Diário de Bordo: Pedal Noturno Trilha do Ribeirão Mataburrinho

12/08/10 – Por Bruno Fernandes

Galera na porta da Star Bike

Galera na porta da Star Bike

Eram 19h em ponto quando cheguei à Star Bike do nosso amigo Zé Gonçalves. A Oficina tava cheia dos Elites, só na resenha. Mas o que tava lotada mesmo era a Rua. 27 bikers animados para fazer essa que em minha opinião é a melhor trilha para ser feita a noite, até que provem o contrário, é claro. Havia muitos novatos.

O Felipe Xandinho estava lá, de uniforme escolar ainda. Eram 19h08 quando subimos a Major Gote, sentido Marabá. A turma dividiu um pouco, mas como o ritmo do pedal noturno é de passeio, sempre esperamos e reduzimos o ritmo. Foi quando chegamos ao Posto Cometa e ficou decidido que o Cadu seria o Fecha trilha. As fotos ficaram por conta do Renato Amaral e do Banhão. Tivemos uma desistência, o André, novato de Patrocínio resolveu voltar. Fica firme companheiro, semana que vem tem mais. Ah, e o Felipe Xandinho? Ele foi em casa, trocou de roupa, preparou a bike e encontrou a galera lá no Posto Cometa. Tá pedalando muito o moleque.

Momento da resenha

Momento da resenha

Na saída do estradão do Sumaré, bate aquele receio que a poeira tomaria conta. Sorte nossa que estava bem tranqüila e foram somente os carros do início. Chegamos então ao trevinho do dólar e pegamos a estradinha. Conferimos se tava todo mundo. O Cadu confirmou. Passamos pelo mata burro com corrente, pegamos as trilhas traiçoeiras.

Quando eu pensei que todos passariam ilesos, vejo que a galera parou. Eu e o Renato Amaral tínhamos esticado na frente. Voltamos então e vimos que o Marquinho Caxão havia caído em um buraco de tatu e deslocou o ombro. Mesmo com o auxílio do Doutor Carlos Campos, ele não conseguiu voltar. Até que ele conseguiu sozinho dar um jeito no ombro dele. Recomendamos que voltássemos e chamássemos o SAMU, mas ele quis continuar.

Momento que decidimos a voltar

Momento que decidimos a voltar

Passamos então a mata sem nenhuma história para contar e após ela, fomos conferir se estavam todos lá. Eu grito: “Cadu, tá todo mundo aí? Cadu? Cadu? Cadê o Cadu?”. Fomos contar e vimos que faltavam três companheiros. Após uma consulta pública, ficou decidido que voltaríamos para encontrá-los. Neste momento, ficamos por um instante calados para perceber um barulho. Eram vacas vindo a todo vapor. Teve companheiro que quase subiu numa árvore de medo. Após voltarmos à mata e subirmos um pouco das trilhas traiçoeiras, verificamos três luzes. Estavam lá Doutor Cleber, Cadu e o novato Diego Maradona.

Resumindo, uma trilha que tinha tudo para ser marcante, deu tudo errado. Resolvemos voltar pelo estradão do Sumaré mesmo, quando ao chegarmos ao Posto Cometa, o pneu do Sérgio Zago estava furado. Paramos, resolvemos o problema e chegamos sem alterações em casa.

É isso aí galera. Não são todas as trilhas que saem como a gente espera, infelizmente. Mas mesmo assim, o clima de companheirismo e animação que estava valeu à pena. Semana que vem tem mais. Deixe aí seu comentário, principalmente se você é novato.

Confira as fotos deste pedal noturno

[nggallery id=143]

Compartilhe

Comentários

9 Comentários para Diário de Bordo: Pedal Noturno Trilha do Ribeirão Mataburrinho

  1. Sérgio Zaggo disse:

    Brunão, o frio estava me castigando e eu vazei na frente depois que você e o Dr. Carlos me ajudaram a consertar o pneu(quer dizer, o ajudante fui eu!). Descupe o mal jeito, eu nem agradeci, brigadão mesmo companheiros!

  2. Will disse:

    Bacana! Galera do Noispedala, os passeio noturnos ai pega geral mesmo, a galera comparece em massa. Nos do amantes estamos começando com esse tipo de trilha. Vamos nos espelhar na turma ai que é exemplo de união e companheirismo.
    Um grande abraço e anima ai pra cicloviagem de setembro! Até…

  3. robson ricardo(ar.martins) disse:

    pessoal,foi muito legal a trilha apesar de nao termos concluido,semana que vem espero que todos nos terminanos;abracos

  4. MARKINHO disse:

    turma faleu pelo carinho(especial ao Dr.carlos)q preocuparam comigo.
    A boa e q não quebrou nada,quinta to la dnovo.um grande abraço a todos amigos do nois pedala.

  5. Heleno disse:

    Até o primo do alberto contador, o famoso heber contador foi na sua pedalada bimestral.

  6. Renato Amaral disse:

    E aí Hebinho (Tupazinho), ganhou o campeonato?

    O Robinho (Ar. Martins) já tá pegando o ritmo. Pedala, Robinho!!!

  7. Hebinho disse:

    Nesta quinta se Deus concordar, estarei novamente no pedal noturno. Ontem pedalei firme com o atleta elite FELIPE. Vice Campeão no Torneio Sindicontábil, mas a entrevista do Rubens Barrichelo ontem na Gabi foi nota 10.

  8. luiz moura disse:

    blz galera ,aqui em paracatu nois tambem pedala ,qualquer dia desses irei ai fazer aquele pedal

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *