Diário de Bordo: Trilha do Ribeirão São João, pelo Perau das Andorinhas

Presidente Olegário, Perau das Andorinhas, 10 de fevereiro de 2013
Por Bruno Fernandes

Uma das descidas que exigia técnica para carregar a bike e equilibrar.

Uma das descidas que exigia técnica para carregar a bike e equilibrar.

Quem acordaria às 5 horas da manhã, de um domingo de carnaval, para pedalar? Ou melhor. Quem ficaria de 5h às 18h, de um domingo de carnaval, envolvido com uma trilha de bike?

A resposta é surpreendente, principalmente quando se trata de uma trilha inédita, pelo temido Perau das Andorinhas, levantada através do Google Earth pelo Luciano Pit Stop. Foram 19 malucos que passaram por tudo hoje.

Depois de chegarmos de carro após o Santiago, descemos as bikes e começou a aventura. Que trilha travada, muitas descidas técnicas, subidas extremamente desafiantes e muitas quedas.

Esse era o visual em toda a trilha.

Esse era o visual em toda a trilha.

Ah, as quedas (os gatinhos para os mais íntimos). É difícil encontrar alguém que não caiu. Destaque para o Ismar (o mesmo que escreveu o diário de bordo da Trilha da Maria Fumaça), que após algumas quedas normais, e de andar por alguns metros empinando a roda de trás (babalú), sofreu uma queda que deixou marcas na clavícula e nas costelas. O cara é corajoso e não afina não. Terminou a trilha mesmo com essas avarias.

Falando em Trilha da Maria Fumaça, há uma dificuldade enorme quando algum participante volta para a vida real (aquilo lá não existe). Mas o Luciano conseguiu levantar um percurso tão bacana, que o assunto da Trilha da Maria Fumaça morreu logo no início da trilha. Que lugar bonito. Difícil descrever. Melhor você ver as fotos.

Alguns fatos marcantes:

  • A bandeja de biscoitos e o café quente que o Celinho serviu no Patão.
  • A trilha tinha de tudo. Estradão, bike trekking, descidas técnicas, subidas desafiantes, vários tipos de terreno e muuuuuita areia.
  • O banho de mangueira que tomamos logo após uma subida empurra bike terrível. A fila era grande e foi necessário estipular o tempo de cada banho.
  • A pilha dos GPSs acabaram. Foi tenso. Fomos salvos pelo celular do Rodrigo de Brasília.
  • Muitos problemas mecânicos. Roda, gancheira, selim, pneus furados e alguns mais.
  • O Luciano não carregou a bateria da GoPro e ficamos sem filmagens desse pedal.
  • O fascínio dos meninos de Santiago pelas bikes. Bom ver aqueles olhinhos brilhando.

Confira o percurso da trilha

Confira as fotos

Compartilhe

Comentários

6 Comentários para Diário de Bordo: Trilha do Ribeirão São João, pelo Perau das Andorinhas

  1. Giovane disse:

    Trilha simplesmente sensacional… valeu galera…

  2. Heber Contador disse:

    Casca grossa

  3. Bruno Zinato disse:

    Nossa que trilha massa viu. Luciano quase matou a gente mas foi bruta…
    Tem medo de KH no come…Perau das andorinhas sem andar no extremo e no limite e chegar moido melhor ficar em casa vendo o samba na TV…

  4. Luciano Pit Stop disse:

    Cabulosa!!!

  5. Flavio disse:

    Foi uma das trilhas mais completas que fizemos, um momento de muita superação. Marcou pelo companheirismo do grupo indispensavel na situação como aquela. Valeu Galera!

    A proposito era domingo mesmo?

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *