Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha da Baixadinha 2

04/02/12 – Por Márcio Abdala

Pedal da Band é festa?

Pedal da Band é festa?

Após a trilha Açoteia da semana passada, uma pertinente revisão da bike na Band foi realizada. Agora sim, pronto para mais um pedal e sem ruídos hidráulicos.

Sábado foi surpreendente, não só por ser na Trilha da Baixadinha 2, mas, também, pela reunião de quase 60 bikers: homens, mulheres, crianças, enfim, uma família. A trilha, de dificuldade média/baixa, aconteceu sob um forte sol em quase todo o percurso, tornando qualquer sombrinha requisitada e bastante contemplada. Saímos sentido ponte do rio paranaíba e logo pegamos o estradão. Passamos por várias trilhas estreitas, matas fechadas, subidas e algumas descidas técnicas que exigiram algumas habilidades. Tivemos pneus furados e pequenos tombos, imprevistos normais e rapidamente solucionados.

Olha só Patos de Minas ali...

Olha só Patos de Minas ali...

O desgaste do sol foi forte, principalmente para os bikers iniciantes. A dica é: além de levar muita água/isotônico para reposição hídrica, providenciar a reposição energética (géis de carboidratos). As barrinhas de cereais são importantes antes ou depois dos pedais, armazenando e repondo os estoques de glicogênio, respectivamente. Porém, durante a trilha, há uma demora na digestão causando fermentação gástrica, devido aos cereais existentes no composto. E lembremos: atividade física durante a semana ajudará no condicionamento físico e proporcionará um pedal mais prazeroso.

A cada sábado a qualidade do pedal aumenta, proporcional à quantidade dos participantes. Até sábado que vem, num provável recorde.

Parabéns mais uma vez ao: Celinho, Luciano e ao Noispedala. Abraços a todos!

Confira a edição semanal do Luciano Pit Stop

Confira também as fotos

[nggallery id=303]

Compartilhe

Comentários

2 Comentários para Diário de Bordo: Pedal da Band na Trilha da Baixadinha 2

  1. Dnão disse:

    Valew D+!!!

  2. Rafael disse:

    Trilha muito massa ………..
    cansativa mas foi Legal.

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *