilha de 20 km. Parace que até moto serra ele levou pra limpar o caminho. Por mim, vamos numa sábado e outra no domingo.

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *