Diário de bordo: Pedal noturno na Trilha da vista mais bonita de Patos

Eram 18h58 quando cheguei à Star Bike. Lá estava o Zé Gonçalves, que não pedalou e mais uma galera animada para mais um pedal noturno. Desta vez, mesmo sendo praticamente dentro da cidade, era inédito. Saímos 7 e 6 (7+6=13 e 13 é galo) guiados pelo Flávio do Galo.

O pôr do sol

O pôr do sol

Subimos a Major Gote tranquilamente, pegamos a Marabá, quando o Walner nos alcançou. Segundo ele, seguiu aquele caminho por dedução, já que não conhecia a trilha. Pouco a frente encontramos com o Vandinho Dentista, que estava realizando seu tradicional treino.

Éramos 11 companheiros, com dois novatos, o Rodrigo e o Renato Lima. Entramos em frente ao Terra Nova no cafezal. Tudo estava perfeito para curtirmos o por do sol com uma bela vista, ou a vista mais bonita de Patos de Minas, segundo o padrinho Gleidson, que promete está de volta em 2011. Só que notamos a falta do Felipe, que esticou na Marabá e foi até o Posto Cometa. O Gagame (promessa 2011) foi lá busca-lo.

Depois de pular algumas cercas, passar por algumas trilhas e um mato um pouco alto, fomos premiados com a prometida bela vista. Realmente é muito bacana e rendeu boas fotos feitas pelo Renato Amaral. O bacana é que a cidade fica muito próxima.

A vista mais bonita de Patos de Minas

A vista mais bonita de Patos de Minas

E o Hebinho? Que por si já é engraçado, ontem estava mais inspirado ainda. O Gagame nem passou perto dele. Que por sinal, o Gagame queria de toda maneira que passássemos por um lugar diferente. Ele também estava muito alegre, pois passou direto na escola.

Depois de apreciarmos a bela vista da cidade, deu início a uma descida bem bacana, até chegar à Avenida Afonso Queiroz. Chegamos então à Matinha do IEF. Foi onde o Renato Lima perdeu o controle da bike ao subir um morrinho, desequilibrou e caiu abraçando uma árvore. O único problema foi que voou pedaço de lanterna pra todo lado.

Chegamos então à Avenida JK, onde parte da galera foi embora (Hebinho, Gagame e Felipe) e o restante foi fazer a matinha do confinamento. Depois de muitas fotos chegamos então à cidade.

O que é de assustar é a quantidade de novos loteamentos em Patos de Minas. Em breve teremos que rodar pra valer para chegarmos à uma trilhinha como esta.

É isso aí galera! Domingo temos o pedal solidário. E você já adotou uma criança? Todo mundo lá, hein?

Confira mais belas fotos deste pedal noturno

[nggallery id=179]

Compartilhe

Comentários

11 Comentários para Diário de bordo: Pedal noturno na Trilha da vista mais bonita de Patos

  1. banhao disse:

    e rodrigo beiçola rsrsrsrsr que pena que nao deu pra min ir mais da proxima sim estarei la firme e forte

  2. Hebinho disse:

    Eu cheguei inteiro! 100%

  3. flavio do galo disse:

    E ai galera espero q tenhao gostado do pedal de ontem eu ainda nao tinha passado por aquela vista anoite achei maravilhosa Renato Amaral as fotos da cidade ficarao lindas. Abraços a todos

  4. flavio do galo disse:

    Parceiro Hebinho fico feliz de vc ter chegado inteiro mas com uma trilha daquela nao chegar inteiro vc vai ter que andar e com o Gabriel (meu filho de apenas 1 ano)kkkkkkkkkkkk

  5. Bruno Fernandes disse:

    Rodrigo Beiçola ou Rodrigo Badaró?

  6. Bruno Fernandes disse:

    Realmente foi muito bacana passar lá a noite. Agora quero fazer aquele descidinha durante o dia.
    Inteiro nada. O Hebinho só fez a metade da trilha.

  7. Renato Amaral disse:

    O Hebinho pegou o vírus do Gagame: voltar antes do final da trilha…

    Flávio, trilha show.

  8. Renato Lima disse:

    Fala pessoal…muito boa aquela trilha, pena foi ter ficado sem lanterna mas pelo companheirismo da galera valeu demais…
    Grande abraço a tds e até a próxima…

  9. Renato Lima disse:

    Eta Hebinho….até eu completei a trilha…rsss

  10. Rodrigo Fernando (HONDA) disse:

    Valeu Galera, me senti com meus 16 anos denovo, e a noite ainda fica mais emocionante…
    Estarei na proxima com serteza!!!

  11. Weber (Max) disse:

    Pedal muito bom e a vista da cidade melhor ainda.
    Valeu.

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *